em ,

Iroko Trio desbrava a geografia musical da América Latina

Concerto no Espaço Guiomar Novaes abre a Série Sala Contemporânea

Iroko Trio desbrava a geografia musical da América Latina | Agenda | Revista Ambrosia
Iroko trio Foto: Bel Junqueira

 

A Sala Cecília Meireles, um espaço FUNARJ, apresenta na quarta-feira, dia 20 de abril, às 18 horas, no Espaço Guiomar Novaes,  abrindo a série Sala Contemporânea, o Iroko Trio, formado por Carla Rincón (violino), Elodie Bouny (violão) e Marcelo Caldo (acordeom).

A Temporada 2022 da Sala Cecília Meireles tem o patrocínio da Petrobras e da Vale.

Ingressos a R$ 20,00 na bilheteria.

Com sonoridade versátil e contemporânea, Iroko Trio nasceu para transitar um caminho único na ampla geografia musical da América Latina. Ao convergir estilos entre obras autorais, comissionadas ou emblemáticas do repertório clássico latino-americano, o trio cria espaço para peças ora imponentes, como Danzón Nº 2, de Arturo Márquez, ora intimistas, como Memória e Fado, de Egberto Gismonti. Em seus arranjos próprios, exploram com extraordinária profundidade e amplitude cada um dos instrumentos, até seu limite técnico, oferecendo alternativas sonoras surpreendentes para a formação. Iroko Trio, composto por três instrumentistas com brilhantes carreiras individuais, cujas trajetórias cosmopolitas se conectam, contrapõe com maestria a concepção erudita às formas populares.

 

Série Sala Contemporânea

Iroko Trio

Carla Rincón, violino

Elodie Bouny, violão

Marcelo Caldi, acordeom

 

Ricardo Moyano (1961)

Bumba

 

Marcelo Caldi (1980)

Xote gringo

 

Elodie Bouny

Milonga turca

 

Augustín Barrios (1885-1944)

Las Abejas (arranjo: Elodie Bouny)

 

Egberto Gismonti (1947)

Memória e Fado (arranjo: Elodie Bouny)

 

Sergio Valdeos (1969)

Andariego

 

Heitor Villa-Lobos (1887-1959)

Bachianas nº 4 (1º movimento) (arranjo: Marcelo Caldi)

 

Luis Laguna (1926-1984)

Criollísima (arranjo: Elodie Bouny)

 

Carlos Aguirre (1965)

Milonga Gris (arranjo: Marcelo Caldi)

 

Arturo Marquéz (1950)

Danzón nº 2 (arranjo: Elodie Bouny)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

#Lançamento'22 Circuito Ambrosia