Pré-Estréia The Clone Wars: "I spent the night with Lord Vader"

21
7

Pré-Estréia de Star Wars: The Clone Wars, o Ambrosia compareceu em peso (eu, Salvador, Lam, Felipe, Diana, Bruno e Ana Carolina) no cinema Arteplex em Botafogo, Rio de Janeiro, para conferir essa nova aventura.
A idade não fez bem a George Lucas. O criador da trilogia Star Wars, que definiu o cinema arrasa-quarteirão e a ficção científica nos anos 1970 e 1980, retomou sua saga espacial nos anos 2000 com uma nova trilogia, execrada pela maioria dos fãs de longa data, mas que novamente encheu os cofres da Lucasfilm.
Primeiramente se você é fã da série Star Wars poderá se sentir muito decepcionado, o filme não acrescenta em nada aos filmes anteriores e sinceramente deve ser encarado apenas como uma diversão despretensiosa.
Esperava-se que George Lucas tivesse superado sua necessidade de fazer um filme apenas pelos efeitos, mas ele não aprende com os próprios erros e continua a cometê-los e o que é pior coloca no cinema para todo mundo assistir! É de conhecimento geral que o pai dos Skywalkers peca no roteiro e dramaturgia, apesar dos belos designs e da animação vanguardista o filme não agradará os fãs mais aficcionados.
Situado entre Episódio II: O Ataque dos Clones e Episódio III : A Vingança dos Sith, a animação por computação gráfica Star Wars: The Clone Wars não acrescenta nada digno à trama geral. Jogam de para-quedas a jedi menina, Ahsoka Tano, padawan de Anakin Skywalker, criam-se mais veículos e personagens, buscando as vendas de action figures, fazem batalhas super coreagrafadas e empolgantes até mas aonde está a história nisso tudo?

E é nesse ponto que o filme peca, ele não tem história! A padawan de Anakin é sem graça chegando a ser chata – ela age igual ao Anakin em O Ataque dos Clones -, se tivessem mantido somente o R2D2 com o Anakin teria dado no mesmo, ela não tem carisma, fora o fato que terão que explicar o seu sumiço no 3° Episódio. O filme erra também pelos erros de continuidade, Assaj Ventress em uma cena está lutando com Obi-Wan Kenobi e depois ela simplesmente some do filme.
O universo de Star Wars é imenso, eu fiquei me perguntando se há mesmo a necessidade de se fazer mais filmes sobre as Guerras Clônicas, já não está na hora da Lucasfilm explorar os personagens dos universos expandidos e até mesmo as histórias após o Episódio VI???
É que o filme todo na verdade é mera introdução para a série animada que debutará no Cartoon Network no final deste ano, com a promessa de episódios mais promissores e um trama mais coerente. Ou seja, o próprio longa animado funciona dentro de uma estratégia de marketing.

O filme nem deveria se chamar Clone Wars, pois as guerras em si não passam de um pano de fundo para a trama principal do resgate do filho de Jabba. George Lucas sempre foi um marqueteiro de mão cheia, mas antes esse aspecto andava de mãos dadas com o contador de histórias. Hoje não mais.
É uma pena pois é um universo muito promissor mas que se não for feito por pessoas competentes acabrá se tornando uma coisa fútil com personagens sem carisma e apelo.
[rating:35/100]

O filme é uma bomba? Sim é e ao mesmo tempo não, tudo dependerá de como você irá assistir o filme.
Jedicon Rio está chegando, e o Ambrosia com certeza estará lá.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 thoughts on “Pré-Estréia The Clone Wars: "I spent the night with Lord Vader"

  1. Já vi que eu vou odiar essa joça!

  2. Olha , sem zoa mesmo eu so gostei pq ganhei o ingresso de graça ! kkkk
    Tipo é como o Victor hugo disse: nao acrescenta nada ao enredo ja publicado, foi puramente uma forma de encher os cofres da Lucasfilm

  3. Achei legal, mas não passa disso não. Nada de extraordinário a meu ver.
    Gostei mais da agitação pré-filme do que o filme em sí. Mas se você for pro cinema sem a pretenção de assistir a um grande filme, acho que vale a diversão. Agora vá durante a semana porque final de semana é mais caro… hehehehe.

  4. concordo em parte. O filme não tem a grandiosidade da triologia original, mas acho que depois do episódio três ninguém mais acreditava nisso.
    A Assaj Ventress não some do filme, ela chama uma nava e foge.

  5. Ele está falando na luta dentro do templo, eles estão batendo sabres e do nada ela some da frente dele.
    Pior é o Obi Wan que sem sabre desvia de todos os golpes e com sabre não, não seria mais facil ele desligar o sabre e depois acerta-la abaixo do corpo?

  6. · 14 de agosto de 2008 at 02:40

    Eu gosto de Star Wars, mas não haverá NADA de nom a ser visto em cinema ou TV sobre a série enquanto Lucas não passar a bucha para outro tocar.
    Conselho pro tio: vai pra casa contar dinheiro, assistir a Oprah e terminar o estoque do cereal do C3PO, que saiu junto com O RETORNO DE JEDI e encalhou de tão ruim.

  7. · 14 de agosto de 2008 at 23:14

    Acho que Star Wars e seus derivados já esgotaram em criatividade…
    Prefiro mil vezes uma bobagem despretensiosa como os cartoons da DC comics para a Televisão, Teen Titans Go! e Legion Of Super Heroes, que aproveitam a rica história dos personagens dos quadrinhos e inovam esteticamente.
    Fica a dúvida: a que público se destina este video-game/comercial-de-bonecos de ação? Os mais maduros não aguentam maistanta baboseira e os mais jovens estão em outra(s) mais divertida(s).