em , ,

A polêmica de 'After' nos cinemas

Hora de finalmente conversarmos sobre o fato de os livros de After serem adaptados para o cinema. After é uma série de livros escrita por Anna Todd adaptado de uma fanfic de One Direction.

35 opinaram!

Deixe sua opinião!
  1. Eu amo seus vídeos, vc interpreta os livros de uma forma surreal, eu adoro a forma como fala sobre eles.
    E sobre a perspectiva de after eu concordo totalmente com vc mas falar sobre essa história é uma coisa muito ampla e tbm mto complexa, eu realmente odiei o Hardin Durante mto tempo, e eu me sentia no lugar da própria Tessa, PQ eu sentia o quanto aquilo era tóxico mas eu achava que eles podiam dar, certo e que aquilo tudo ia melhorar em algum momento, talvez seja essa a sensação de estar em um relacionamento abusivo, eu tenho uma relação de amor e ódio com o Hardin, estou muito curiosa pra saber como vai ser o filme.

  2. Eu sou uma das meninas que gosta de After…. Não vou negar .. Amo After, e eu em momento algum defendi que isso é um relacionamento normal, sempre achei abusivo, tanto que olho e falo : NEVER ! Eu também quero muito ver a adaptação, Aliás , MUITO MESMO, fiquei sabendo que o Hero ( quem vai fazer o Hardin) deu uma amenizada legal no Hardin. Eu amei o final , como muitos também , concordo com você em uns aspectos sobre o final. E eu volto a repetir, concordo que é um relacionamento SUPER ABUSIVO E TÓXICO, nunca teria um relacionamento assim, nem se ele se ajoelhar aos meus pés ( referências) , não é o meu casal base — também espero que a Anna deixa mais claro que aquele relacionamento não é o certo — nem meu preferido, tanto que eu gosto mais do Landon. Acho que n tenho mais da a dizer … A tem sim! Amo a escritura da Anna, e a e evolução dela também.

  3. Eu acho que não vai ser tão divulgado. Vê o exemplo do filme de fallen. Eu mal vi no cinema e o filme morreu. Não vai ter sequência. Provavelmente after SEEE for um baita sucesso de bilheteria talvez tenha as sequências.

  4. Eu até hoje não sei se gostei da série, li os 5 livros e tinha muito ódio do comportamento dos personagens, os dois, tanto a Tessa quanto o Hardin, em vários momentos, fazem muito mal um para o outro ( não vamos por tudo nas costas do Hardin…), essa foi a minha impressão, sabe? e, ao mesmo tempo, não conseguia parar de ler, porque queria saber se/como a autora ia conseguir fazer esse relacionamento tão tóxico dar certo, porque de certa forma a gente vê uma tentativa dos personagens de querer fazer as coisas funcionarem, mesmo que eles estivessem indo pelo caminho errado….
    E, pra mim, o mais interessante foi que levantou o questionamento do que é o amor em um relacionamento? A tessa e o Hardin se amavam? eu posso dizer que não era amor? ou eles apenas não tinham maturidade para viver esse sentimento e separá-lo do turbilhão de outros sentimentos negativos ( raiva, possessividade, insegurança, egoísmo…) que cercavam o relacionamento deles e não deixavam o amor florescer?
    É um livro que retrata um relacionamento bem complexo e difícil, não sei se a adaptação nos cinemas vai permitir esse nível de compreensão e, sem dúvida, eu, quando adolescente, não teria tido o mesmo tipo de reflexão que tive…

  5. eu li a série recentemente e eu me apeguei demais aos personagens. cada um com seus defeitos, e claro, cada leitor interpreta a estória de um jeito, mas o que EU ENTENDI foi que a série AFTER é sobre REDENÇÃO! Hardin é SIM um cara problemático cheio de problemas, que não tinha UM PINGO de esperança em si mesmo, e a Tessa foi a única que conheceu que por trás de toda aquela escrotice e idiotice dele, existia um cara bom, e ela tinha esperança de que ele pudesse mudar e virar uma versão MELHORADA de si mesmo, e ela abriu os olhos dele pra isso. não foi a Tessa que mudou o Hardin. ele mudou porque daquele jeito que era não tava dando ser, ele via que aquele jeito fazia mal as pessoas que se importavam com ele, principalmente pra Tessa. por isso ele mudou. o relacionamento foi MUITO abusivo, gente, isso tá óbvio, mas o leitor PRECISA saber que cada um lida com um jeito com traumas da infância, ninguém lida igual quando cresce!!! ninguém!!!!!!!! e aquele jeito do hardin é exatamente o jeito que ele soube ser pra lidar com tudo aquilo. ele não teve pais presentes, uma infância saudável, uma estrutura pra ser uma pessoa boa e tratar os outros como se deve, então, sim, foi POR ISSO que ele se tornou aquele tipo de pessoa, mas foi LINDO ver que ele mudou pra MELHOR. foi LINDO ver a Tessa mudando. eu amei o final. eles se tornaram versões melhores e amadurecidas de si mesmos, resolveram seus conflitos internos e APRENDERAM a viver sozinhos e depois sim recomeçarem do 0 e foi quando deu CERTO, mas eles tinham esperança em si mesmos de que poderia dar certo um dia. por isso conseguiram ter um final feliz.

  6. Eu amo a série After (é minha favorita), sei do relacionamento deles, mas acredito que tem que ter estômago para ler e entender (e se você não quiser passar raiva eu não aconselho). Eu li com fervor quando ainda era fanfic lá em 2014/2015 se não me engano, tinha 16 anos na época, e esse livro mexeu comigo de uma maneira que nenhum outro livro havia mexido antes. Eu chorei de ódio durante toda a série, me questionei diversas vezes: PQ CARALHOS A TESSA ACEITA ISSO? PQ ELA TA VOLTANDO PRA ELE? Enfim, mas acho que o que foi mais importante pra mim foi que After me mostrou que eu não devo aceitar NUNCA ser tratada da forma que Hardin tratava Tessa, por isso eu não acredito nessa visão de que After romantiza o relacionamento deles, muito pelo contrário a todo tempo a narrativa nos mostra que SIM, EXISTE UM PROBLEMA EM AMBOS, mas só eles induvidualmente não percebem isso em si mesmos… é mais ou menos como a vida real quem vive pensa que não tem um problema, mas quem tá de fora consegue perceber. Sinceramente, eu me perguntei muitas vezes pq eles simplesmente não conseguiam se largar e isso me deixava muito confusa na época, mas com o tempo de leitura fui percebendo mais ou menos como é a estrutura de um relacionamento assim (existem muitas razões para a pessoa não conseguir se desprender disso e uma delas é não perceber no início que há um problema e que não vai dar bom). Uma vez vi uma psicóloga falando que nem sempre o abusador sabe que é o abusador, e é isso que o Hardin faz com a Tessa, mas ele não percebe por que isso já se tornou um hábito dele e ele acha isso normal o que por si só já é um problema. Não o acho um cara ruim e nem o estou defendendo, mas ele sofreu tantos traumas que perdeu a sensibilidade, empatia e respeito por todos em sua volta (até mesmo pela mãe que sofreu tanto com ele), justamente por tudo o que aconteceu de ruim a ele ao longo da vida. Isso me deu uma visão de algo que é muito mais real do que se imagina, sabe? No mundo, existem diversos relacionamentos por aí, tóxicos, onde um não consegue se livrar do outro e raramente acabam com um final feliz pq ambos só identificam que há algo de errado quando algo muito ruim mesmo acontece. Tô falando demais (kkkj), mas pra finalizar, apesar disso tudo After também me ensinou tbm sobre perdão e mudança que podem sim acontecer, mas a mensagem mais importante foi a que eu percebi que não devo aceitar um "Hardin" na minha vida, pq eu não sou como Tessa. Espero que tenham entendido basicamente oq eu quis dizer.

  7. Entendi tudo o q vc quis dizer! Embora eu tenha achado a forma como a anna trata o relacionamento no livro meio… Alarmante. Enfim. A anna usa de relacionamento tóxicos para falar deles, é quase uma metalinguagem. O livro é mt viciante, e eu li odiando, mas li dois livros da série seguidos kkkkkkkkk parte por causa da putaria… Adoron. Eu odeio a série, mas vou assistir? Vou! O trailer eu já gostei, ent né… Onde tem putaria e safadeza, eu já fico interessada.

  8. Tenho uma relação de amor e ódio com essa série, apesar de ser sim um relacionamento abusivo, começar por motivos errados, eu me apaixonei pelo enredo, pelos personagens, pq não é um romance clichê, é diferente, traz verdades e alertas. E não é apenas um relacionamento abusivo entre namorados, tem muito mais que isso envolvido, tem altos e baixos, é uma história que mostra realidades, que muitas pessoas não gostam de ler pq não mostra o mocinho e a mocinha na faculdade jurando amor eterno. After me ganhou pq foge do mesmo, e pra mim é relação de amor e ódio em relação aos personagens, pois em diversas situações eu torcia por um e em outro momento eu já estava querendo esse que eu torci, se desse mal.

  9. Eu li apenas o primeiro livro e foi uma leitura extremamente sofrida e por isso criei uma resistência com a autora. Não consegui ir adiante na série porque além de ter detestado o Hardin, eu nunca senti tanta raiva de uma personagem como da Tessa. Dificilmente verei o filme, para mim esse livro retrata fielmente um relacionamento doentio e abusivo.

  10. Oiii. Então, eu li after agora que vi que ia sair o filme.
    Primeiro: eu acho que o livro é muito aberto para interpretações e vou dizer qual foi a minha.
    Quando eu comecei a ler, é claro que comecei a torcer por eles dois! Isso vem automático quando a gente começa um romance. Eu acho que ela quis mostrar o que acontece dentro de um relacionamento. As vezes as mulheres tem exatamente o comportamento da Tessa, e é triste quando não acordam para o que está acontecendo. O Hardin tem problemas sim, e problemas sérios. Mas eu também acho que há uma espécie de exageros. O que me incomoda é a parte psicológica que ele faz com ela. Os joguinhos para que ela faça exatamente o que ela quer e esse ciúme cego dele. Mas em momento algum eu senti ele uma pessoa violenta fisicamente com ela. Ele tem problemas de controlar a raiva e sai quebrando tudo. Mas é fácil de observar esse ciúme e esse tipo de chegar brigando com outro homem em narrativas e não é problematizado como esse. Eu acredito que ela tenha amado ela sim, mas ele não sabia lidar com tudo e teve um comportamento horrível. Mas ele pegar no braço dela, n significa que foi pra marcar e machucar, algumas vezes eu sinto que exageram muito quando interpretam o que tá escrito ali. E o que mais me incomoda é o fato de criticarem ele por n querer casar e ter filhos. Eu acho que cada um tem o direito de decidir ou não se quer isso, e ao companheiro se vai aceitar ou cair fora. Acho que faltou isso na Tessa.
    Fiquei muito feliz que houve uma mudança que possibilitou eles dois juntos porque eu torci muito pra isso acontecer.

  11. Tinha visto o vídeo anterior e você tinha mesmo deixado bem claro que a série causa uma confusão no leitor. Não li nenhum ainda, mas estão falando tanto que fiquei curiosa. Lembrando aquela coisa, o autor nunca pode garantir que a obra será lida no mesmo espírito em que foi escrita. Cada um vai enxergar a história de um jeito, de acordo com as vivências que tem. O que eu não acho legal é que um monte de gente taca o pau em alguns livros sem nunca ter lido nenhuma página pq toma posse da interpretação que um outro alguém fez e disseminou.

  12. Vejo que é um relacionamento abusivo sim mas não me deu tanta agonia de ler "como assim que acaba" que me tanta agonia por gostar de algo que eu nao apoio mas after mostra uma evolução muito grande do hardin que é oque mais gosto na série toda

  13. No meu ponto de vista ( e eu acho q de todos) é um relacionamento tóxico sim mas temos que lembrar que eles são pessoas de extremo oposto.
    Hardin é um cara controlador e a Tessa sempre foi controlada por todos então até que ela se ligasse q tinha algo errado ela sofreu muito. Hardin teve seu passado problemático e como todos dizem isso não é motivo pra tratar ela desse jeito, realmente não é mas temos que lembrar que ele viveu sozinho durante a vida toda, se fechou com a mãe e é claro q ele não ia saber como tratar uma mulher depois de tudo isso.
    E pra quem diz que o Hardin depressiou a Tessa… realmente ele teve uma graaannde parcela de culpa mas eu não vejo as pessoas citarem o pai da Tessa q abandonou ela e quando ela o encontrou ele era um mendigo drogad, o estupro que a melhor amiga dela planejou, a forma como a mãe tratava ela… Gente o Hardin não fez tudo isso sozinho ok ?
    Não tô defendendo ele, muito pelo contrário ele é um fdpt msm mas eu queria que as pessoas lembrasse dos outros acontecimentos do livro…

  14. After trata um relacionamento abusivo com muito irresponsabilidade. E trazer um final feliz é extremamente problemático, passa uma ilusão (principalmente para adolescentes que leem e gostam do casal) de que você deve insistir em um relacionamento tóxico, em um cara que te maltrata e é abusivo com você pq uma hora ele vai mudar. E a gente sabe que na vida real não é bem assim.

  15. Gente, obviamente after conta sobre um relacionamento abusivo, porém narrar uma história do tipo não diz nada sobre a opinião da Anna sobre relacionamentos abusivos ou sobre o leitor. MAS after é uma história que você ou ama ou odeia, e se a Anna conseguiu passar um misto de sentimentos com a história, pra mal ou pra bem foi um livro muito bem escrito pela quantidade de sentimentos que passa à quem tá lendo. Porém é uma história que tem que ser lida com MUITO cuidado. Como ela disse "pode funcionar pra uns mas pra outros não."

Deixe sua opinião

Uma aventura Lego 2 – Natal em Apocalipsópolis

Picks ups de dezembro com 2Quadrinhos