Carcará ganha clipe com a força do “Sertão Urbano”

Gabriel Vale, neto do ícone João do Vale, que faria 90 anos em 2024, traz nova perspectiva ao hino da MPB

71
0

João do Vale faria 90 anos em 2024 e o cantor Gabriel Vale inicia uma sequência de homenagens celebrando o legado do seu avô. O ponto de partida é o lançamento do videoclipe da sua versão de “Carcará”, clássico João em parceria com José Cândido. Com direção de Alexandre O. Gomes, a produção propõe, através de uma composição de imagens da cidade de Nova Iguaçu, localizada na Baixada Fluminense, um novo olhar sobre a música.

Originalmente, a letra estabelece uma alegoria entre a ave de rapina e a força do sertanejo que luta pela sobrevivência. Nesta releitura, a proposta é uma valorização do território onde Gabriel nasceu e João do Vale morou. Com imagens do colégio estadual João do Vale e da casa onde João viveu, ambos em Rosa dos Ventos, em Nova Iguaçu, o clipe mostra Gabriel imerso em outro tipo de sertão, diferente daquele em que seu avô se inspirou para compor a canção, mas semelhante em muitos outros aspectos, aqui denominado de “sertão urbano”, onde a luta pela sobrevivência, pela legitimação e por um espaço de igualdade ainda se manifesta tal qual ocorreu com o avô.

– A proposta de linguagem busca mostrar outros tipos de Carcarás. Neste clipe, onde imagens da Praça dos Direitos Humanos, Via Light, Passarela Caracol, Igreja Nossa Senhora de Jacutinga e Estação Férrea de Nova Iguaçu são evidenciadas em um dia de chuva e nublado, a tentativa é de provocar um olhar não apenas de uma cidade que pulsa, mas também de um povo que sempre busca uma saída e não fica estagnado diante das circunstâncias. Um povo que trava uma batalha social, conscientes ou não, em um sertão urbano, no asfalto, entre os grandes edifícios, seja em dia de sol ou de chuva – explica Gabriel.

“Carcará – Gabriel Vale” tem patrocínio da Prefeitura Municipal de Nova Iguaçu, Secretaria Municipal de Cultura, Fundação Educacional e Cultural de Nova Iguaçu (FENIG), Ministério da Cultura e Governo Federal.

Canção revisitada

Com produção de Tuninho Villas pelo selo Casa Com a Música em parceria com o Sindicato Nacional dos Compositores Musicais (SINCOM), a versão de “Carcará” reúne elementos modernizados que reforçam a atemporalidade da canção. A homenagem conta com participações especiais de nomes como Robertinho Silva, Carlos Malta, Adelson Viana, Alexandre Ito Primo, Roberta Ribeiro e Walter Fernandes. 

– Escolhemos Carcará para homenagear o João pelo peso simbólico da canção, por ser um símbolo de resistência – conta Gabriel.

Hino em tempos de repressão

Regravada por grandes nomes da Música Popular Brasileira, “Carcará” é uma das composições mais conhecidas e icônicas dentre as mais de 400 de João do Vale, preto retinto e semianalfabeto, que saiu de Pedreiras, no Maranhão, e veio para o Rio de Janeiro ainda jovem. Composta em 1965, período da Ditadura Militar, a canção fala de uma ave de rapina típica do Nordeste e pode ser lida como uma metáfora àquele período e aos militares. Tornou-se hino por meio do show “Opinião”, de 1964, que reuniu Nara Leão (mais tarde substituída por Maria Bethânia), João do Vale e Zé Keti.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *