em ,

Sense 8 e o Especial de Natal com Sabor de Ceia Insossa

Os especiais de Natal das séries têm como objetivo atiçar os espectadores em momentos de hiatos, ou quando se demora um pouco mais para se produzir uma nova temporada. No caso de Sense 8, uma das séries que dividiu muitas opiniões produzida e dirigida pelas (agora irmãs) Wachowski, ocorreu uma demora entre as produções. Afinal, com uma série filmada em 8 países, o processo é bem mais complicado.

O grande problema desse especial de 2 horas está na trama. Como não se pode avançar na história contada nas temporadas regulares, a história não funciona bem. Para criar temas de especiais como esse, é necessário um bom background dos personagens e, a partir daí, desenvolver uma trama que não atrapalhe a história principal.

Só que como os personagens e os desenvolvimentos dos seus dons têm pouco tempo, não sobra muito espaço para construir algo que seja criativo e interessante. Esse especial nada mais é do que um longo episódio em que quase nada acontece, e serve mais para apresentarem a troca do ator que faz Capheus (Toby Onwumere substitui Aml Ameen, que teve “problemas criativos” com Lana Wachowski) e repetir cenas que deram certo na 1ª temporada. Porém, sem a mesma força, como a cena em que todos cantam a mesma música em sintonia e também a que mostra todos os sensitivos transando entre si. Caso não tenha ficado claro, a questão é que parecem mais repetição de cenas usadas anteriormente. Não há aqui qualquer caráter de crítica sobre os atos em si.

Sense 8 e o Especial de Natal com Sabor de Ceia Insossa | Críticas | Revista Ambrosia

Se tivessem usado um especial de Natal quando a série estivesse numa 3ª ou 4ª temporada, poderiam estabelecer uma trama que falasse de um período não mostrado na série, ou que tivesse deixado uma lacuna que os fãs fossem gostar de ver. No entanto, como foi feito logo de início, não tinha muito lastro para contar uma historia, e, assim, criou apenas um produto desinteressante. Tomara que na 2ª temporada isso possa ser corrigido, pois é uma série com um grande potencial.

Deixe sua opinião

Futuro dos Jetsons é recriado por Justin Lin em comercial

2017 nos cinemas com 20 filmes mais que aguardados