Jane Austen na moda

A moda editorial e cinematográfica em volta da escritora de literatura inglesa Jane Austen.

10
4

“É uma verdade universalmente reconhecida que um homem solteiro na posse de uma bela fortuna necessita de uma esposa.”

Esta frase se tornou uma das mais conhecidas da literatura. Com essa afirmação, Jane Austen iniciou um livro que se tornou um clássico da literatura inglesa: Orgulho e Preconceito; primeiramente batizado de First Impressions e que já rendeu adaptações para o cinema e para a TV.

Jane Austen escreveu apenas 6 romances completos (Orgulho e Preconceito, Razão e Sensibilidade, Emma, Mansfield Park, A Abadia de Northanger e Persuasão) e garantiu seu lugar de ícone da literatura com  uma legião de fãs que não para de crescer e uma grande influência no mercado editorial, o que podemos confirmar com o crescente número de obras com a escritora ou seus livros como personagens e adaptações de suas obras para outros temas.

Primeiramente, por que Jane Austen é tão famosa? É claro que não tem como responder a essa pergunta objetivamente, pois não existe nenhuma fórmula. Mas Jane Austen se destaca pela qualidade da sua escrita. Ela poderia ter sido uma mulher do campo comum – o que naquela época significava não ter muitas perspectivas de vida além de se casar com um homem que garantisse seu sustento –, mas Jane se negava a ter seu destino pré-traçado por essas normas, e colocava no papel suas críticas e observações da sociedade de modo irônico e natural.

Suas personagens não são apenas mocinhas indefesas que procuram um grande amor e, depois de muito sofrerem, conseguem esse intento. São personagens com personalidade, e cada livro traz um enfoque diferente do modo de vida da sociedade daquela época.

Mas o que faz Jane Austen ser diferente das outras grandes escritoras? Também não há uma resposta objetiva para essa pergunta. Que garota chata! Vocês devem estar pensando, trazendo a tona perguntas que não pode responder! Mas essa é a verdade! Sim, podemos falar das qualidades literárias de Jane, mas também podemos enumerar as qualidades de tantas outras escritoras que não possuem legiões de fãs como ela. Há pessoas que fazem até o próprio casamento temático de Jane Austen! Então, eu não tenho a resposta para o porquê de uma escritora inglesa do século XIX ser tão badalada. É algo até surpreendente: mesmo entre leitores, há a fama dos clássicos serem relegados, mas JA é uma escritora que se enquadra nos padrões clássicos e não apresenta o problema de falta de leitores.

Então, é uma verdade universalmente reconhecida que Jane Austen é uma grande escritora de literatura inglesa com grande fama e fãs ainda hoje. A grande questão sobre isso é o lado comercial que se abre com sua fama, tornando-a quase uma celebridade no mundo literário.

Jane Austen possui inúmeros produtos baseados nela, em seus personagens ou em seus livros no mercado editorial e cinematográfico, além de inúmeros sites que dissertam sobre sua vida e tudo o que for correlato a ela e sua obra.

Vou me ater apenas em Orgulho e Preconceito – a obra mais famosa de JA – para falar sobre adaptações, caso contrário esse texto ficaria enorme – e mais informações sobre adaptações podem ser lidas aqui, em um site especializado na escritora.

Orgulho e Preconceito já teve 11 adaptações, incluindo cinema e séries para a TV. O primeiro filme baseado no livro é do ano de 1940, com o grande ator clássico Laurence Olivier. Em 2005, o livro teve sua última adaptação. Essa teve algumas críticas de fãs que não conseguiam deixar de comparar o filme com outro feito pela BBC em 1995 em formato de série, onde o ator Colin Firth foi consagrado com o personagem Mr. Darcy. O livro teve até uma adaptação cinematográfica indiana com o nome de Bride & Prejudice.

Até esse ponto, tudo certo. Grande escritora com grandes livros, é normal ter várias adaptações para o cinema. Livros são adaptados para a telona a todo momento. Todos os filmes do Hithcock são baseados em livros ou contos. Então, isso não aconteceu só com ela. O grande feito é: Jane teve todos os seus livros adaptados!

Atualmente, a escritora continua a render livros. O primeiro grande exemplo que chegou ao Brasil foi Orgulho e Preconceito e Zumbis, que a tinha até como co-autora. Na corrente cinematográfica de zumbis, o autor misturou a história do livro original com os mortos-vivos, e já vai virar filme!

Outro livro que chegou ao mercado brasileiro é Jane Austen: A Vampira. Nesse, o autor foi mais audacioso: trouxe a escritora de volta a vida como uma vampira. E o livro terá continuação!

No mercado internacional são inúmeros os livros que possuem JA de alguma forma ligada ao enredo da história. E não são só livros que surgem com JA. Há um tempo, tivemos uma série de 4 capítulos onde uma fã trocava de lugar com Elizabeth Bennet (personagem de Orgulho e Preconceito) e passava a viver no século XIX.

O fato é: Jane Austen continua trazendo muito sucesso, seja em livros, filmes ou séries. De qualquer forma, só posso ver aspectos positivos nisso, pois estamos falando de uma escritora inglesa do século XIX, e não de um livro ou escritor que surgiu de um boom sem explicação e virou celebridade de repente. Então, como fã de Jane Austen, eu só peço que isso não acabe, e estou sempre aguardando novas histórias e adaptações sobre ela ou seus livros.

O que você encontra na web sobre Jane Austen

  • Vídeo juntando os livros da escritora com o filme Clube da Luta.
  • Video Pride & Prejudice and Star Wars.
  • Boneca Jane Austen.
  • Informações sobre todas as adaptações de seus livros para o cinema e para a TV. Clique aqui.
  • A casa onde JA viveu os últimos 8 anos de sua vida foi transformada em museu. Clique aqui para acessar o site.
  • Há um site de fanfics dos livros da escritora.

Livros

  • 1811 – Razão e Sensibilidade
  • 1813 – Orgulho e Preconceito
  • 1814 – Mansfield Park
  • 1815 – Emma
  • 1817 – A Abadia de Northanger
  • 1817 – Persuasão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 thoughts on “Jane Austen na moda

  1. Oi Dri! Você só esqueceu de mencionar que no Brasil temos uma Sociedade Jane Austen! 🙂

    Veha nos fazer uma visita! http://www.jasbra.com.br

    Adriana

  2. adorei, cada dia esse site fala mais de livros @-}–

  3. Acho que a volta da autora é bem merecida, infelizmente o mundo hoje em dia tá cada vez mais idiota e o resultado é uma utilização simplória da autora e suas obras… A esperança é mesmo que esses subprodutos possam trazer os leitores para as obras originais.

  4. Comprei o Pride and Prejudice ontem, por 5,50 na Fnac, e vi essa primeira frase… quero me familiarizar mais com a obra da Jane. Ótimo artigo!