Ao Seu Lado: uma história de amor LGBTQIA+ verossímil

Filme trata com normalidade relacionamentos entre pessoas do mesmo gênero
Ao Seu Lado: uma história de amor LGBTQIA+ verossímil – Ambrosia

Clamamos por mais histórias com temática LGBTQIA+ no cinema. Estamos cansados das batidas histórias sobre sair do armário, durante as quais ficamos com o coração na mão, esperando algo ruim acontecer com o / a protagonista. Também estamos cansados do melodrama no qual a morte é única saída para a personagem LGBTQIA+. Queremos histórias verossímeis, histórias de amor – por quê não? – para nos inspirar e fazer suspirar. O novo filme Ao Seu Lado é uma destas histórias que estávamos reivindicando, tendo como pano de fundo o mundo do rúgbi e tratando com naturalidade o relacionamento entre pessoas do mesmo gênero.

Não chegamos nem aos 15 minutos de projeção e o casal protagonista já está junto. Eles são Mark (Alexander Lincoln), jogador do time B dos South London Stags, e Warren (Alexander King), jogador do time A, time principal que vence todos os jogos. O conflito que pode impedir que fiquem juntos é o fato de ambos terem namorado. Ou melhor: Warren tem namorado, o também jogador de rúgbi John (Peter McPherson), enquanto Mark está quebrando todas as regras do relacionamento aberto que tem com Richard (Alex Hammond), que está sempre viajando. Recém recuperado de uma lesão, Warren começa a jogar no time B, no mesmo momento em que Mark se pergunta se um relacionamento que começa com traições pode ter sucesso.

Há as sequências praticamente homoeróticas de corpos masculinos se chocando no campo de rúgbi, em meio à lama causada pela chuva, e também numa estação de esqui para onde vão Mark e Warren. Outras montagens com música incluem a de Mark refletindo sobre sua vida, com a boca entreaberta. Não por seu conteúdo mas por sua fluidez, estas sequências destoam do clima mais intimista do filme, quebrando um ritmo que não combina com o rúgbi, mas sim com o romance.

Ao Seu Lado: uma história de amor LGBTQIA+ verossímil – Ambrosia
Ao Seu Lado

Matt Carter é diretor, produtor executivo, co-roteirista, diretor de fotografia, editor e responsável pelos figurinos e pela música original do filme. Este quase “one-man show” foi inspirado pela própria relação de Carter como jogador, treinador e árbitro de rúgbi. Seu desejo – bem realizado – era fazer um filme queer sobre esportes fugindo de temas clichês como sair do armário e sofrer homofobia. Sobre o rúgbi inclusivo como espaço para performar uma masculinidade mais saudável, Carter declara:

O rúgbi é este mundo único e antigo com muito patrimônio. E no rúgbi inclusivo, tentamos manter essa herança. Há algo muito especial nisso e isso afetou minha vida. As pessoas LGBT+ no rúgbi podem ser transformadoras e espero que este filme faça isso também. O esporte não é algo apenas para o mundo heteronormativo, é também para quebrar estereótipos.”

Ao Seu Lado: uma história de amor LGBTQIA+ verossímil – Ambrosia
Ao Seu Lado

Parte de “Ao Seu Lado” foi financiado via financiamento coletivo na plataforma Kickstarter, mostrando que há interesse do público por histórias LGBTQIA+ que normalizam as relações entre pessoas do mesmo gênero, retratando-as até mesmo como ordinárias. Divulgado com o slogan “o amor é um esporte de contato”, Ao Seu Lado pode ser longo demais e sofrer com a falta de química dos protagonistas, mas tematicamente é um deleite para quem está acostumado com histórias LGBTQIA+ sem final feliz.

Ao Seu Lado

Ao Seu Lado
6 10 0 1
Nota: 6/10 Bom
Nota: 6/10 Bom
6/10
Total Score iBom
Total
0
Links
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ant
Frejat Trio Eletroacústico no Teatro Riachuelo
Frejat Trio Eletroacústico no Teatro Riachuelo – Ambrosia

Frejat Trio Eletroacústico no Teatro Riachuelo

Imagine um show de sucessos de Frejat, selecionados da extensa lista de hits do

Prox
11 dos melhores álbuns duplos de rock e metal
11 dos melhores álbuns duplos de rock e metal – Ambrosia

11 dos melhores álbuns duplos de rock e metal

Às vezes, apenas um disco não é suficiente!

Sugestões para você: