Os filmes protagonizados por Pelé

15
0

Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, faleceu na última quinta-feira (29) aos 82 anos, após uma dura luta contra um câncer. O Rei do Futebol também teve uma incursão no cinema protagonizando alguns longas. Quem não se lembra da queixa do Chaves em uma sala de cinema dizendo que era melhor ter ido ver o filme do Pelé?

Aqui nos vamos lembrar os longas que tiveram o Atleta do Século como protagonista.

A Marcha (1972)

Na trama desse filme de 1972 Pelé é Chico Bondade, um negro alforriado, abolicionista, alguns anos antes do fim da escravidão no Brasil. Ele tem como aliado Boaventura, que é interpretado por Paulo Goulart.

Os Trombadinhas (1980)

Você certamente se lembra do meme em que Pelé diz um debochado “não”. Pois é de uma cena deste filme. Aqui, Pelé não só atua como também assina o argumento, sobre o qual Carlos Heitor Cony escreveu o roteiro. Interpretando a si mesmo, o Rei do Futebol é um técnico do time de base do Santos, e tem como objetivo salvar crianças pobres.

Fuga para a Vitória (1981)

Esse é sem dúvidas o filme mais famoso de Pelé, em que se junta a um elenco estelar que inclui Sylvester Stallone, Michael Caine e Max von Sydow, sob a direção de John Huston (“Chinatown”, “O Tesouro de Sierra Madre”). Na trama, eles são prisioneiros de guerra que organizam uma partida de futebol contra os nazistas para realizarem um plano de fuga.

A Vitória do Mais Fraco (1983)

Outra produção internacional em que o Rei atuou. Assim como em “Os Trombadinhas”, Pelé faz o papel de si mesmo e treinador de um grupo de crianças. Seu objetivo é salvar o orfanato onde elas vivem. Dirigido por Terrell Tannen, o elenco traz John Huston, que dirigiu Pelé em “Fuga Para a Vitória”.

Pedro Mico (1985)

Pelé é o malandro carioca que rouba joias e foge, ludibriando sua quadrilha, que vai persegui-lo pelos morros, e ele terá que escapar também da polícia. O curioso é que nesse filme dirigido por Ipojuca Pontes o ex-jogador foi dublado por Milton Gonçalves.

Além desses houve os documentários “Isto é Pelé” (1974),” Pelé Eterno” (2004) e “Pelé” (2021), da Netflix. O jogador teve participações em filmes como “O Barão Otelo no Barato dos Milhões” (1971), com Grande Otelo; “Os Trapalhões e o Rei do Futebol” (1986), com os Trapalhões; o pouco conhecido “Hotshot” (1986), com Jim Youngs, e ainda ganhou a cinebiografia “Pelé: O Nascimento de uma Lenda” (2017).

Pelé também fez aparições na TV em programas como “A Família Trapo” (1967) e novelas como “Os Estranhos” (1969) “O Salvador da Pátria” (1989), “História de Amor” (1995/96) e “O Clone” (2001/2002), nas três últimas como ele próprio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *