Geraldo Sarno ganha mostra de cinema gratuita no CCBB Rio de Janeiro

17
0

Do dia 19 de julho ao dia 7 de agosto de 2023, o Centro Cultural Banco do Brasil Rio de Janeiro recebe a mostra “Retrospectiva Geraldo Sarno”, um grande inventário sobre a obra de um dos mais combativos cineastas brasileiros.

Quase toda filmografia do homenageado estará disponível ao público. Ao todo, serão apresentados 26 filmes, entre curtas, médias e longas – além de um episódio de uma série ainda inédita, permitindo que o público mergulhe na obra de Geraldo Sarno, falecido em 2022, aos 83 anos, de Covid-19.

A programação é inteiramente gratuita e inclui ainda mesas de debates presenciais, além de um catálogo online. A retrospectiva conclui sua trajetória no Rio de Janeiro após passar pelos CCBBs Brasília e São Paulo.

Os curadores, Ewerton Belico e Leonardo Amaral, se empenharam no cuidado com a seleção das obras e na distribuição das mesmas na programação. Elaboraram, pois, uma retrospectiva inédita, incluindo documentários e ficções, de um diretor combativo, perseguido pela ditadura militar, e cuja carreira se estendeu por mais de 5 décadas, sempre empenhado em registrar as diversas faces da cultura tradicional brasileira: a religiosidade popular; a herança cultural e espiritual afro-brasileira; a literatura de cordel; os santeiros; a memória do cangaço; o artesanato; as formas de cantoria tradicional.

Ewerton Belico diz que “a mostra pretende fazer jus à importância histórica deste cineasta com uma carreira de mais de 50 anos, e que é ainda pouco conhecido do grande público. Sua obra é marcada por impressionante consistência temática e notório engajamento político, e atravessada pela preocupação com as permanências das culturas populares e dos efeitos da migração sobre as populações tradicionais. Embora pouco exibidos e, principalmente, raramente debatidos em âmbito nacional nos últimos anos, alguns dos filmes de Sarno foram analisados no calor da época por críticos e pesquisadores de grande relevância. Passados vários anos, é importante que seus filmes sejam revisitados e reprogramados a fim de se estabelecer novos diálogos e novas análises, sobretudo diante da quase ausência de exibições de trabalhos muito relevantes ao longo dos últimos anos. É importante destacar que toda programação da mostra é gratuita”.

Como pontos altos da mostra, os curadores ressaltam: “Sertânia”, premiado último dos longas dirigidos por Sarno, em sessão com acessibilidade moviereading; cópias novas de “Iaô” e “Plantar nas estrelas”, feitas especialmente para a mostra, com apoio do CTAv; distribuição gratuita de DVDs com seis curtas de Geraldo Sarno na sessão de abertura, com apoio do CTAv, responsável pela produção desse material; e a exibição de um episódio de Sertão de Dentro, série inédita dirigida por Geraldo Sarno.

A mostra “Gerado Sarna” realizará ainda três atividades paralelas de formação: apresentação da mostra seguida de sessão de abertura pelo curado Leonardo Amaral, no dia 17 de julho, às 18h; debate sobre “Geraldo Sarno, contemporaneidade e história”, com Hernani Heffner e Milena Manfredini, no dia 22 de julho, às 14h; e debate sobre “Documentário e tradição em Geraldo Sarno” com Bernardo Oliveira e Clara Flaksman, no dia 29 de julho, às 14h.

Serviço

Mostra Retrospectiva Geraldo Sarno
19 de julho a 7 de agosto 2023
Programação gratuita
Ingressos: disponíveis na bilheteria do CCBB ou em bb.com.br/cultura
Classificação indicativa: consultar programação
Site: bb.com.br/cultura e www.anacoluto.art/retrospectivageraldosarno-mostra
Centro Cultural Banco do Brasil – Rio de Janeiro
Rua Primeiro de Março, 66 – Centro
Contato: (21) 3808-2020 | ccbbrio@bb.com.br

Apresentação da curadoria da mostra – seguida da sessão de abertura com Espaço Sagrado e Iaô

Data: 19/07
Horário: 18h
Com: Leonardo Amaral – curador
Ementa: Apresentação do conceito norteador da mostra, com o eixo curatorial que guia a seleção dos filmes e os principais temas a serem abordados nas atividades formativas.

Debate sobre Geraldo Sarno, contemporaneidade e história

Data: 22/07
Horário: 14h
Palestrantes: Hernani Heffner e Milena Manfredini
Acessibilidade – LIBRAS
Ementa: A mesa irá discutir o papel que Sarno ocupa frente a história do cinema brasileiro moderno e em que medida sua obra interpela o cinema contemporâneo.

Debate sobre Documentário e Tradição em Geraldo Sarno

Data: 29/07
Horário: 14h
Palestrantes: Bernardo Oliveira e Clara Flaksman
Acessibilidade – LIBRAS
Ementa: Geraldo Sarno foi em grande medida o cineasta das experiências – culturais e sociais – das comunidades tradicionais. Essa mesa irá discutir em que medida seu cinema é tocado pela religiosidades tradicionais, em especial àquelas de matriz africana.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *