em

7 motivos para rever Constantine

7 motivos para rever Constantine | Filmes | Revista Ambrosia

Recentemente me peguei envolvido com uma reprise de Constantine (2005) na HBO às sete de manhã, e mesmo neste insensível horário o filme voltou a  capturar minha atençãoaté o final, o que me motivou a escrever este texto em defesa deste, que poderia ter originado uma franquia bem legal para os cinemas. E no lugar de uma tradicional crítica, um tanto desnecessária a esta altura, achei por melhor defender alguns motivos para revisitar o filme.

1. Um bom roteiro. Na trama, John Constantine é abordado pela detetive Angela Dodson para lhe ajudar a provar que sua irmã gêmea não morreu cometendo suicídio, já que ela era católica e conhecia bem a penitência para tal atitude. Conforme a dupla começa a investigar o caso, vamos descobrindo que a luta entre céu e inferno continua intensa mesmo após milhares de anos, e que a arena desta disputa é nosso plano de existência. Mesmo assim nada é tão simples na vida de John Constantine, que no final precisa lidar diretamente com o próprio Lúcifer novamente.

2. John Constantine. Um dos melhores personagens dos quadrinhos de todos os tempos, a criação de Allan Moore perdeu seu charme britânico nesta adaptação, mas quem é fã do personagem ainda vai reconhecer e se divertir com a maneira de Constantine lidar com forças maiores que a compreensão humana.

7 motivos para rever Constantine | Filmes | Revista Ambrosia

3. Keanu Reeves. Você pode não ser grande fã do jeito blasé do ator, mas existem papéis que lhe caem como uma luva, e Constantine foi assim justamente pelas mudanças feitas no personagem pelo diretor Francis Lawrence, que sacou que o ator não convenceria como um ocultista inglês. Ao criar esta versão californiana de Constantine, o papel ficou na medida exata para Reeves.

4. Rachel Weisz. Aqui não é preciso dizer muito, a atriz vencedora de um Oscar e de um Globo de Ouro sempre agrega valor aos filmes que participa, e como a detetive Angela Dodson não é diferente. Mesmo sendo a personagem coadjovante, Rachel cresce em todos momentos  e termina o filme tão marcante quanto o protagonista.

7 motivos para rever Constantine | Filmes | Revista Ambrosia

5. Personagens legais. Antes de estourar com Transformers, Shia LaBeouf participou desta divertida versão do Chas, o motorista e ajudante de Constantine; O excelente ator Djimon Hounsou interpreta Papa Meia-Noite, uma criatura neutra na guerra entre céu e inferno há mais tempo do que podemos compreender; Tilda Swinton dá vida e convence como o andrógeno arcanjo Gabriel,  um dos personagens que surpreende ao longo do filme; Peter Stormare rouba o filme como Lúcifer, numa excelente escolha dos produtores; e ainda tem o Gavin Rossdale, vocalista do Bush, como o demônio Baltazar.

6. Constantine vs Lúcifer. O climax do filme é espetacular, não pela localidade ou pela ação, que se mantém no mesmo nível do resto do filme, mas por mostrar John Constantine enganando “mais uma vez” Lúcifer, notoriamente conhecido como o senhor das trapaças. E como já disse no item anterior, o ator Peter Stormare (vocês devem lembrar dele da série Prison Break) está fantástico, passando uma roupagem moderna para o demônio.

7 motivos para rever Constantine | Filmes | Revista Ambrosia

7. Uma outra visão. Hoje em dia somos dominados pela busca de adaptações fiéis aos quadrinhos, principalmente após a internet ter dado voz aos fãs mais xiitas, que adoram reclamar em blogs, fóruns e redes sociais. Vejo isto com certa tristeza, pois o material original em 99% das vezes sempre vai ser melhor que a adaptação, o que teoricamente deveria libertar as adaptações para se tornarem novas leituras criativas da história ou dos personagens. É assim com obras clássicas, como Romeu e Julieta, e conforme o tempo vai passando é assim em suas próprias editoras e estúdios, com constantes atualizados e reformulados dos personagens pelos detentores de direitos autorais. Ao meu ver Constantine é um exemplo de filme que poderia ampliar a riqueza de seu personagem, mas que vive segregado por essa distorção dos fãs que parecem relutar em crescer e abandonar essa teimosia infantil (e isso vale também para outras adaptações).

Aproveitem o passeio!

5 Comments

Deixe sua opinião!
  1. Concordo com essa análise, acho Constantine um filme enxuto e bem equilibrado, li todas as histórias do Constantine e tiro o chapéu pro roteirista que conseguiu imprimir sua marca apesar do personagem ser bem diferente dos quadrinhos nem por isso desmerecendo o valor do filme .
    E sem dúvida apresenta o melhor Lucifer da história do cinema, sempre paro pra assistir quando ele aparece.

Deixe sua opinião

Avatar

Publicação Salvador Camino