em ,

Presença de estrelas internacionais marca abertura da 6ª edição do Paulínia Film Festival

A abertura da 6ª edição do Paulínia Film Festival, ocorrida na noite desta terça-feira na cidade de Paulínia, foi marcada por homenagens, discursos e a presença de estrelas internacionais como Danny Glover, Michael Madsen e Jacqueline Bisset.
Com Vera Holtz e Marcos Caruso como mestres de cerimônia, a solenidade de abertura do festival começou por volta das 21h, com o teatro lotado de convidados que assistiram às homenagens que antecederam a apresentação do longa “Não pare na pista: A melhor história de Paulo Coelho“, exibido fora da mostra competitiva e que chega aos cinemas no dia 14 de agosto.

Filme "Não pare na pista: A melhor história de Paulo Coelho"
Filme “Não pare na pista: A melhor história de Paulo Coelho”

O ator Danny Glover, que também é embaixador da UNICEF, subiu ao palco para receber a Medalha Regina Moura, dada a personalidades que se dedicam a trabalhos sociais e humanitários. “Que ótima oportunidade estar aqui neste Festival em Paulínia. Quero agradecer ao visionário que criou este Festival. Nestas ocasiões, percebe-se a importância das imagens e das histórias. Esta homenagem é ainda mais especial porque acontece na terra natal da minha bonita esposa”, disse Glover, que é casado com a educadora brasileira Eliane Cavalleiro.
A cerimônia ainda contou com os discursos de agradecimento da secretária de Cultura, Monica Trigo, que fez um balanço do trabalho feito nos últimos sete meses, desde a última edição do Festival.
O ex-prefeito de PaulíniaEdson Moura falou sobre as origens do projeto, que começou em 2005, e convidou ao palco o ator José de Abreu. “Há dez anos, Paulínia era uma cidade em obras. Vi o Edson falar sobre o projeto desse Polo e achei que ele era maluco. A última vez que eu tinha visto um político falar tanta loucura foi quando Juscelino Kubitschek falou que iria mudar a capital federal para Goiás, brincou José de Abreu.
A cerimônia de encerramento terá a presença da estrela britânica Jacqueline Bisset e do americano Abel Ferrara, diretor do filme de encerramento, “Bem-Vindo a Nova York”.
Filme "Bem-vindo a Nova York"
Filme “Bem-vindo a Nova York”

A programação do Festival segue até domingo (dia 27/7), com entrada gratuita no Theatro Municipal Paulo Gracindo, que tem capacidade para 1,3 mil espectadores.
Três especialistas em som e efeitos especiais de Hollywood – o canadense Jack Lenz, o israelense Effi Wizen e o nicaraguense Carlos Arguello – darão palestra sobre seus trabalhos, mostrando trechos dos filmes nos quais colaboraram. As palestras acontecem no Auditório Stop Motion, do Polo de Paulínia, de 24 a 26 de julho.
Nos seminários Roteiro em Questão, promovidos pela Autores de Cinema (AC), os roteiristas Di Moretti, Carô Ziskind e Melanie Dimantas irão analisar os roteiros dos longas brasileiros exibidos no festival no dia anterior. Os encontros acontecem de 23 a 27 de julho no Theatro Municipal Paulo Gracindo, em Paulínia. A entrada também é aberta e gratuita.
A programação completa da 6ª edição do Paulínia Film Festival pode ser encontrada no site do Festival: http://pauliniafilmfestival.com.br.
Assista ao vídeo de abertura do evento:
[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=fdvpGXbhH5w[/youtube]

Deixe sua opinião