em ,

Paul Feig, diretor de “Caça-Fantasmas”, fala sobre o 3D usado no filme

“Caça-Fantasmas” provocou uma enxurrada de críticas negativas quando teve seu trailer divulgado, mas nas bilheterias a coisa não foi assim tão ruim. Apesar de não ter conseguido tirar “A Vida Secreta dos Bichos” do topo das bilheterias nos EUA, ficando apenas na segunda posição do top ten, o filme de Paul Feig arrecadou 48 milhões de dólares, sendo a maior estreia de uma comédia.

Se dividindo em críticas mornas e outras bastante entusiasmadas, “Ghostbusters” tem um ponto apontado unanimemente como positivo: o uso do 3D, bastante semelhante ao das atrações dos parques temáticos de Miami e Orlando, usando não só a profundidade como fazendo fantasmas literalmente saírem da tela e despejar gosma (ou melhor, ectoplasma) no espectador. Falando ao site Cinema Blend, o diretor falou sobre o uso da tecnologia em seu filme.

ghost3d6

“É muito engraçado que vocês tragam isso à tona, porque há essa coisa toda com o 3D e os diretores, na qual todo mundo diz ‘eu vou ser elegante. Eu não vou fazer coisas onde eu vá jogar coisas na cara do público!’ Eu sou como, ‘Por que você não faz isso ?!’ Isso é a coisa mais divertida que você pode fazer com o 3D! Estamos em 3D agora, eu não tenho que ver um quarto e ver a profundidade nele. Especialmente com “Ghostbusters”. Foi realmente como, ‘Vamos nos divertir com isso.” disse.

ghost3d4

Mais adiante, Feig foi um pouco mais fundo na parte técnica para explicar o add-on especial que realmente permitiu que o 3D pulasse em Ghostbusters. Trabalhando com a empresa Prime Focus Mundial, ao diretor foi oferecida a ideia de tirar pleno partido do formato widescreen usando as barras pretas nas partes superior e inferior da tela para trabalhar atrás de efeitos visuais e melhorar a estereografia:

“O que é surpreendente é a empresa que fez a nossa conversão 3D disse, ‘o que podemos fazer, uma vez que estamos em widescreen, é que podemos jogar com as barras. Vamos romper isso!’ E eu era como uma criança numa loja de doces. ‘Vamos fazer mais do que isso, vamos fazer mais do que isso!’ E então se você o assistir em IMAX, há a sequência em que abriu as barras para IMAX completo. E é como, ‘Oh, meu Deus!’ Eu sou um total geek quando vejo meus próprios filmes!”

Caca_Fantasmas_foto6

“Caça-Fantasmas” está em circuito nacional desde a última quinta-feira. Leia a crítica aqui.

Leia também:

Por que “Os Caça-Fantasmas 3” não chegou aos cinemas

Participe com sua opinião!