Uca Uca Uca, Força na Peruca canta os 185 anos de Brotas

Uca Uca Uca, Força na Peruca canta os 185 anos de Brotas – Ambrosia

No ano em que completa 26 anos, o tradicional bloco carnavalesco Força na Peruca apresenta o enredo “Na terra da amizade, brota amor, alegria e Força na Peruca”, de autoria das compositoras Ana Paula Barbulho e Célia Jordani. Para comemorar os 185 anos da cidade, a música conta um pouco sobre a origem de seu nome e de sua história, homenageando sua fundadora, Francisca Ribeiro dos Reis. Clássico do Carnaval da cidade do Interior paulista, a 235 km da Capital, o bloco este ano desfila nos dias 10 e 12 de fevereiro (sábado e segunda), às 21 horas, na rua Rodolfo Guimarães, e entra na avenida com os três bonecões gigantes, enaltecendo Francisca, os tropeiros e aventureiros.

Na sua formação a Força conta com a porta-estandarte Maize Rosendo; a rainha de bateria Rafaela Leite (ambas com fantasias criadas e executadas pelo artista Carlos Rebecca), 150 integrantes na ala dos foliões e 85 integrantes na bateria, caracterizados com abadás e perucas;a mestre de bateria Maíra Bertanha; a mestre de tamborim Sueli Blanco; um músico contratado, um técnico de som; e as cantoras e puxadoras do samba Ana Cláudia Barbulho, Maisa Bertanha, Ana Paula Barbulho e Célia Jordani.

Entre as curiosidades, importante ressaltar que este ano as perucas – acessório desde o começo incorporado ao nome do bloco e indispensável na brincadeira – foram criadas e confeccionadas pelo grupo da diretoria da própria Força na Peruca, sob a coordenação de Cris Abreu e Maize Rosendo. As perucas das cantoras e do bonecão Francisca foram criadas por Luci Attarian, uma das pioneiras, responsável pela concepção das cabeças no início do bloco. Todos os integrantes usarão perucas, com cores variando de acordo com a ala. A bateria sai com as cores da escola, o azul noite e o laranja. O blocão usa as “cabeças” em dois tons de azul e dois tons de verde, remetendo à natureza da cidade, às águas e às matas. Também no quesito novidade, em 2024 foi escolhido um funk ao invés do  samba-reggae para ser a segunda música a ser apresentada durante o trajeto na avenida. Ambas foram gravadas e finalizadas no estúdio Eletrola, de Gigi Magno, em São Paulo.

“Essa alternância de ritmos tornou-se uma marca registrada da Força, que vem apostando na fórmula desde 2013, quando cantou o samba-reggae Sob os pés 0da Santa Cruz, comenta Célia Jordani, presidente da Força na Peruca. A estimativa é que cerca de 300 foliões participem do desfile nos dois dias programados. “Convidamos quem for pra rua assistir o Força na Peruca a se divertir como nós. Vamos soltar a alegria e cantar nosso amor pela cidade. Queremos contagiar brotenses e turistas”, diz a presidente do bloco, Célia Jordani.

História

O Bloco Força na Peruca nasceu em 1998, “meio sem querer”, numa iniciativa de amigos que, reunidos em uma fazenda num carnaval brotense, resolveram desfilar de forma improvisada. “Nesse primeiro ano saímos apenas com um grito de guerra que usamos até hoje: Uca, Uca, Uca, Força na Peruca! A diversão foi tanta que não paramos mais”, conta Jordani, ressaltando que é justamente a amizade entre os integrantes do Bloco que faz o carnaval do Força na Peruca acontecer. São 26 anos de história e muitos temas, inclusive de fatos e personagens de Brotas, trazidos para a rua, sambas-enredo, que, na sua maioria, exaltam as belezas da cidade, sua natureza, sua história. Em mais de duas décadas o Força na Peruca já homenageou todos os blocos carnavalescos da cidade, os 100 anos da Vila Vicentina (casa de idosos de Brotas), as antigas viagens de trem, a Tuta Biruta (que viveu na cidade e marcou a infância de muita gente), o rio Jacaré-Pepira, a Santa Cruz e as cachoeiras, entre outros.  “Também cantamos o amor à vida, o respeito às diferenças e, claro, a amizade. Nosso carnaval tem sempre muito amor e diversão envolvidos”, diz Célia.

Bloco Força na Peruca

Diretoria

Célia Maria Jordani

Jociane Mara Bento

Edna Lage

Sandra B. Polaquini

Sicília Perez de Camargo

Maize Rosendo

Ana Paula Barbulho

Madalena Karosas

Mariana Helena Pereira

Sueli Blanco B. Dias

Cristiane Helena Abreu

Desfiles Bloco Força na Peruca

Dias 10 de fevereiro (sábado), na rua Rodolfo Guimarães, às 21 horas. 

Dia 12 de fevereiro (segunda), na rua Rodolfo Guimarães, às 21 horas. 

Integrantes: cerca de 300 foliões.

Total
0
Links
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ant
Destino Varanasi: trechos do livro de Patricia Ruhman Seggiaro
Destino Varanasi: trechos do livro de Patricia Ruhman Seggiaro – Ambrosia

Destino Varanasi: trechos do livro de Patricia Ruhman Seggiaro

Patricia Ruhman Seggiaro nasceu em 1965 em São Paulo, Brasil, onde passou a sua

Prox
Felipe Rodrigues traz a poesia clássica para o mundo dos memes em novo livro
Felipe Rodrigues traz a poesia clássica para o mundo dos memes em novo livro – Ambrosia

Felipe Rodrigues traz a poesia clássica para o mundo dos memes em novo livro

Autor do livro de poemas “A Forma do Fogo”, Felipe Rodrigues trata de temas

Sugestões para você: