Cultura colaborativa! Participe, publique e ganhe pelo seu conteúdo!

Quarteto Enredado lança Requiem

Os sentimentos e as sensações vividas durante a pandemia de COVID-19 foram a inspiração para o EP Requiem, do grupo paulista Quarteto Enredado, que será lançado nas plataformas digitais no dia 15 de março. Em cinco faixas, o compositor Gabriel Terra tentou retratar impressões como o medo, frustração, raiva, o cuidado com o próximo e a esperança.

Para Gabriel, “ainda que já estejamos fora da pandemia, muitas pessoas ainda carregam emoções, ausências e até mesmo sequelas físicas desse período.  Portanto, pensamos com esse álbum, convidar o ouvinte a refletir positivamente sobre o que passamos, tentar aliviar as dores, e quem sabe um dia, superar esse momento.”

Requiem é o segundo trabalho autoral do grupo que pesquisa os elementos característicos da música brasileira, misturando e enredando com sonoridades da música de concerto contemporânea. Formado por Claryssa Pádua (violão), Ronaldo Sabino (viola caipira), Daniel R. Palermo (guitarra) e Gabriel Terra (contrabaixo acústico), o Quarteto Enredado nasceu em 2018 na cidade de Franca (SP). Desenvolve uma linguagem própria ao misturar instrumentos tão característicos na cultura brasileira, mas que orbitam estilos e gêneros distintos. O resultado é uma experiência musical de pluralidade sonora e de encontro das tantas influências que o grupo carrega. 

Inspirado na vertente e experimentação do Movimento Antropofágico do Modernismo brasileiro, o Quarteto Enredado explora as diversas possibilidades de timbres e texturas em seus arranjos e obras autorais. Em 2022, o grupo lançou o álbum Alma Brasileira.

O disco foi viabilizado pelo Bolsa Cultura, do Programa de Incentivo à Arte e à Cultura do Município de Franca. (Lei nº 8.050/2014), com o apoio da Fundação Esporte, Arte e Cultura – FEAC e Prefeitura Municipal de Franca.

OS INTEGRANTES

Claryssa Pádua (violão)

Doutoranda, mestra, bacharela e licenciada em Música, com ênfase em violão erudito, pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), realizou parte de seu mestrado na University of Denver, nos EUA, em 2016, onde estudou com o renomado violonista inglês Jonathan Leathwood, e parte de sua graduação em intercâmbio com a Pontificia Universidad Católica de Chile. Atua como solista, camerista, professora, produtora cultural e pesquisadora, com foco na área de Práticas Interpretativas. Integra o octeto “Camerata de Violões de Campinas” e lançou o CD “Mosaicos” (2019).

Ronaldo Sabino (viola caipira)

Mineiro, mudou-se aos 11 anos para a cidade de Franca, São Paulo, onde, aos 15 anos, iniciou a sua formação musical como violonista (popular e erudito) e  aos 19 anos iniciou a sua carreira profissional. É solista ou atua em bandas nos mais variados estilos. Integrou a orquestra de violão Corda Toda, de Tatuí. Desenvolveu-se como violeiro (autodidata) e como acordeonista, estudando com Dante D’Alonzo (Jaú). Apaixonado pelo universo da viola caipira, lançou, em março de 2007, seu 1º CD (Estradas de Minas) e, em 2015, seu 2º CD (Rancho Alegre).

Daniel R. Palermo (guitarra)

Guitarrista formado pela Faculdade Internacional Souza Lima & Berklee, e técnico em áudio pelo Instituto de áudio & vídeo (IAV). Iniciou-se no estudo da música aos 15 anos, na cidade de Franca-SP. Tocou em bandas de rock, pop, reggae, além de projetos próprios e em parceria com outros músicos, a exemplo do “Choro é Livre”, de Laudares, da banda Toxic Beer, da banda de reggae Katavento, com quem dividiu o palco com nomes, como S.O.J.A (USA), Holy Piby (Argentina), Tribo de Jah, Natiruts e Aldeia Reggae.

Gabriel Terra (baixo acústico)

Paulistano, é compositor, arranjador, guitarrista e baixista. Em 2016, lançou seu primeiro CD com composições autorais, intitulado “Amizade”. Desde então, vem pesquisando e elaborando possibilidades sonoras dentro do universo da música brasileira, explorando sonoridades diversas e criando uma linguagem autoral. Dentre os seus campos de atuação, Gabriel Terra também desenvolve trilhas musicais para filmes, espetáculos de teatro, vídeos e instalações. No audiovisual, seus trabalhos já participaram de diversos festivais nacionais e internacionais, tendo alguns filmes premiados. 

REPERTÓRIO COMPLETO

– Faixa 1: Requiem 1, Cuidado em Prelúdio – Gabriel Terra

– Faixa 2: Requiem 2, Insurgência – Gabriel Terra

– Faixa 3: Requiem 3, Fuga em Babel – Gabriel Terra

– Faixa 4: Requiem 4, Choro e Canção – Gabriel Terra

– Faixa 5: Requiem 5, Fantasia em Maracatu – Gabriel Terra

FICHA TÉCNICA:  

Violão – Claryssa Pádua

Viola Caipira – Ronaldo Sabino

Guitarra- Daniel R. Palermo

Baixo acústico – Gabriel Terra

Composições – Gabriel Terra

Produção Musical – Camilo Carrara

Produção Executiva – Claryssa Pádua Produções Culturais

Estúdio de gravação – Inside Studio Fonográfico

Engenheiro de áudio, mixagem e masterização – André Bolela

Capa – Atalie Rodrigues Alves – aquarela “Igreja do Rosário de Diamantina” – 2006

Diagramação: Gabriel Longo

Fotos: Dona Foto

Figurino: Carol Decol

Compartilhar Publicação
Link para Compartilhar
Publicação Anterior

Indígenas é tema de exposição fotográfica de Dani Sandrini no SESI Ribeirão Preto

Próxima publicação

Mostra de Repertório de 20 Anos com apresentações em São Paulo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia a seguir