em ,

NonNon EitaEita

O Menino atrás da Porta – um suspense genérico de perseguição

Depois que Bobby e seu melhor amigo Kevin são sequestrados e levados para uma casa  no meio do nada, Bobby consegue escapar. Mas quando ele começa a fugir, o gritos de Kevin o fazem perceber que não pode deixar seu amigo para trás.”

Impressões

É o primeiro filme da dupla David Charbonier e Justin Powell antes do impressionante The Djinn (2021), que iremos analisar, The Boy Behind The Door (2020), uma história sobre “amizade e esperança” envolvida em uma luta pela sobrevivência alimentada pela adrenalina depois que dois meninos são sequestrados.


Assim que ocorre o sequestro, que ocorre bem no início do filme, os diretores concentram todos os seus esforços em seguir Bobby e criar o máximo de tensão possível no processo. Ao manter a câmera colada em Bobby, sem saber o que os captores estão fazendo e o tempo todo esperando por uma aparição inesperada, conseguem manter a tensão em níveis tão altos que é desconfortável (no bom sentido).

Embora seja essa sensação, colocar crianças em perigo é um impulso para qualquer terror poder conquistar plateia. É um dos motivos pelos quais a It – A coisa se tornou tão popular, já que os personagens principais estão do lado do público, que exigem que sobrevivam a todo custo.

Analisando

Cinematografia e design de som também desempenham um papel crítico na tensão. A forma como a câmera é usada para mostrar ou não certas ações é relevante, e a forma como os sons complementam o que não podemos ver é bem importante para criar esse clima. Junto com as atuações, que são corretas para dizer o mínimo, são suficientes para nos inserir totalmente na história nos primeiros compassos do filme.

No entanto, à medida que o filme avança e somos expostos a uma série de decisões sem sentido, vamos gradualmente nos afastando da trama e de tudo o que é bem feito do lado técnico. E o pior é que esses momentos surgem a cada grande reviravolta na história e estragam o que poderia ter sido um grande filme.


Em um nível técnico, O Menino atrás da Porta faz um ótimo trabalho. Cinematografia, design de som e outros aspectos técnicos funcionam perfeitamente para gerar tensão e um estilo interessante. No entanto, a quantidade das decisões questionáveis ​​e situações irreais em que os protagonistas estão envolvidos é ruim o suficiente para arruinar o filme inteiro.

Nota: Regular – 2.5 de 5 estrelas

O Menino atrás da Porta – um suspense genérico de perseguição
2.5 / 5 Crítico
Avaliação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *