em ,

Caravana Literária do Ecomuseu de Santa Cruz chega ao último dia com saraus abertos ao público

Caravana Literária do Ecomuseu de Santa Cruz chega ao último dia com saraus abertos ao público | Agenda | Revista Ambrosia

Nesta quinta-feira, 23 de junho, é o último dia da Caravana Literária do Ecomuseu de Santa Cruz. O evento, que começou no dia 6 de maio na Zona Oeste do Rio de Janeiro, levou durante esse período diversas atividades voltadas ao incentivo e promoção da leitura a crianças e jovens, favorecendo o acesso à arte como linguagem expressiva e forma de conhecimento em espaços formais e não formais de educação. O projeto é patrocinado pela Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, Secretaria Municipal de Cultura, por meio do edital FOCA-Fomento à Cultura Carioca.

Para comemorar a sua finalização, serão realizados dois saraus abertos ao público nesta quinta: o Sarau Vozes Negras e o Sarau Mulheres Negras. O primeiro, será realizado às 10h no Instituto Educacional Sara Kubitschek (Avenida Manuel Caldeira de Alvarenga, número 1.203, Campo Grande). O evento objetiva trazer à luz um diálogo entre o analfabetismo e o negro no Brasil do século XXI, ressaltando o racismo, o preconceito e a discriminação sofrida pela população negra. Por meio de poemas e músicas, apresentarão a voz dos silenciados, que durante séculos não foram vistos por uma sociedade que não reconhece o valor e a importância do negro para a construção da identidade brasileira. Embasado nas LEIS 10.639/03 E 10.645/08, o Sarau Vozes Negras propõe uma lúdica conversa sobre o que é ser negro no Brasil.

Já o segundo, vai acontecer às 15h, na Embaixada das Favelas (Rua Antenor Correia, 1, Vila Aliança). Neste sarau, o objetivo será mostrar por meio de poemas e músicas a obra das principais escritoras e poetisas negras da língua portuguesa, bem como homenagear algumas das maiores representantes negras da música brasileira, reconhecendo o valor e a importância da mulher negra para a construção da identidade brasileira. Embasado nas LEIS 10.639/03 E 10.645/08, o Sarau Mulheres Negras também propõe uma lúdica conversa sobre o que é ser negro no Brasil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

#Lançamento'22 Circuito Ambrosia