em ,

Navegar uma vida contemporânea é a busca de DOSSEL

Lançada como single em 2018, “Canoa Nova” ganha recriação visual

Artista com parcerias com Mahmundi e Lucas Vasconcellos, DOSSEL busca um reencontro consigo mesmo em seu primeiro clipe, “Canoa Nova”. Na narrativa, o cantor aparece como um personagem que carrega certo misticismo e uma religiosidade própria, em busca de ascensão e paz interior. O filme foi dirigido por Sasha Lazarev e editado por Roberta Dittz.

Persona artística do carioca Roberto Barrucho, neste primeiro registro audiovisual DOSSEL busca ilustrar personagens diversos nos quais carrega sua multiplicidade étnica e estética, em momentos de um cotidiano sublime e poético. O clipe tem uma atmosfera onde estes personagens encontram-se em paz consigo mesmos, levando a vida de acordo com a sinceridade desde as pequenas escolhas, o que transmite uma realização pessoal no íntimo, e por isso desfrutam também de suas próprias companhias e ideias.

“A música trata de maneira quase direta sobre a necessidade do encontro consigo mesmo através de uma observação da vida e a passagem do tempo pela mudança das marés, e os ciclos naturais que cursam nossas vidas”, diz Roberto.

Conhecido nos bastidores da cena carioca, Barrucho foi produtor cultural e curador no coletivo Norte Comum, atuando à frente de projetos como Geringonça (SESC Tijuca) e Contemporâneos (Funarte). Também foi gestor da 57 Casa Aberta, um espaço cultural localizado no bairro do Rocha, Zona Norte do Rio de Janeiro, que em pouco tempo se tornou uma referência no circuito independente de música da cidade. Além disso, ele é sonoplasta e editor de áudio das Rádios Mec e Nacional.

Navegar uma vida contemporânea é a busca de DOSSEL | Música | Revista Ambrosia

Sua produção artística como compositor já escoa na voz de outros artistas como Mahmundi, com quem ganhou, em 2013, o Prêmio Multishow de Música Brasileira na categoria Novo Hit, como co-autor da música “Calor do Amor”. Como DOSSEL, ele estreou em novembro de 2017, com a faixa “AMNST”, em parceria com Lucas Vasconcellos, e lançou “A Vela e o Sopro” no fim de 2018. O álbum de estreia do artista será lançado este ano.

Ficha técnica:

Letra e música: Roberto Barrucho

Violão aço: Vandré Nascimento

Violão nylon: Roberto Barrucho

Guitarra: André Simões

Trombone: Cecília Salles

Flauta Transversa: Diego Nunes

Beat box: Línox

Djembê: Rodrigo Maré

Baixo: Lucas Barata

Direção, Câmera e Finalização de Imagem: Sasha Lazarev

Edição: Roberta Dittz

Direção de Fotografia: Roberto Barrucho

Participe com sua opinião!