em

Relembre as mulheres fortes do diretor Luc Besson

Luc Besson é como James Cameron. Tem uma forte inclinação por criar personagens femininas fortes para suas películas. Lucy, filme estrelado por Scalett Johasson, que está estreando neste final de semana, traz mais uma bela e onipotente da filmografia do cineasta francês. Aproveitando o ensejo, vamos relembrar as principais mulheres fortes de Besson.
Em Subway, de 1985, Isabelle Adjani interpreta Helena, a mulher de um gangster que desperta paixão no malandro vivido por Christopher Lambert. A força de Helena está na personalidade e magnetismo.
isabelle adjani subway emmerdeur_31_thumb
Nikita é vivida por Anne Parillaud no filme cult de 1990 que leva o nome da personagem. No Brasi,l ganhou o subtítulo Criada Para Matar. É uma assassina condenada à prisão perpétua que é cooptada pelo serviço secreto para passar por um duro treinamento e se tornar uma agente especial em troca de sua liberdade. A força de Nikita está justamente no que denota o subtítulo em português: ser uma máquina mortífera
screenshot-med-01
Em O Profissional, de 1995, Natalie Portman faz sua brilhante estreia no Cinema como Mathilda, a menina de 12 anos de uma família disfuncional, que se vê como única sobrevivente de uma chacina que elimina seus pais e seu irmão menor. Leon, magistralmente interpretado por Jean Reno, adota Mathilda mesmo sem muita convicção, por não ter planos de paternidade. A menina descobre que Leon é um assassino e pede para que ele vingue seu irmão, único membro de sua família morta que ela amava. Ela aprende a manusear armas e atirar com objetivo de confrontar o algoz de seus entes. Uma menina prodígio pegando em armas? Mathilda é a precursora da Hit Girl, e o papel chamou a atenção de George Lucas que a convocou para o papel de Rainha Amídala, a futura mãe de Luke Skywalker e da Princesa Leia. Não dúvidas quanto à força de Mathilda.
Professional2top
Na parábola sci fi O Quinto Elemento, de 1997, Milla Jovovich é Leeloo, o ser humano perfeito criado a partir do DNA de fragmentos do quinto elemento que fora parcialmente destruído em um ataque alien. Ao fugir do laboratório, Leeloo vai parar no táxi voador de Korben Dallas, vivido por Bruce Willis, que acaba incumbido da missão de ajudá-la a encontrar o padre Cornelius, para que ela possa assim concluir sua missão. Muito se disse na época que Milla era o melhor efeito especial do filme e Besson deve concordar, pois se casou com ela logo após às filmagens. A força de Leeloo são os poderes extraordinários paralelamente a uma doçura infantil. Graciosa quando repetia “Kor Ben Dallas MUL-TI- PASS”
2OfBJh2
A santa heroína francesa Joana d’Arc também foi transposta para os cinemas pela mão do diretor em 1999. Milla Jovovich bisou sua parceria com o marido de quem viria se separar logo depois. Por muitos críticos, sua atuação como a donzela de Orleans foi considerada patética e histérica. A força da Joana d’Arc de Besson está justamente no mito.
628x471
Em Angel-A, filme em preto e branco de 2005, a personagem título encarnada pela bela Rie Rasmussen surge na vida do desesperado e pessimista André, que pretendia suicídio. Ela resolve seus problemas e, claro, ele se apaixona. A força dessa personagem é a capacidade que toda mulher tem de colocar a vida de um homem para o polo positivo quando quer.
5
E agora temos Lucy, moça que servia de mula para traficar uma valiosa droga que acaba se rompendo em seu organismo potencializando incríveis habilidades devido ao aumento da capacidade cerebral progressiva. Sua força: conseguir ultrapassar os 10% do cérebro que um humano médio utiliza.
Scarlett-Johansson-Lucy
 

Participe com sua opinião!

Maestria

Publicado por Cesar Monteiro

VerificadoEscritorVideocastCinéfiloMusicólogoRepórterSuper-fãsPromotor(a)

Deixa você conhecer: Ennio Morricone – Concerto Arena 2002

Microsoft revela os jogos da “Games With Gold” de setembro: Halo: Reach é o destaque do mês