Cultura colaborativa! Participe, publique e ganhe pelo seu conteúdo!

Homem se mata vendo Watchmen

comedianteSim, Watchmen recebeu críticas muito ruins, mas acho que nada supera a simbologia do incidente desta segunda-feira, por mais que ele possa não ter nenhuma conexão com o conteúdo do filme.

Pouco após bater o sino da meia-noite desta segunda-feira (6 de abril), 10 espectadores de um cinema ouviram o barulho de uma arma sendo preparada, o que é de arrepiar os cabelos de qualquer um, especialmente se você está em um local fechado nos EUA assistindo um filme com bastante tensão e violência.

Um disparo é ouvido, a polícia chega algum tempo depois, mas o rapaz de 24 anos já se encontrava morto, com um ferimento de tiro na cabeça.

A pessoa sentada mais próxima do suicida estava a apenas duas fileiras de distância.

Talvez seja muito frio da minha parte, mas concordo com um comentário que li na internet sobre a notícia: o lado bom é que ele não resolveu atirar nas 10 outras pessoas do cinema antes de dar fim à própria vida..

Compartilhar Publicação
Link para Compartilhar
Publicação Anterior

Morre Dave Arneson, co-criador de D&D

Próxima publicação

Anime Insider vai deixar de ser publicada

Comentários 17
    1. Obrigada aí, Guilherme, aproveitei e corrigi o artigo.

      ps. Como estou acostumada com video-games, sempre prefiro o termo Shotgun, acho que espngarda não tem a mesma força 😉

  1. O suicídio é sempre lamentável, seja atirando contra a própria cabeça dentro de um cinema ou pulando do último andar de um shopping, ou mesmo se jogando de uma ponte, quer dizer que alguém ou muuuita gente não teve sensibilidade suficiente para perceber como aquela pessoa se encontrava transtornada e solitária… O que é mais impactante é a possibilidade de que possa haver uma pessoa bem próxima de cada um de nós nessas mesmas condições, mas não encontramos espaço em nossas vidas para enxergar de fato isso!

    1. Sim, Valmer, isso acontece muito. Engraçado que, se você leu Watchmen pode ter reparado em uma fala do Bernard, o dono da banca de jornal: “Quando minha Rose morreu, a maioria dos nossos amigos eram amigos dela: eles simplesmente pararam de ligar. Eu entrei neste emprego para conhecer pessoas, entende?”, isso ele fala para o menino negro, cuja a reposta é basicamente: “e quem se importa?”. Watchmen é sobre isso também, sobre um mundo que dá cada vez menos importância para os homens e sentimentos dentro dele. Essa é uma beleza do quadrinho que eu não conseguir achar no filme. Ainda sim, fica a ironia da morte do rapaz nessa produção.

      Enfim, vou parar porque isso me lembra que é fácil falar.. É, porém, muito difícil perceber e, acima de tudo, ter saco para aturar uma pessoa sozinha e carente que precise de atenção.

  2. Se formos pensar bem, ninguém escapa da “mea culpa”, uma notícia na internet sobre o rapaz que nem sabemos o nome e que morava tão longe é, aparentemente, algo banal mas reflete situações que acontecem todos os dias por todo o Brasil, e às vezes na esquina da nossa casa… Quantos vizinhos a gente simplesmente nem conhece ou despreza completamente?

    1. Desculpa, Valmer, mas por mais que isso possa soar mecânico e frio, o suicídio faz parte da sociedade, tendo em alguns momentos um número crescente de pessoas, em outros um número decrescente. Mas o suicídio é parte integrante do ser humano, seja por quaisquer razões (tem alguns textos de sociologia muito legais sobre isso, caso se interesse).

      Sim, nós sempre vamos manter uma sensação de culpa nesse tipo de situação, especialmente por causa da relação que mantemos com a morte e, mais especificamente, com o suicídio, tido, muitas vezes como muitas vezes como um ato desesperado e triste. Mas não tem como levar tudo para o lado pessoal, se sentir mal por não saber o nome da pessoa. Acho que a culpa deveria ser mais forte quando uma pessoa morre de fome ou de bala perdida ou pela poluição.

  3. triste
    lamentável
    um medonho retrato do nosso mundo atual
    “quem vigia os suicídas”!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    pessoas estão confundindo realidade com ficção.
    matrix????????????????????
    no future??????

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia a seguir