em

Pinguins adoráveis + Jim Carrey = filme familiar padrão

Repetidamente eu tenho visto comentários de que a atuação de Jim Carrey em Os Pinguins do Papai (Mr. Popper’s Penguins, no original) representa um amadurecimento do seu jeito de fazer comédia. Quando perguntado sobre esse tal “amadurecimento”, o ator canadense respondeu, durante coletiva de imprensa no Hotel Copacabana Palace, que não havia notado que seu humor tivesse amadurecido, mas que sua principal preocupação é que suas piadas não se tornem sutis ao ponto de as crianças não entenderem. E, de fato, passam longe de ser incompreensíveis.

Vou mais longe na resposta ao tal “amadurecimento”: há muito tempo que o humor de Jim Carrey não é mais aquele dos tempos de Ace Ventura e sua interpretação de Mr. Popper não está distante daquela apresentada em As loucuras de Dick e Jane. O filme dos pinguins é, portanto, um tradicional filme familiar, com comédia óbvia e apelo à fofura dos animais importados da Antártida. E quem disse que isso é de todo ruim?

 

Pinguins adoráveis + Jim Carrey = filme familiar padrão | Filmes | Revista Ambrosia

Quando o bem sucedido homem de negócios Mr. Popper recebe um presente póstumo de seu pai – que viajou o mundo e esteve a maior parte da vida longe da família – não imagina que ele seja, na verdade, um pinguim. E muito pior quando recebe outro pacote com mais cinco. Se nos primeiros momentos ele exerce sua função de businessman sem coração, logo que vê os seis pinguins unindo sua família, ele desiste da ideia de enviá-los ao jardim zoológico e os hospeda em sua casa de bom grado. Enquanto Popper se humaniza, cada vez mais próximo dos filhos e da ex-mulher, seu talento para convencer as pessoas a vender seus imóveis para a empresa símbolo do capitalismo selvagem começa a desaparecer. Naturalmente, o sempre palhaço Jim Carrey se verá em um impasse.

É divertido ver Jim Carrey fazendo suas tradicionais piadas, é adorável ver os afetuosos pinguins aprendendo, por exemplo, passos de dança e a usar o vaso sanitário, Angela Lansbury dá um show de vitalidade mesmo aos 86 anos de idade, mas o filme é totalmente previsível. E além disso, o desfecho é confuso. Mas não saímos do cinema irritados. É, como todo mundo tem dito e eu concordo, meramente uma boa diversão familiar.

[xrr rating=2.5/5]

Título Original: Mr Popper’s Penguins

Ano: 2010

País: EUA

Direção: Mark Waters

Duração: 94 min

Opiniões

Deixe sua opinião!

    Participe com sua opinião!

    Carregando

    0