14º Brasil Cinemundi anuncia seleção de projetos

14º Brasil Cinemundi anuncia seleção de projetos – Ambrosia

Ao todo, 50 projetos foram selecionados para participar da 14edição do Brasil CineMundi. Rodadas de negócios, mentorias, labs e workshops estão entre as atividades do maior encontro de coprodução internacional do Brasil

A 14a edição do Brasil CineMundi, realizada dentro da programação da CineBH – Mostra Internacional de Cinema de Belo Horizonte, acontece na capital mineira entre os dias 26 de setembro e 1º de outubro de 2023. O evento de mercado do cinema brasileiro, consolidado como plataforma de rede de contatos e negócios entre a produção do país e os profissionais do setor audiovisual mundial, promove o intercâmbio entre o mercado internacional e projetos de filmes brasileiros para potencializar conexões entre realizadores independentes, potenciais parceiros e troca de ações e informações.

Anualmente, o Brasil CineMundi seleciona diversos projetos para compor sua programação, que oferece desde rodadas de negócios a atividades de formação. Para 2023, a comissão de seleção selecionou 50 projetos divididos em cinco categorias. São 40 projetos em desenvolvimento, sendo 10 na categoria Horizonte (representa o horizonte de temas, diversidade e criação do audiovisual brasileiro), seis na DocBrasil Meeting (focada em documentários), seis na Foco Minas (exclusiva para projetos mineiros) e 18 na categoria Paradiso Multiplica (parceria com o Projeto Paradiso, incubadora de talentos).

Já na categoria WIP – Primeiro Corte, dedicada a longas-metragens em fase de finalização, foram selecionados 10 projetos, divididos nas seções Montagem e Mercado Internacional. O comitê de seleção foi composto por colaboradores nacionais e internacionais do Brasil CineMundi: Paulo de Carvalho (Alemanha), Gudula Meinzolt (Suíça), Séverine Roinssard (França), Pedro Butcher e Lila Foster (Brasil) e Cecília Gabrielan da Universo Produção.

Para Butcher, um dos integrantes da comissão, foi um ano de significativo aumento no número de inscrições de projetos (203 em desenvolvimento e 55 “work in progress”), o que indica a efervescência da produção brasileira mesmo ainda sob impacto das consequências da pandemia de COVID-19, que afetou tantos processos de trabalho. “É interessante também perceber a forte presença de Minas Gerais, especialmente nos filmes em finalização. Dos 10 selecionados, quatro são mineiros”, destaca ele.

Minas Gerais teve total de 16 projetos selecionados em todas as categorias e, mesmo descontando a Foco Minas, segue como o estado com maior número de projetos selecionados para esta edição. Em seguida vêm São Paulo (7), Rio de Janeiro (5) e Bahia (5). Outros estados participantes são Alagoas,Amazonas, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Maranhão, Pará, Pernambuco, Rio Grande do Sule Santa Catarina.

Todos os projetos escolhidos para o Brasil CineMundi participam do CineMundi Lab – programa de formação – e terão acesso a lab de desenvolvimento, workshop de Design de Audiência, mentorias de roteiro, consultorias com tutores especializados, masterclasses, estudo de caso, debates e painéis de mercado. Nas rodadas de negócios, os produtores e diretores dos projetos participantes têm encontros individuais com os profissionais nacionais e internacionais, convidados pelo evento, interessados em coprodução e vendas audiovisuais no mundo todo.

Entre os convidados a participarem do Brasil CineMundi estão produtores interessados em coproduzir com o Brasil, agentes de vendas, distribuidores, tutores, representantes de fundos de financiamento, programadores de festivais internacionais e representantes de players nacionais de circulação multimídia, como canais de streaming e televisão.

O programa mantém ainda parcerias com instituições e fundos nacionais e internacionais de incentivo à coprodução, desenvolvimento e apoio, que distribuem prêmios de participação em eventos de mercado e de desenvolvimento. Os parceiros desse ano são Conecta (Chile), DocMontevideo (Uruguai), DocSP (São Paulo), Encuentros BioBioCine (Chile),FIDBA – Festival Internacional de Documentários de Buenos Aires (Argentina),MAFF – Festival de Málaga(Espanha), Nuevas Miradas (Cuba), Projeto Paradiso (Brasil), RIDM – Festival Internacional de Documentários de Montreal (Canadá),TorinoFilmLab (Itália), Ventana Sur (Argentina)e World Cinema Fund (Alemanha). Além destes, empresas e órgãos da indústria audiovisual brasileira, como CTAv, DOT,Mistika, Naymovie, e da indústria internacional, Islote Post (Chile) e Parati Films (França) oferecem premiação em materiais e serviços com objetivo de contribuir e incentivar a produção ou finalização dos projetos.

Total
0
Links
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ant
Maria Dolores Wanderley lança seu novo romance
Maria Dolores Wanderley lança seu novo romance – Ambrosia

Maria Dolores Wanderley lança seu novo romance

A História de Doralice é o terceiro romance da escritora potiguar

Prox
Avenida Paulista recebe a exposição “Tornar-se ORLAN”
Avenida Paulista recebe a exposição "Tornar-se ORLAN" – Ambrosia

Avenida Paulista recebe a exposição “Tornar-se ORLAN”

Panorâmica da artista performática reúne, no Sesc Avenida Paulista, uma série de

Sugestões para você: