CEO da Insomniac revela segredos do desenvolvimento de Spider-Man na Game XP

Ambrosia Games CEO da Insomniac revela segredos do desenvolvimento de Spider-Man na Game XP

O esperado novo jogo do Homem-Aranha foi apresentado com toda pompa na Game XP. Além de um stand da Sony com a demo disponível ao público, e uma parede de escalada temática, Spider-Man teve sua apresentação oficial na última sexta-feira (07/09) dia do lançamento nas lojas com a presença de Ryan Schneider, CEO da Insomniac Games. No painel realizado no Gameplay Stage, ele jogou a primeira fase, explicando aspectos do desenvolvimento do game, e também respondeu a perguntas.
Atenção: o texto abaixo pode conter alguns spoilers.
O realismo do jogo impressionou a todos. De posse do joystick você se sente o próprio Peter Parker. Os gráficos são tão impressionantes que se tem até a sensação do vento no rosto ao se balançar na teia. E as ruas de Nova York têm vida, tanto que se você para ao lado de um transeunte, pode acontecer até de ele querer tirar uma selfie. Quando perguntado se eles foram cem por cento fieis à Big Apple do mundo real, Schneider revelou que os artistas mesclaram a Nova York verdadeira com a do universo Marvel. Assim, o Empire States coexiste com o prédio do Clarim, por exemplo.
Spider-Man não é adaptação e nem tem relação com “De Volta ao Lar”. Tampouco se trata de uma adaptação de quadrinho ou animação. É uma história nova, mas mantendo o espírito do universo do personagem, segundo Schneider.
Quanto à questão da física do jogo, o CEO explicou que a intenção é que o Homem-Aranha fique o maior tempo possível no ar, e realize muitas acrobacias, afinal ele é o Homem-Aranha há oito anos. Ele lança as teias de várias maneiras, dependendo do caminho decidido pelo jogador.
Schneider revelou que o uniforme criado especialmente para esse título é inspirado nos modernos trajes de competidores esportivos, principalmente do futebol. E além desse, há mais 30 que poderão ser desbloqueados ao longo da campanha.
Perguntado pela Ambrosia sobre os vilões que estão no jogo, Schneider disse que haverá uma gama de vilões clássicos como Abutre, Scorpio, Rino, Shocker, e outros. “O maior desafio em trabalhar no universo do Homem-Aranha é o quão fantástico é, com tantos personagens diferentes que se pode incluir no jogo e dezenas de escolhas prioritárias que temos que fazer. Nós focamos, sim, nos vilões, focamos naquele que exemplificasse a história a ser contada, de mundo colidindo. Essa foi a razão pela qual na verdade nós escolhemos o Senhor Negativo. Porque Martin Li é um filantropo. Achamos que poderia funcionar. E essa tensão nos dá a verdadeira oportunidade divertida com que trabalhar ao longo do jogo. Nós ficamos felizes com os vilões do jogo e acho que os jogadores também ficarão”, explicou.
Haverá 3 DLCs, todas pagas, e também será possível habilitar Miles Morales. Spider-Man está disponível exclusivamente para PS4.

#Novidades