em

“Vale tudo: O som e a fúria de Tim Maia” proporciona um encontro intenso com o cantor

O livro “Vale tudo: o som e a fúria de Tim Maia”, de autoria de Nelson Motta, é um presente para o público brasileiro, que ao lê-lo tem a oportunidade de viajar pela vida de Tim Maia.  O jornalista e produtor musical tornou-se amigo do cantor em 1969, ao produzir o excepcional dueto de Tim com Elis Regina. E é justamente esta amizade de tantos anos que abre seu livro. No primeiro capítulo ele descreve seu último encontro com Tim Maia em julho de 1997, em Nova York. A partir daí, ele apresenta histórias de Sebastião Rodrigues Maia, desde sua infância no bairro da Tijuca, no Rio de Janeiro, até sua morte em março de 1998.

O livro levou quase dez anos para ser lançado, pois foi necessário que a justiça resolvesse quem eram os herdeiros de Tim, para que a Editora pudesse ter definido com quem deveria negociar os direitos. Em entrevista dada na época do seu lançamento, Nelson Motta chama este tempo de espera de ‘atraso do bem’, pois durante este período ele reescreveu o livro diversas vezes, fato que contribuiu para que ele estivesse mais preparado para escrever aquela que foi a versão final, além de poder contar, em suas pesquisas, com recursos tecnológicos que não existiam dez anos antes do livro ser lançado.

Nelson Motta buscou registrar todos os lados do cantor, sem esconder nenhuma de suas ações, independente destas serem consideradas adequadas ou não. Como amigo e fã de Tim, Nelson não quis apresentá-lo como bom moço ou politicamente correto, e sim como ele realmente era e se orgulhava de ser.  Esta escolha tornou a biografia cativante, pois ler o livro é como ter um encontro intenso com Tim Maia, com sua imensa genialidade, com suas tiradas irônicas, com suas frases memoráveis, com suas tristezas, com seus vícios, com sua instabilidade, com a explosão de sentimentos que ele produzia e com toda a polêmica que o envolvia. Por todas estas razões, este livro foi utilizado como inspiração para o musical ‘Tim Maia – Vale Tudo’, e para o filme Tim Maia’. Tantas produções artísticas sobre o cantor comprovam que ele ainda vive por meio de suas músicas que, com certeza, integram a trilha sonora da vida de muitos brasileiros.

Participe com sua opinião!