Publicações

  • Fortuna Crítica: Mid-Life, de Joe Ollmann

    A famosa “meia idade”. Com 40 anos chega-se na meia idade, não? Ou só com 50? Bom, não vou perder meu tempo com esse tipo […] Mais

  • Fortuna Crítica: My New New York Diary

    Será que existe um complô misógino nas editoras brasileiras de quadrinhos? Eu acredito que sim, que senhores tramam ás escondidas  nos corredores, para que o […] Mais

  • Fortuna Crítica: Bigfoot, de Pascal Girard

    Ah, a adolescência.  Época mágica, época de… Se foder. No singelo “Bigfoot” o franco-canadense fala um pouco sobre essa terrível fase da vida. Ainda bem […] Mais

  • Fortuna Crítica: Wilson, de Daniel Clowes

    Desde “Pussey”, onde narrava as peripécias de um desenhista nerd (sério??) de super-heróis, Daniel Clowes não lançava um álbum tão engraçado como esse recente “Wilson”. […] Mais

  • Fortuna Crítica : El Arte, de Juanjo Sáez

    “El Arte – Conversaciones Imaginarias Con Mi Madre” Juanjo Sáez –  Común Editorial Amaldiçoado seja o dia em que comprei um álbum do catalão Juanjo […] Mais

  • Fortuna Crítica: Con La Cabeza en Las Nubes

    O argentino Diego Bianki fazia parte do time que editava a Lapiz Japonéz, revista cascuda que teve 4 números nos anos 1990. O pessoal ali […] Mais

  • Fortuna Crítica: Ordinário, de Rafael Sica

    Até o ano passado, os quadrinhos no Brasil tinham dois marcos pós anos 2000: “Vida Boa”, do gênio Fabio Zimbres, e “Laertevisão”, do não menos […] Mais

  • Fortuna Crítica: Cicatrizes, de David Small

    Família é uma merda. É isso que grita das páginas do magnífico “Cicatrizes”, HQ autobiográfica do norte-americano David Small. O pai é um filho da […] Mais