em ,

GuaiaMoons homenageia o manguebeat em “Mangue”

GuaiaMoons, duo formado pelo rapper McMãe e pelo músico e produtor Bernardo Massot, ambos cariocas morando em São Paulo, unem rock, rap, capoeira e manguebeat no novo single “Mangue”.

“A ideia do ecossistema do mangue, onde a lama aparenta esconder e sugar a beleza da natureza mas é um solo fértil de vida como as ruas de SP, que apesar da hostilidade de uma megalópole transpira arte e uma multiplicidade ímpar”, reflete o rapper McMãe.

Na sonoridade do GuaiaMoons é possível identificar muitas vertentes e estilos, indo do boombap ao trap, e ritmos regionais brasileiros como o maracatu e a guitarrada do Pará. Elementos caiçaras inserem-se no contexto cosmopolita, com batidas eletrônicas e instrumentos orgânicos, entre eles o berimbau.

“Gravamos com o grupo Omoayê de Capoeira Angola que funciona também como um centro cultural, abrigando artistas e capoeiristas que trabalham em várias frentes além da capoeira. Um lugar muito especial para mim, que me acolheu aqui em São Paulo. No grupo tem dançarinos de várias vertentes e usamos toda essa variedade para metaforizar o rico ecossistema do mangue e dos encontros e desencontros das grandes cidades. O berimbau é um dos instrumentos mais antigos da humanidade e a capoeira é praticada mediante ao seu som”, conta McMãe.

O clipe foi dirigido e filmado pelo diretor cearense Uirá Dantas. “Mangue” está disponível em todos os serviços de streaming de música. O single é o segundo lançamento do grupo, após “Tempo Bom”, que tem participação  do cantor e compositor Dedeco (Dibob, Arretados).

 

Ficha Técnica:

Direção: Uirá Dantas

Direção de Fotografia: Uirá Dantas

Op. Câmera: Gustavo Pedrosa

Montagem: Uirá Dantas

Concepção e roteiro: GuaiaMoons e Uirá Dantas

Dançarinos: Guile Michelino, Isabella Dragão, Renan Souza, Ricardo Aparecido Silva, Lívia Rios, Ierê Fraga e Suellen Ciccotti. Todos integrantes do Grupo Omoayê do professor Alcides Buí.

Produção: GuaiaMoons e Centro Cultural Omoayê de Capoeira Angola

Deixe sua opinião