Kalamaha compartilha registro ao vivo de Valentina em versão acústica

45
1

A banda Kalamaha lançou hoje um vídeo inédito da música Valentina em formato acústico, gravado ao vivo na Sala Mario Tavares, no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Este é o primeiro lançamento de uma série de canções apresentadas em formato acústico que serão lançadas nos próximos meses.

Mesclando rock contemporâneo com ritmos brasileiros, Kalamaha Acústico na Sala Mário Tavares apresentou pela primeira vez ao público dezessete composições autorais em formato intimista, produzidas para uma apresentação única no Theatro Municipal do Rio de Janeiro.

Kalamaha por Gabriele Tuelher, Rodrigo K, Barbara Field, Salvador Camino e Fernando Dias @ Sala Mario Tavares, Theatro Municipal do Rio de Janeiro:

Valentina é uma das faixas do vindouro álbum “Quetzal“, que traz uma mistura de rock, folk e música brasileira. O vídeo de Valentina mostra a banda em formação acústica tocando em um cenário intimista, com iluminação suave e um clima cotidiano. A voz de Rodrigo K, vocalista e guitarrista da banda, se harmoniza com Gabriele Túelher, que também assume o pandeiro nesta canção, junto também da harmônica de Barbara Field e pela percussão de Fernando Dias e Salvador Camino.

O vídeo de Valentina pode ser assistido no canal do YouTube da banda, aqui na Ambrosia, e também pelo site oficial, onde é possível assistir outros vídeos, escutar e baixar as músicas, conhecer mais sobre sua história, seus integrantes, álbuns, etc. Kalamaha também está presente nas principais plataformas de streaming musical, como Spotify, Deezer e Apple Music, onde é possível ouvir suas músicas do disco ‘Nó Samsara’ e do EP ‘Disse’.

Ficha técnica:
Kalamaha ao vivo 2023.06.07
Técnico de som: Caio Maia (CMStudioRJ)
Mixagem & Masterização: Bruno Phillipsen (Dom Rodolfo Estúdio)
Produção: Kalamaha DAO
Registro e produção audiovisual: Kalamaha
Apoio: Ambrosia.com.br
Patrocínio: Kalamaha DAO, Theatro Municipal do Rio de Janeiro, Secretaria Municipal de Cultura da Cidade do Rio de Janeiro.

Sal
WRITTEN BY

Sal

on drums

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *