SP Escola de Teatro e Universidade de Gdańsk, da Polônia, lançam livro

“Entre Almanach”, publicado pelo Selo Lucias, reúne artigos acadêmicos, entrevistas e materiais literários

81
0

A SP Escola de Teatro lança, em 16 de maio, a mais nova publicação editada pelo seu Selo Lucias: o livro “Entre Almanach”, um compilado de textos que refletem o fazer teatral em suas mais diversas formas. O livro é feito em parceria com a Universidade de Gdańsk, da Polônia, parceira que vem mantendo contato há anos com a SP Escola de Teatro, promovendo reflexões e trocas pedagógicas, e com a Universidade Federal de Goiás. O livro dá sequência aos anuários “Between.Pomiędzy” (cujo nome significa “entre”, em inglês e em polonês), editados na Polônia desde 2013.

O lançamento acontece às 19h de 16/5, no hall da Unidade Roosevelt da SP Escola de Teatro (Praça Roosevelt, 210) e terá distribuição gratuita aos presentes. Depois, fica disponível para leitura e download no site da SP Escola de Teatro.

O livro é dividido em cinco partes: “Poesia”, “Between.Pomiędzy – Um ponto de encontro”, “Teatro no Brasil”, “Teatro na Polônia” e “Samuel Beckett, Jacques Lecoq, Peter Brook, Complicité e além”. Entre os temas abordados, estão escritas performativas, o diretor e dramaturgo irlandês Samuel Beckett, o teatro do Estúdio Lusco-Fusco, a literatura de Oswald de Andrade, o diretor Jan Klata, a poesia de Tadeusz Różewicz, o Teatro Laboratório na Polônia, a relação entre Beckett e psicanálise e o impacto da plataforma TheTheatreTimes.com.

Com organização de Ivam Cabral, Marcio Aquiles, Robson Corrêa de Camargo e Tomasz Wiśniewski, o livro-almanaque traz 33 textos de diversos pensadores do teatro: Tomasz Wiśniewski, Márcio-André de Sousa Haz, Maria Giulia Pinheiro, Jan Wiśniewski, S.E. Gontarski, Ronei Vieira Nogueira, Robson Corrêa de Camargo, Martin Blaszk, Katarzyna Pastuszak, Roksana Zgierska, Mariana Tagliari, Maciej Różalski, Luís Holiver, Andrea Carla de Miranda Pita, Evelin Reginaldo, Klaudia Łączyńska, Katarzyna Kręglewska, Joanna Lisiewicz, Małgorzata Woźniak, Adam Mickiewicz, Wang Chong, Peng Tao, Fay Lecoq, Jos Houben, Marcello Magni, Magda Romanska e Kasia Lech.

Também escrevem para o livro Ivam Cabral, diretor-executivo da SP Escola de Teatro; Beth Lopes, coordenadora pedagógica da Escola; e Marcio Aquiles, responsável pelos projetos internacionais e parcerias.

Impacto da publicação

No prefácio do volume, Marília Marton, secretária de Estado da Cultura, Economia e Indústria Criativas, reflete sobre a importância desse novo lançamento do Selo Lucias:

“O ‘Entre Almanach’ é um testemunho da força dessa profícua parceria internacional e do valor da colaboração entre diferentes culturas e tradições teatrais. A parceria cultural com a Polônia aproxima duas nações com ricas tradições artísticas e históricas. Essa colaboração promove o intercâmbio de conhecimentos, fortalece laços diplomáticos e enriquece a produção cultural de ambos os países. Por meio dessa aliança, compartilhamos experiências, ampliamos horizontes e celebramos a diversidade, contribuindo para um mundo mais conectado e enriquecedor”, diz a gestora.

Já Tomasz Wiśniewski, um dos organizadores do livro, analisa: “Um almanaque permite uma combinação de escritos de todos os tipos: poemas originais e traduzidos, narrativas, peças dramáticas curtas, conversas, entrevistas, ensaios, artigos acadêmicos e memórias pessoais. Seu poder de combinar ‘pedaços e peças’ heterogêneos em um todo coerente continua sendo um milagre para mim. Até agora, publicamos volumes em inglês e polonês, e alguns deles incluíam traduções de textos de autores brasileiros. Mas não pudemos resistir à tentação oferecida por Ivam Cabral e Marcio Aquiles de entrar em um novo tipo de colaboração. Após uma troca teatral simbolicamente provocada por Zbigniew Ziembiński, muito tempo atrás, em 1943, o velho Zimba, todos concordamos com a sugestão de Robson Corrêa de que o Almanach também deveria ser publicado no Brasil e em português”.

Parceria

A associação parceria da SP Escola de Teatro com a Universidade de Gdańsk se iniciou em 2022, quando os professores daquela instituição Tomasz Wiśniewski e Martin Blaszk ministraram um curso na SPET e ficaram encantados com os estudantes e o sistema pedagógico. A ponte entre as duas instituições de ensino resultou, antes deste “Entre Almanach”, na publicação de artigos acadêmicos na Europa escritos por profissionais da SPET.

Ivam Cabral e Marcio Aquiles escreveram juntos “Teatro e justiça social no Brasil: o caso da Escola de Teatro de São Paulo” para a publicação Rozproszenie – Almanach Between.Pomiędzy 2023. Já Rodolfo García Vázquez, coordenador da linha de Direção da Escola, publicou “Formas de tecnopresença no palco. Experiências brasileiras do Teatro Os Satyros e da SP Escola de Teatro” na publicação Tekstualia. Os dois textos atestam a relevância acadêmica do projeto e gestão da SP Escola de Teatro no âmbito da pesquisa de teatro e gestão teatral, não só no Brasil, mas no exterior.

Mauricio Barreira
WRITTEN BY

Mauricio Barreira

Formado em Rádio e TV pela ECA-USP, pós-graduação em Gestão Cultural pelo Senac.
Assessor de imprensa, produtor cultural e radialista.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *