em ,

“Minha Mãe é uma Peça 2” não vai além do talento cênico de Paulo Gustavo

Se você gosta do tipo de humor baseado num alter ego de Paulo Gustavo, corra para assistir Minha Mãe é uma Peça 2. Basicamente é o mesmo filme que vimos em 2013. Inclusive com a mesma estrutura narrativa um tanto prolixa. Até (de novo) um desnecessário momento mais dramático – com direito a musiquinha fúnebre – está lá no meio da história. Dito isso, para além de seus esquematismos, o ator tem tamanha propriedade sobre sua personagem – cênica e pessoal – que ainda é melhor que os filmes que promove.

Como vimos no fim do primeiro longa, Dona Hermínia (Paulo) tornou-se apresentadora de TV, ficando famosa, rica e ainda mais divertida dentro de seus maneirismos. Isso quer dizer muito preocupada com os problemas da família: Marcelina (Mariana Xavier) decide ser atriz e Juliano (Rodrigo Pandolfo) se descobre bissexual. E ambos querem morar em São Paulo. Para completar, a irmã Lucia Helena (Patrycia Travassos), que mora há anos em Nova York, resolve fazer uma visita e se hospedar na sua casa.

"Minha Mãe é uma Peça 2" não vai além do talento cênico de Paulo Gustavo | Críticas | Revista Ambrosia

Sim, o filme não aglutina acontecimentos e vai apresentando esses conflitos, muitas vezes sem desenvolvê-lo a contento. Narrativamente, é feito para as gags (certeiras) de sua protagonista. Quem conhece o programa de TV do ator (220 Voltz, Multishow) vai perceber que estruturalmente, é uma extensão do que vemos lá. Só que Minha Mãe é uma Peça 2 se pretende ser cinema. Aí, as coisas se complicam, já que a dimensão da telona é desperdiçada pelo roteiro e pelos planos do diretor César Rodrigues (repetindo a limitação demonstrada em Vai que Cola, o filme).

Ou seja, o problema não é ser comédia, mas sim ser limitada. Por outro lado, a reinação de Paulo Gustavo no todo, diverte. Sua composição é muito competente no que tange ao gênero. E essa habilidade ainda dignifica o seu filme. Mesmo o roteiro desperdiçando tamanha intrepidez ao não conseguir ser tão preciso quanto seu protagonista. Se você gosta do tipo de humor baseado num alter ego de Paulo Gustavo, corra para assistir Minha Mãe é uma Peça 2. Ele, e só ele, justifica sua ida ao cinema.

"Minha Mãe é uma Peça 2" não vai além do talento cênico de Paulo Gustavo | Críticas | Revista AmbrosiaFilme: Minha Mãe é uma Peça 2
Direção: César Rodrigues
Elenco: Paulo Gustavo, Mariana Ximenes, Rodrigo Pandolfo
Gênero: Comédia
País: Brasil
Ano de produção: 2016
Distribuidora: Downtown Filmes
Duração: 2h
Classificação: 10 anos

Participe com sua opinião!