Ambrosia Filmes Los Angeles Times entrevista o Rancor

Los Angeles Times entrevista o Rancor

Rancor
Rancor

O filme Clone Wars, do qual o Ambrosia já fez uma resenha, gerou as mais diversas opiniões, especialmente devido ao surgimento de uma personagem de história “pouco encaixável” na trama e utilização de robôs como viés cômico, mas uma coisa chamou a atenção de alguns fãs mais atentos: não apareceu nenhuma cena com o personagem do Rancor, como havia sido comentado em uma divulgação de impressa anteriormente. O Los Angeles Times aproveitou essa deixa para fazer uma matéria muito interessante, entrevistando o Rancor. Eu acredito que é uma notícia divertida para todos lerem, por isso o Ambrosia traz a tradução para aqueles que não lêem em inglês, e para os restante, segue aqui o link da notícia.

HC. Olá, Rancor! É um prazer falar com você hoje, eu devo admitir que sou um grande fã do seu trabalho.
RANCOR. Oh, muito obrigado, é muito gentil da sua parte. É bom falar com um fã, você sabe, porque este mês foi um tanto difícil.
HC. Sim, vamos falar sobre isso. O que exatamente aconteceu com a a sua cena em Clone Wars?
RANCOR. Sinceramente eu não sou a pessoa certa para responder esta pergunta. TAlvez você deva perguntar so George Lucas, ou [ao diretor do filme, Dave] Filoni. Eu nem sabia que tinha sido cortado até eu ir ver ao filme no cinema. Muito constrangedor. Eu fui com minha mulher, sogros e alguns amigos. Um telefonema teria sido legal. Quer dizer, eu comecei a trabalhar com esse pessoal no governo Reagan. Me senti traído.
HC. Houve outros desapontamentos ao longo dos anos, certo? As coisas não têm sido como você esperava em Hollywood.
RANCOR. (Pequena pausa e alguns resmungos) Sim, eu acho que você está certo. As coisas desandaram depois de Jedi. Eu tive o papel principal Godzilla nos anos 90. Eu tive uma ótima –  e eu quero dizer ótima – leitura com Matthew Broderick. Tínhamos alguma coisa, sabe? Química. Houve um acordo informal. Isso costumava valer alguma coisa. Eu demiti meu agente depois disso e fui para a CAA. Eles me arranjaram uma leitura para Cloverfield, mas o estúdio disse que eu não era “atartarugado” o suficiente para o papel. O que quer que isso signifique.Então eu faço p circuito das convenções agora. Eu acabei de voltar de um show de autógrafos e, Milwaukee com Lou Ferrigno e George Takei.
HC. E sobre os rumores de que você é difícil de se trabalhar com? E que você secretamente devora humanos?
RANCOR. Isso é apenas uma mentira. Você sabe como é esta cidade. Eles dizem a mesma coisa sobre Russell Crowe.
HC. Você está comendo? Eu estou escutando um barulho de mastigação. E há alguém, uh, gritando aí?
RANCOR. (Sons abafados e uma longa pausa) Desculpe. de qualquer forma, isso do Clone Wars foi um grande desapontamento. Mas você viu Pinapple Express? Eles me citaram! Você sabia disso? Aquele cara do Homem-Aranha, James Franco, faz o papel de um traficante que é seqüestrado e quando estão colocando no buraco, ele diz, “O que você tem lá em baixo? Um Rancor?” Hah! Os Ewoks com certeza ficaram com inveja.
HC. Então, o que o futuro guarda para o Rancor?

RANCOR. Eu estive falando com Will Farrel – ele é um bom amigo, nossa amizade vêm de muito tempo – e eu estive falando com ele sobre fazer um camafeu em Land of Lost. Parece muito bom. Além disso eu realmente gostaria de trabalhar no palco. Eu vi Equus em Londres no ano passado e pensei “Por que não eu? Por que não tentar?” Eu preciso de uma mudança. Hollywood faz você se sentir feio.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

próxima publicação