Timothy Zahn, autor de livros de Star Wars, recebe o prêmio Carrie Fisher na Jedicon 2023

Criador do vilão Thrawn diz acreditar que sua obra pode ser adaptada para o cinema

24
0

O escritor Timothy Zahn é conhecido pelo livro de Star Wars mais cultuado entre os fãs, “Herdeiro do Império”, de 1991. Com essa obra, que inicia a chamada trilogia de Thrawn, estabelecia-se o chamado universo expandido, que abrangia outros livros, além de games e quadrinhos acerca do universo criado por George Lucas. A série literária preencheu a lacuna deixada pelo longo hiato sem filmes, em uma época em que os fãs alimentavam a esperança de ver os episódios I, II e III, e talvez um dia o VII, VIII e IX.

Zahn criou o personagem que é um dos vilões mais icônicos de Star Wars, o Grão Almirante Thrawn, que devido à sua importância para os fãs, foi catapultado a figura canônica com sua aparição na série animada “Star Wars Rebels” e na série live-action “Ahsoka”.

Durante a Jedicon 2023, no Rio de Janeiro, que aconteceu no último sábado (4), o autor foi homenageado recebendo o Prêmio Carrie Fisher, criado nesta edição da convenção para laurear personalidades que deram grande contribuição para os fãs da saga intergaláctica. Como não pôde vir ao Brasil, devido a um compromisso em um evento de fãs nos Estados Unidos, o autor participou da festa com uma entrevista previamente gravada com Henrique Granado, do Conselho Jedi do Rio.

Zahn contou que começou a escrever depois que, em 1975 assistiu a um programa ruim na TV e pensou “eu escrevo melhor que isso”. Bem-humorado, revelou que sua primeira investida literária não saiu exatamente satisfatória, mas persistiu, abandonando o departamento de Física na Universidade de Illinois para se dedicar totalmente à escrita.

O autor ressaltou como fica feliz de Herdeiro do Império ter permitido que ele viajasse a lugares como o Brasil. “Star Wars sempre foi importante para mim desde quando vi o destroyer voando sobre minha cabeça”, disse Zahn em referência à sequência de abertura de “Uma Nova Esperança”.

O escritor contou que não foi chamado para desenvolver o arco de Thrawn em nenhuma das produções da Disney, mas recebeu scripts para que ele colocasse elementos nos livros que iria escrever conectando as mídias. Perguntado sobre as chances de outra personagem de seu livro adorada pelos fãs, Mara Jade (ex-agente imperial que se tornou esposa de Luke Skywalker e mãe de seus filhos no Universo Expandido), entrar para o cânone da Lucasfilm, ele admite haver poucas. “Quando peço para escrever um livro canônico sobre ela sempre me dizem não”, contou. “Ainda tenho alguma esperança, mas parece que não querem usá-la”, completou Zahn, que brincou dizendo que não custa nada aos fãs fazer um pedido a Dave Filoni (criador de “Rebels” e “Ahsoka”) e Kathleen Kennedy (CEO da Lucasfilm).

Muitos fãs especulam que haverá alguma adaptação de “Herdeiro do Império” para a telona ou para o Disney+. Zahn acredita que Filoni está planejando algo nesse sentido, mas que ainda não sabe de nada. O autor arrisca até que Sebastian Stan (o Soldado Invernal) possa ser Luke, uma aposta já feita por alguns fãs. “Caso aconteça mesmo, eu gostaria de estar a bordo”, declarou.

Em 2014 Timothy Zahn veio ao Brasil e conversou com a Ambrosia (veja como foi aqui)

Leia mais sobre Star Wars na Ambrosia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *