em ,

CurtiCurti

Os personagens mais marcantes de Luis Gustavo

Ator faleceu aos 87

O mundo das artes perdeu o ator Luis Gustavo. Conhecido por uma vasta galeria de personagens, principalmente cômicos, o ator tinha 87 e lutava contra um câncer. Para lembrar sua obra, listamos aqui seus personagens mais marcantes na TV.

Beto Rockefeller (1968)

Luis Gustavo interpretou o protagonista dessa novela que é considerada um marco na teledramaturgia brasileira. A história do malandro que se fazia passar por primo de um milionário internacional para frequentar a alta sociedade mudou não só a forma de se gravar novelas como também a estrutura narrativa e a maneira de atuar, com mais naturalidade, ao contrário dos exageros dramáticos vigentes até então. Outra inovação foi trazer a figura do anti-herói como protagonista, posto tradicionalmente dos mocinhos.

Mário Fofoca – Elas Por Elas (1982)

Personagem cômico da novela Elas Por Elas, que foi ao ar de 10 de maio a 27 de novembro de 1982, era um detetive particular atrapalhado que tinha como marca registrada um terno xadrez e uma gravata espalhafatosa. De tanto sucesso que fez, o personagem ganhou um seriado solo no ano seguinte e um longa metragem. Apesar de trocar os pés pelas mãos, no final ele sempre solucionava os casos. Luis Gustavo voltou a viver Mário Fofoca no remake de Ti Ti Ti de 2010.

Victor Valentim – Ti Ti Ti (1985)

Outro personagem icônico da novela que foi ao ar no horário das 19 horas entre  5 de agosto de 1985 e 7 de março de 1986. A trama girava em torno da rivalidade dos estilistas André Spina (Reginaldo Farias), que adota o nome artístico Jaques Leclair, e Ariclenes Almeida (Gustavo), que se faz passar pelo espanhol Victor Valentim. Para piorar, o filho de Ariclenes se apaixona pela filha de André.

Firmino – Mico Preto (1990)

Na trama, Luis Gustavo é Firmino Espírito Santo, um sujeito honesto, bom caráter, mas sem nenhuma sorte na vida. De uma hora para outra, ele passa a ter enorme poder nas mãos, quando assume a direção das empresas da milionária Áurea Menezes Garcia de quem é procurador. Daí ele tem que lidar com os três ambiciosos filhos da empresária, que abandonou os negócios para se casar com o namorado, bem mais jovem. A novela teve baixa audiência (a trama era bem fraquinha mesmo), e por conta disso essa interpretação bastante inspirada de Luis foi muito subestimada.

Vavá – Sai de Baixo (1996 – 2002)

O humorístico Sai de Baixo trouxe Luis Gustavo de volta ao formato teleteatro. O programa era gravado ao vivo com plateia de forma semelhante ao início da TV que o ator participou como contrarregra, e em seguida assistente de direção. Luis Gustavo era o Seu Vavá, o chefe de uma família disfuncional de ex-grã-finos, que tinha como membros a sua irmã Cassandra, vivida por Aracy Balabanian, que levou a reboque sua filha Magda, dona de uma surreal ausência de massa encefálica, e seu genro Caco Antibes, numa inspirada interpretação de Miguel Falabella. A família morava no sexto andar de um condomínio no Largo do Arouche, onde Vavá era síndico. Sai de Baixo foi um sucesso instantâneo, teve seu último programa gravado em 2001, mas ganhou um revival em 2013.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *