em

Dragon’s Dogma: o próximo grande game da Capcom

A Capcom não é conhecida por seus jogos de mundo aberto. Na verdade, embora popular entre os desenvolvedores ocidentais, os japoneses tendem a se esquivar das vastas aventuras exploráveis  em ​​mundos abertos. No entanto, em 2012 a empresa promete reverter este quadro com Dragon’s Dogma.

Com a mesma equipe que trabalhou previamente em Resident Evil 4 e Devil May Cry, a Capcom está colocando Dragon’s Dogma como o seu próximo grande lançamento. Com mais de três anos de planejamento e sendo desenvolvido há pelos menos dois, ele certamente pode ser encaixado no quadro de grande jogo da Capcom de 2012.

Revelado na Captivate Miami, evento realizado na semana passada, o público foi brindado com um belíssimo trailer que você confere a seguir:

Apesar da cautela em revelar os principais elementos da história do jogo, a equipe de desenvolvimento falou um pouco sobre alguns detalhes da trama. Um dragão, o primeiro em décadas, aparece no mundo. E como costuma acontecer quando bestas lendárias se manifestam, o local se torna um caos. Enquanto o dragão taca terror no reino de forma aparentemente arbitrária, fazendo estragos em todos os lugares da terra, o protagonista do jogo tem o seu “coração de herói” (sim eles usam este termo) roubado pelo dragão, o que daria início a jornada que compõe este novo game.

Como toda fantasia medieval, os elementos de RPG aqui se fazem muito presentes, e antes de iniciar sua aventura, você terá que fazer as escolhas habituais para o seu herói, incluindo seus atributos e sua classe. Serão três as disponíveis: um Ranger (ele usam o termo Strider, como Aragorn, mas creio que Ranger seja uma definição mais comum), um Mago e um Guerreiro. O demo da Capcom só mostrou as especificidades do Strider/Ranger. Esta classe inicia o jogo com dois conjuntos de arma: uma espada e uma adaga para o combate a curta distância, assim como um arco e flecha para ataques à distância.

Para entender um pouco mais sobre o gameplay do jogo, confira esta excelente batalha contra uma imensa Hidra.

A Capcom revelou que embora o foco do demo tenha sido a ação, Dragon’s Dogma será um jogo com um mundo grande, aberto e vivo, com cidades imensas, que contam com o pleno funcionamento de NPCs que levam suas próprias vidas (visitando e administrando lojas, bancas de frutas e muito mais) no jogo durante um ciclo real de 24 horas.

O jogo me lembrou bastante um dos meus favoritos desta geração de consoles: Demon’s Souls, e parece ser uma versão um pouco mais rápida e fantasiosa do mesmo. Tomara que este projeto consiga realmente alçar vôo e se estabelecer como uma das grandes franquias dos games modernos, porque pelo que vimos até agora ele realmente parece ser tudo isso que estão prometendo.

Dragon’s Dogma deverá sair em 2012 para Playstation 3 e Xbox 360.

Participe com sua opinião!