Hilreli e Lucas lançam “Uardarrua” com clipe lúdico feito com inteligência artificial

Faixa é um feat. dos músicos mineiros composta durante o período de pandemia

43
0

“Sabe aquela vontade de poder voltar para a rua que ficou acumulada? Parece que tudo já voltou ao comum, mas a verdade é que ainda estamos digerindo, processando aquele período sombrio e recente que vivemos”, divide Hilreli. Foi durante o isolamento que o músico natural de Barbacena (MG) uniu-se com o conterrâneo Lucas para compor à distância Uardarrua, feat. lançado hoje, dia 11 de agosto. “A letra reflete sobre a saudade das coisas simples do dia-a-dia, como o caos da cidade, encontrar os amigos frente a frente”, conta Hirelli. A faixa é acompanhada por um videoclipe ambientado em sua cidade natal, com imagens finalizadas por IA.

Foi o poeta Ferreira Gullar que disse que “a arte existe porque a vida não basta”, frase que serve de inspiração para o trabalho de Hirelli. “Nosso objetivo é conscientizar e estimular a valorização da vida e cuidado com a saúde mental, promovendo além de empatia, entretenimento e diversão. A música tem um impacto profundo no cérebro, influencia emoções, acalma, estimula a criatividade, reaviva memórias e desencadeia respostas no corpo. Queremos oferecer bem-estar e resiliência através da música e da arte”, conta o artista que é também autor da canção “Chega”, que foi tema do Movimento de Luta Antimanicomial em 2020.

Sobre a parceria, Lucas comenta: “A gente já se conhece há algum tempo por conta dos outros eventos culturais na cidade, saraus e alguns amigos em comum. E sempre rolou uma brincadeira sobre a ideia de fazer uma música juntos, o que só foi acontecer mesmo em 2020, quando fizemos Uardarrua. A música foi uma parceria em todos os sentidos, desde a composição da letra, melodia, o corre pra conseguir gravar a faixa, o clipe… Além disso, Hil já fez algumas participações em shows da minha banda, Lucas e os Itinerantes, e é o responsável pela gravação da nossa primeira apresentação. A gente se ajuda sempre que possível”.

A narrativa do clipe foi criada a partir da visão de um personagem: o ursinho azul que aparece na capa. “Foi ao lúdico e à inteligência artificial que recorremos invocando esse ursinho azul como um ser mágico que voa pelas ruas de um multiverso da cidade para despertar a magia escondida em cada esquina”, compartilha o artista. O intuito é convidar o público a redescobrir a beleza, o afeto, a conexão, voltando os olhos  ao encanto possível que permeia o ambiente cotidiano. “A pandemia trouxe desafios para a nossa saúde mental, como ansiedade, solidão e depressão. Buscamos criar um espaço de acolhimento e reflexão, promovendo a resiliência e o autocuidado. Inclusive para nós mesmos”, completa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *