em ,

Armando Lôbo relança “Alegria dos Homens”, seu primeiro álbum autoral

“Alegria dos Homens”, disco do artista pernambucano Armando Lôbo lançado no final de 2002 arrancou muitos elogios da crítica especializada em todo o país na época. Com experimentações e influências do Barroco, o trabalho apontava novos caminhos para a canção brasileira naquele comecinho de século XXI. A proposta do autor era provocar a mesmice bem-comportada e monocórdia da MPB da época.

Co-produzido por Armando Lôbo e o músico paulistano Maurício Pereira, “Alegria dos Homens” era até então o único CD do músico pernambucano que ainda não estava distribuído nas plataformas digitais. O álbum é agora lançado digitalmente após reedição, remixagem e masterização, seguindo padrões de streaming.  Além disso, ganhou uma capa nova, que reforça a acidez tropical do trabalho, e uma nova mixagem.

Compositor, cantor e poeta pernambucano, Armando Lôbo desenvolve gêneros e estilos musicais diversos, com o uso de matizes experimentais e simbiose intensa com a literatura, história, filosofia e religião. Lançou quatro discos que receberam cotação máxima da imprensa especializada.

Deixe sua opinião