em

Uma Manhã Gloriosa

Vocês conhecem o termo workaholic? Uma palavra recém adotada para um mal antigo que assola muitas pessoas. Workaholic serve para denominar alguém que é literalmente viciado em trabalho. Que se dedica de corpo e alma a sua profissão, negligenciando outras áreas de sua vida.

É nessa mesma situação que encontramos Becky Fuller (Rachel McAdams) uma produtora de televisão que acaba de ser demitida e está desesperada a procura de uma nova oportunidade. Sua mãe não acredita que esse sonho possa ser real, já que Becky sonha em um dia ser chamada para trabalhar no Today, o jornal matinal que sempre está a frente da audiência.

 

Ao invés disso ela é contratada por Jerry Barnes (Jeff Goldblum) que está desesperado em encontrar um produtor que consiga lidar com o jornal Daybreak, que não anda muito bem das pernas. Becky prontamente atende ao desafio sem saber a grande encrenca em que está se metendo. Em seu primeiro dia ela demite o co-apresentador e precisa desesperadamente encontrar um substituto. Eis que ela pensa em seu ídolo, Mike Pomeroy (Harrison Ford), que já trabalha na emissora.

Acontece que Pomeroy é cheio de manias, além de ser egoísta e egocêntrico e acaba não se dando muito bem com a apresentadora Colleen Peck (Diane Keaton) já que ele não quer fazer qualquer matéria e acaba sobrando para ela. Becky precisa se desdobrar em muitas para atender ao capricho dos dois, conseguir boas matérias para alavancar a audiência e ainda arranjar tempo para se entregar a paixão que está sentindo por Adam (Patrick Wilson). Será que ela vai conseguir encontrar um equilíbrio?

Essa comédia romântica é perfeita para avaliarmos as prioridades que temos em nossas vidas. O que vem primeiro? O que é mais importante? Se dá realmente para conciliar, trabalho, família, amigos, amores e etc. A cada decisão que Becky toma é fácil se colocar no lugar dela e imaginar o que você faria.
O filme é simples, tem um desenrolar leve e a dose certa de humor. Rachel McAdams está muitíssimo bem, e a sua química com o veterano Ford é uma delícia de assistir. Já a Diane Keaton, por outro lado, ficou um tanto esquecida, sem a oportunidade de brilhar mais. Nessa mesma linha temos Jeff Goldblum, um excelente ator com um papel secundário. Mas não teve mesmo para ninguém, pois ainda que atuando com grandes atores do porte de Keaton e Ford, McAdams consegue roubar todas as cenas para si como a descontrolada Produtora de TV.

O filme figurou um tempo entre o TOP 10 nas bilheterias americanas e faturou um pouco mais de $31 milhões de dólares. Tem estréia prevista para 1º de abril de 2011.

 

alguém opinou!

Deixe sua opinião!

Deixe sua opinião