Cultura colaborativa! Participe, publique e ganhe pelo seu conteúdo!

Crítica de CineMagia: A História das Videolocadoras de São Paulo

Em um tempo dominado pelo streaming e pelas plataformas digitais, o documentário surge como um portal nostálgico sobre a era de ouro das videolocadoras de São Paulo. O longa-metragem contextualiza a importância das locadoras como espaços de encontros e de descobertas. Era lá que cinéfilos de todas as idades se reuniam para trocar ideias, compartilhar experiências e encontrar filmes.

(CineMagia: A História das Videolocadoras de São Paulo – Brasil 2017) apresenta depoimentos de atendentes, proprietários e fundadores de uma série de videolocadoras, incluindo: Renata Vídeo, Virtual Vídeo, Space Locadora, Vídeo Norte, Premiere Vídeo, Hobby Vídeo, Clement’s Vídeo, MM Vídeo, Star Videolocadora, 2001 Vídeo, entre outras. As entrevistas narram a interação desses estabelecimentos com os seus clientes.

Na tela somos levados para um universo onde a paixão pelo cinema era contagiante, quando a busca por um VHS ou DVD específico tornava-se uma aventura e geralmente não seria encontrado nas grandes redes de lojas, e como a conversa com o lojista foi parte essencial da descoberta fílmica.

A direção e o roteiro são de Alan Oliveira, o filme estabelece um panorama abrangente e emocionante da história desse nicho cultural que marcou a vida de tantas pessoas. Com uma linguagem atual e um ritmo que prende a atenção de quem viveu a época, mas sem se esquecer das novas gerações.

A fotografia de João Prehto captura a atmosfera nostálgica das antigas locadoras, como por exemplo, quando mostra as prateleiras abarrotadas de fitas VHS e pôsteres de filmes nas paredes.

O filme também destaca o impacto da pirataria e da ascensão do streaming no declínio das locadoras de vídeo. É um olhar realista e melancólico para o fim de uma era, mas que também reconhece a necessidade de adaptação e mudança.

Além disso, Cinemagia é um importante registro audiovisual e uma homenagem sobre a importância da memória e da preservação da cultura. As videolocadoras foram espaços que moldaram a forma como consumimos cinema e que guardam histórias e lembranças preciosas. Através do documentário, podemos revisitar esse passado e garantir que ele não seja esquecido.

Trata-se de uma obra indispensável para os amantes do cinema, mas, sobretudo para aqueles que viveram a era das locadoras de vídeo em São Paulo.

O documentário está disponível nas plataformas de streaming.

CineMagia: A História das Videolocadoras de São Paulo

CineMagia: A História das Videolocadoras de São Paulo
10 10 0 1
Nota: 10/10
Nota: 10/10
10/10
Total Score i10
Compartilhar Publicação
Link para Compartilhar
Publicação Anterior

Rosângela Oliveira lança música “Há Poder no Nome de Jesus”

Próxima publicação

Theatro Municipal do Rio de Janeiro recebe mais uma edição do Aulão do Bem

Comentários 1
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia a seguir

Festival do Rio: Nebraska

Alexander Payne é um diretor que parece ter alguns temas recorrentes em seu trabalho: a família, a velhice, o…