Ambrosia Literatura Os Três Estigmas de Palmer Eldritch, de Philip K. Dick

Os Três Estigmas de Palmer Eldritch, de Philip K. Dick

Os Três Estigmas de Palmer Eldritch é um livro esplêndido, e talvez a mais fantástica obra de Philip K. Dick, autor de alguns dos mais importantes romances da ficção científica. Desdobrar este artigo em elogios seria totalmente redundante, assim vamos pular diretamente para a trama do livro.

Em um futuro não tão distante, a Terra se tornou um lugar excessivamente quente e a ONU passou a desenvolver novas colônias em outros corpos celestes para garantir a sobrevivência da humanidade. Majoritariamente alistados contra sua vontade, os colonos praticamente não possuem chances de voltar para a Terra e vivem em ambientes inóspitos, se conformando em depender da droga de tradução conhecida como Can-D para algum prazer.

Barney Mayerson foi convocado para um exame pré-alistamento, e a beira de perder sua carreira como mais importante consultor de pré-moda da Ambientes P.I., precisa lidar com Roni Fugate, sua assistente precog e amante gananciosa; com as ambições dos Hnatts – sua ex-mulher e seu novo marido; e com o péssimo humor de seu chefe, Leo Bulero.

Leo Bulero é um dos homens mais poderosos da Terra, tendo feito fortuna com os ambientes miniaturizados “Pat Insolente” e a produção/trafico de Can-D para os colonos, que utilizam a droga de tradução para vivenciar a vida glamurosa de Pat. Evoluindo através da Terapia E, Leo agora precisa lidar a ameaça do retorno de Palmer Eldritch do sistema Prox.

Eldritch é um homem misterioso. Viveu com uma raça alienígena Proximiana por dez anos e agora retorna ao sistema solar com uma nova droga de tradução aparentemente superior a Can-D. Além de possuir estranhos enxertos cibernéticos e estar sob proteção da ONU,nada mais se sabe sobre Eldritch.

Sam Reagan vive com sua esposa em outro casal em “Chances de Catapora”, um dos acampamentos do “Crescente de Fineburg”, a mais promissora área humana em Marte. Sam, como outros colonos, perdeu completamente a vontade de lutar pelo futuro da humanidade e agora enfrenta o dilema entre continuar vivendo pela Can-D ou experimentar a nova droga de tradução Chew-Z, cujo slogan sedutor é: “Deus promete vida eterna; nós cumprimos a promessa.”

No livro, Philip K. Dick nos arremessa nesse mundo de personagens, e a cada capítulo parece haver uma reviravolta na história enquanto o autor discute o futuro, espiritualidade, o real e a essência do que podemos ser. A cada novo fato nos perguntamos de que lado estamos e, sem tempo para respirar, somos apresentados a uma nova discussão entrelaçada com os acontecimentos do livro, que mantém o ritmo da primeira à última palavra.

Vale destacar também que Os Três Estigmas de Palmer Eldritch, apesar de escrito na década de 60, não poderia ser mais atual. As três estigmas do livro poderiam muito bem ser interpretadas como o aquecimento global, fundamentalismo religioso e escape da realidade. Como hoje a resposta humana para o aquecimento global é “passar a bola para frente” e se concentrar no escape do problema no lugar da resolução da questão. A Can-D surge como um ambiente virtual onde as pessoas tentam ignorar a realidade por uma vida alternativa mais glamurosa – alguém ai não consegue lembrar de Second Life, World of Warcraft e outros jogos na internet? Em maior grau, experienciar outra vida também esbarra nos preceitos de religiosidade inerentes da humanidade, levantando questões e discussões sobre a origem do divino e a definição de homem, deus e religião.

No final de Os Três Estigmas de Palmer Eldritc algumas perguntas podem ser respondidas enquanto outras se abrem para reflexão. Um livro imprescindível e mais um belo trabalho da Editora Aleph!

Clap, Clap, Clap Mr. K. Dick.

[Link para o livro na Editora Aleph]

4 COMENTÁRIOS

  1. A Aleph está salvando os fãs de Philip K Dick,que querem ler em português, o Homem do Castelo Alto, também lançado por eles também é fantástico, quando saiu fui correndo comprar. As edições em português da terrinha são horríveis de ler, tenho um Homem Duplo que é triste a tradução, melhor ler em inglês mesmo.
    Muito legal a dica não sabia que tinha saído esse.!

    Abraço

    Marcelo Pitel

  2. Eu adorei o livro,vou comprar.Mas também queria sugerir que os editores colocassem posts sobre novos autores.Como eu,por exemplo.Tenho um livro publicado no site http://www.clubedeautores.com.br.O livro chama-se Glória e consequência e é uma releitura do clássico Fausto,do grande escritor e poeta Goethe.É um estilo de literatura amador,digasse de passagem,porém em nenhum momento ele peca em criatividade,monotonia e esteriotipação.Há muitos jovens de 18 anos como eu,que não se impregnam com essa língua suja de vcs e tbs.Fazem literatura de qualidade e merecem ser conhecidos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

próxima publicação