Cultura colaborativa! Participe, publique e ganhe pelo seu conteúdo!

Dungeon Meshi: Uma divertida série de fantasia com muito potencial

Dungeon Meshin é uma nova série de anime que segue aventureiros em uma jornada perigosa em uma masmorra cheia de criaturas fantásticas. Se você gostou de Dungeons & Dragons: Honra Entre Rebeldes (2023) e talvez até de Chopped, essa série é para você. A série, exibida na Netflix, combina elementos de aventura, comédia e fantasia e é baseada em um mangá, Danjon Meshi, escrito e ilustrado por Ryōko Kui. O Studio Trigger anima a adaptação, com episódios dirigidos por Yoshihiro Miyajima e escritos por Kimiko Ueno. Iremos analisar os episódios que já foram disponibilizados.

A série se inspira bastante em Dungeons and Dragons, com aventureiros se organizando em guildas e grupos, e tendo que se preocupar com coisas como seus equipamentos, suprimentos e rotas. Mas apesar das referências, é um anime muito acessível e fácil de assistir, e acima de tudo não se leva muito a sério para explorar a verdadeira paixão de Laios (e da própria série): a comida.

A história gira em torno desse personagem e seus companheiros, Marcille e Chilchuck. Depois de um ataque fracassado às masmorras que resultou em sua irmã mais nova, Falin, sendo devorada por um Dragão Vermelho, Laios e os membros restantes de seu grupo decidiram resgatá-la de ser digerida pelo dragão. O ciclo de digestão do dragão dura um mês; quando isso acontecer, qualquer esperança de ressuscitar Falin desaparecerá. Portanto, há um forte elemento de pressão do tempo na história. 

Entrar em masmorras não é fácil. Tendo perdido a maior parte de seus suprimentos no ataque inicial, o grupo não pode comprar rações. Eles tomam a decisão incomum de comer monstros que encontram na masmorra. Assim, a parte “deliciosa” de Dungeon Meshin está aí, Laios se anima em experimentar diferentes refeições, mas dos monstros que encontra nas masmorras, o que às vezes pode fazer com que ele fique sem tato. Isso contrasta com sua forte personalidade de lutador. 

Marcille Donato é um cautelosa maga meio-elfo e membro original do grupo de Laios, que empunha um cajado de madeira e pode usar várias formas de magia. Sob nenhuma circunstância ela quer comer os monstros. Marcille é como aquela pessoa que só pede frango e batatas fritas em um restaurante novo. Mas ela é proficiente em realizar feitiços complicados e de alto poder para ajudar seu grupo durante a aventura. 

Chilchuck Tims é um halfling, serralheiro e membro original do partido de Laios. Ele tem boa destreza e sentidos aguçados, que usa para desativar armadilhas, localizar caminhos escondidos e roubar carteiras para o grupo. Chilchuk acha que o fascínio de Laios por comer monstros é irritante, mas ele se preocupa com a festa. Ele é hábil em encontrar armadilhas, mas não gosta de pedir ajuda e evitará lutar se puder.

Senshi (dublado por  SungWon Cho) é um guerreiro anão que se junta ao grupo após sua horrível tentativa de cozinhar um escorpião monstro. Nós o conhecemos no primeiro episódi Ele está na masmorra há dez anos e ajudou a manter o ecossistema equilibrado, um mestre na arte de fazer comidas com monstros.

O estilo visual de  Delicious in Dungeon  é uma animação muito vibrante e detalhada, que dá vida ao mundo místico da série. Não é à toa que Trigger, o estúdio por trás dele, é o mesmo responsável por Cyberpunk: Edgerunners. A série apresenta um estilo de arte único e caprichoso que complementa a comédia ao longo da história. Os designs dos personagens são expressivos e capturam as diferentes personalidades dos aventureiros. O charme e apelo da série são adoráveis e como as diferentes cores e texturas da animação a tornam uma série envolvente. O anime leva tempo para apreciar, preparar e explorar a comida enquanto os personagens navegam na masmorra e dependem de seus recursos para seu sustento. 

O tema da sobrevivência é proeminente, à medida que os aventureiros encontram diferentes monstros, como fantasmas, plantas carnívoras, basilisco, kensuke e muitos mais! À medida que exploram a masmorra, isso os força a se adaptar e encontrar maneiras de sobreviver. Além disso, têm a oportunidade de descobrir novos sabores e pratos culinários neste cenário mágico. O grupo de Laios deve trabalhar junto e utilizar diferentes habilidades para reunir recursos, lutar contra monstros e chegar ao Dragão Vermelho a tempo de salvar Falin. Além dos temas, o equilíbrio entre os personagens e vê-los se movimentar por novos ambientes interessantes. Existem tantos níveis diferentes na masmorra.  

É um anime engenhoso que sabe como distorcer os tropos do anime de fantasia e das aventuras nas masmorras com todos os seus estereótipos. Desde comer limos errantes até usar armadilhas de fogo para fazer um refogado improvisado, tudo é possível no mundo de Dungeons and Dragons se você tiver inteligência e uma boa faca de cozinha em mãos.

Dungeon Meshi

Dungeon Meshi
85 100 0 1
Nota: 8.5/10 Fantástico
Nota: 8.5/10 Fantástico
85/100
Total Score iFantástico
Compartilhar Publicação
Link para Compartilhar
Publicação Anterior

Taynã reflete se reconecta com a natureza no clipe “Auto Marambaia” 

Próxima publicação

Circuito de Filmes Cine Educação estreia no Rio com entrada gratuita

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia a seguir