Ambrosia Críticas Blackkklansman (Infiltrado na Klan) - Resenha crítica do filme de Spike Lee

Blackkklansman (Infiltrado na Klan) – Resenha crítica do filme de Spike Lee

Neste episódio de Impertinências da Raquel, faço a resenha do longa Blackkklansman (Infiltrado na Klan), do diretor americano Spike Lee. Blackkklansman é um filme excepcional que traz uma história real, baseada no livro de Ron Stallworth, o primeiro policial de Colorado, nos anos 70, que resolveu se infiltrar no Ku Klux Klan para fazer uma investigação em torno das intenções violentas da organização.
O filme tem as maravilhosas participações de Adam Driver, o pouco conhecido irmão de Steve Buscemi – Michael Buscemi, Alec Baldwin (numa pontinha maravilhosa que faz na irônica abertura do filme) e, surpreendendo com seu talento, John David Washington, filho de Denzel Washington.
O filme traz uma história dos anos 70 para provocar reflexões sobre o momento atual que estamos vivendo mundialmente de retrocesso nas questões humanas e reaproximação a partidos e pensamentos de extrema direita e conservadorismo. Spike Lee consegue balancear humor e seriedade num filme realizado com maestria técnica e toques bastante autorais para nos seduzir a ouvir sua história e entender a relevância de sua mensagem.
Uma das coisas que o diretor traz em sua obra é uma clara ode a cultura negra e acho que uma das frases de ordem do movimento Black Panthers, dita também no filme, está totalmente alinhada com sua cinematografia e com um sentimento que emana de seus filmes: Black is Beautiful.

Publicação anteriorConcerto para João
Próxima publicaçãoDe como me lembro de Maguila

Alguém comentou?

Participe com sua opinião

Por favor preencha o comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

próxima publicação