em , ,

Blackkklansman (Infiltrado na Klan) – Resenha crítica do filme de Spike Lee

Neste episódio de Impertinências da Raquel, faço a resenha do longa Blackkklansman (Infiltrado na Klan), do diretor americano Spike Lee. Blackkklansman é um filme excepcional que traz uma história real, baseada no livro de Ron Stallworth, o primeiro policial de Colorado, nos anos 70, que resolveu se infiltrar no Ku Klux Klan para fazer uma investigação em torno das intenções violentas da organização.

O filme tem as maravilhosas participações de Adam Driver, o pouco conhecido irmão de Steve Buscemi – Michael Buscemi, Alec Baldwin (numa pontinha maravilhosa que faz na irônica abertura do filme) e, surpreendendo com seu talento, John David Washington, filho de Denzel Washington.

O filme traz uma história dos anos 70 para provocar reflexões sobre o momento atual que estamos vivendo mundialmente de retrocesso nas questões humanas e reaproximação a partidos e pensamentos de extrema direita e conservadorismo. Spike Lee consegue balancear humor e seriedade num filme realizado com maestria técnica e toques bastante autorais para nos seduzir a ouvir sua história e entender a relevância de sua mensagem.

Uma das coisas que o diretor traz em sua obra é uma clara ode a cultura negra e acho que uma das frases de ordem do movimento Black Panthers, dita também no filme, está totalmente alinhada com sua cinematografia e com um sentimento que emana de seus filmes: Black is Beautiful.

Publicado por Raquel Gandra

Raquel é uma menina de muitos interesses. Dessas de olhos grandes e pés flutuantes. Na vida burocrática do dia a dia, trabalha com edição de vídeo e fotografia. Seu sonho é conhecer todas as pessoas divertidas do mundo e aprender um pouco com cada uma delas em paisagens diferentes como panos de fundo. E também fazer filmes que encham as pessoas de calor ou confusão interna.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *