em

SDCC: Os games da Marvel

marvel games panel

O multi-foco da San Diego Comic Con é uma “nova” caracterísitca da maior feira de quadrinhos do ocidente. E um destes focos diz respeito à famigerada indústria de games, aquela, que lucra mais que o cinema. Já que a feira foi concebida para ser uma convenção de quadrinhos, vamos abordar estas duas coisas neste post, mais especificamente sobre uma editora, a Marvel.

A Marvel anunciou alguns lançamentos de novos títulos de games sobre seu universo. O painel abriu com o diretor da Marvel Games, explicitando uma visão panorâmica sobre os objetivos, abordagem e desenvolvimento dos jogos da empresa, destacando a importância em se respeitar os personagens da Casa das Idéias, o que é deveras irônico, já que atualmente nem a própria Marvel tem esse cuidado.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=7wweortLxUE[/youtube]

Após apresentarem um trailer de “Marvel: Ultimate Aliance 2”, Chris Baker, o moderador do painel, pediu ao escritor Evan Skolnick e o diretor de projeto Dan Tanguay – ambos da Vicarious Visions – para explicarem por que o segundo título da franquia era melhor que o primeiro.Tanguay explicou que ocorreu uma mudança de direção, mas que eles estavam tendo o cuidado de manter elementos do primeiro jogo que agradara os fãs e ao mesmo tempo, inserindo novos elementos. Como a “fusão”, uma funcionalidade que permitirá combinar dois poderes distintos. Ele acrescentou ainda que o enredo deste game estará focado na Guerra Civil, a mega-série recente da Marvel que antecede Invasão Secreta. Inclusive esta, segundo Dan, influenciou em algumas partes do roteiro, já que alguns acontecimentos que se desenrolaram nesta saga necessitou consideração. Ainda tiveram de tomar uma liberdade narrativa, se não os jogadores não estariam livres para escolherem os lados durante a Guerra Civil, o que torna o jogo um pouco mais atrativo. Claro, se isto estiver dentro de certos limites lógicos, o que espero que de fato esteja ocorrendo. “Marvel: Ultimate Aliance 2” está previsto para chegar à lojas no dia 15 de setembro deste ano.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=OmsS8OUb3Rc[/youtube]

Em seguida acontece a apresentação de “Super Hero Squad”, que nos revela um game com sistema para quatro pessoas jogarem silmultâneamente. O escritor Matt Hoffmeier descreveu o jogo como “O episódio perdido da série”, se referindo a série animada (mais informações aqui) homónima. Quando foi perguntado se a história influenciaria na jogabilidade, Hoffmeier respondeu que a animação e o jogo se influenciam mutuamente.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=6v8DjHXbigc[/youtube]

O painel continuou com um trailer de “Homem de Ferro 2”, desenvolvido pela Sega. A história terá óbvio embasamento no longa que será lançado em breve nos cinemas. Já o jogo tem previsão de lançamento para abril de 2010. Após o trailer o diretor de criação Kyle Brink declarou que a equipe considerou a opinião dos jogadores do primeiro game, com o intuito de aperfeiçoar esta segunda edição. Baker pediu para que explicassem as diferenças nas histórias do filme e do jogo: “Serão fluxos narrativos paralelos, mas o personagem é o mesmo”.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=UMYCO1nOxJk[/youtube]

Baker anunciou então que “Marvel vs Capcom 2” estaria disponível na Xbox Live Arcade dia 29 de julho e na rede PlayStation Network em 13 de agosto. Declarou também que um Super Hero Squad MMORPG e um Marvel Universe MMORPG estariam em desenvolvimento.

O painel terminou com as tradicionais perguntas de fãs. As perguntas se focaram no título mais forte anunciado: Marvel Ultimate Aliance 2. Ficamos sabendo então que um conteúdo baixável para este jogo está sendo considerado (o provável é que não ocorra), alguns detalhes sobre o enredo dos games anunciados, se inseridos no Universo Marvel e suas respectivas disparidades, todos explicados com alguma desculpa qualquer. E a informação de que haveria várias armaduras em Homem de Ferro 2 para serem liberadas durante o jogo.

Fonte: CBR

Deixe sua opinião