Orquestra Sinfônica do Paraná une composições russa, tcheca e brasileira no Guairão

23
0

A Orquestra Sinfônica do Paraná se apresenta no palco do auditório Bento Munhoz da Rocha Neto (Guairão) no próximo domingo 6 de agosto, às 10h30, com a participação do maestro convidado Claudio Cruz e a renomada violoncelista Marina Martins. O programa une os compositores russo Dimitri Shostakovitch e tcheco Antonin Dvorák ao brasileiro Arthur Barbosa.

“O maestro Claudio Cruz é um grande amigo, um grande músico e violonista. É um dos melhores regentes que temos no país. A Marina Martins é uma jovem brasileira que está fazendo uma carreira brilhante na Europa”, destaca o regente titular da Sinfônica, o maestro Roberto Tibiriçá.

O programa inicia com a peça “Fantasia Velhos Carnavais”, do grande compositor brasileiro e pesquisador musical Arthur Barbosa. Depois, Marina vai tocar o concerto de Shostakovich: Concerto para violoncelo nº 2, e a manhã encerra com a linda Sinfonia nº 7, de Dvorák.

Os ingressos já estão à venda, com valores de R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada). Eles podem ser adquiridos na bilheteria do Teatro Guaíra e na plataforma DeuBalada.com, pelo link https://deubalada.com/evento/81/ORQUESTRA_SINFONICA_DO_PARAN.

Convidados

O maestro convidado para reger o concerto é Claudio Cruz, vencedor de dois Grammys Latino, em 2002 e 2004. Considerado um dos grandes compositores brasileiros, o regente e violinista é atualmente maestro e diretor musical da Orquestra Jovem do Estado de São Paulo. Ele também coleciona apresentações pela Europa e foi o primeiro violino do Quarteto Carlos Comes.

Junto a ele estará a jovem Marina Martins. A violoncelista fez sua estreia como solista aos 16 anos, na Inglaterra, e é considerada um dos principais entre os musicistas de sua geração. Nascida em 1999, ela coleciona apresentações ao lado de renomados maestros e orquestras.

Compositores

A Orquestra Sinfônica vai prestigiar o compositor brasileiro renomado Arthur Barbosa, estudioso dos ritmos latino-americanos. A composição “Fantasia Velhos Carnavais” faz referência à época dos grandes carnavais brasileiros, quando orquestras tocavam marchinhas e marchas-rancho em salões de bailes, além de frevos e outros ritmos tradicionais.

“É sempre feliz ter uma orquestra sinfônica brasileira importante tocando obras minhas. A obra escolhida é bem representativa do trabalho que faço como compositor, que é o de resgate da música brasileira e latino-americana. Será um concerto memorável”, frisa Arthur Barbosa.

Os demais compositores deste concerto deixaram obras marcantes. O russo Shostakovitch se consagrou, em todo o mundo, como o maior sinfonista soviético em 1942, com sua Sétima Sinfonia “Leningrado”. A obra a ser apresentada é a última concertante de Shostakovitch, composta aos 60 anos, em setembro de 1966; uma das mais ricas e atrativas dele.

Dvorák, nascido no Império Austríaco, foi integrante da Escola dos organistas de Praga, onde ingressou em 1857 e aprendeu, ao mesmo tempo, piano e violino. Criador da sinfonia tcheca, reflete exatamente o conjunto de referências culturais de seu país, com apego às tradições históricas e lendárias eslavas. A obra a ser apresentada foi inspirada pela Terceira Sinfonia de Brahms e escrita em quatro meses e contém quatro movimentos.

Serviço

Data: 6 de agosto (domingo), às 10h30
Local: Auditório Bento Munhoz da Rocha Neto – Guairão
Maestro: Claudio Cruz
Solista: Marina Martins (cello)
Tempo de duração: aproximadamente uma hora e trinta minutos

Programação:

Arthur Barbosa: Fantasia Velhos Carnavais;
Shostakovich: Concerto para violoncelo nº 2;
Dvorak: Sinfonia nº 7
Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada). Disponíveis na bilheteria do Teatro Guaíra ou pela internet no link https://deubalada.com/evento/81/ORQUESTRA_SINFONICA_DO_PARAN

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *