Cultura colaborativa! Participe, publique e ganhe pelo seu conteúdo!

Noite de estreias do Abstrai Ensemble

A Sala Cecília Meireles, um espaço FUNARJ, apresenta na sexta-feira, dia 10 de junho, às 19 horas, dentro da série Sala Sala Contemporânea, o Abstrai Ensemble. No repertório, a estreia de obras de Arthur Kampela, Zulema de la Cruz, Alexandre Ficagna e Mauricio de Bonis. O concerto terá transmissão pelo Youtube e pela TV Alerj.

A Temporada 2022 da Sala Cecília Meireles tem o patrocínio da Petrobras e da Vale.

Ingressos a R$ 40,00 na bilheteria ou no site da Sala Cecília Meireles

SCM – sexta, dia 10, 19h – ingressos: 40,00

Série Sala Contemporânea

Abstrai Ensemble

Saxofones e direção artística – Pedro Bittencourt

Soprano – Doriana Mendes

Flautas – Andrea Ernest Dias e Pauxy Gentil-Nunes

Clarineta e clarone – Batista Jr.

Violino e viola – Mariana Salles

Violoncelo – Pablo de Sá

Violão – Fabio Adour

Piano – Marina Spoladore

Percussão – Tiago Calderano e Pedro Moita

Regência – Leonardo Labrada

Produção executiva – José Schiller

PROGRAMA:

Maurício de Bonis (1976)

Nênia carioca – estreia mundial

Gilberto Mendes (1922-2016)

Urubuqueçaba

Iannis Xenakis (1922-2001)

Psappha

Alexandre Ficagna (1983)

Sem ar, os olhos pesam, fechados – estreia mundial

Intervalo

Heitor Villa-Lobos (1887–1959) / Texto de Mário de Andrade

Suíte para voz e violino

  1. A Menina e a Canção (Um pouco moderado)
  2. Quero Ser Alegre (Vagaroso e calmo)
  3. Sertaneja (Animado e esprituoso)

Zulema de la Cruz (1958)

Quatro estações brasileiras – estreia mundial

Arthur Kampela (1960)

Entre dedos e bocas – estreia mundial

O ABSTRAI EMSEMBLE é o principal grupo de música de câmara contemporânea no Rio de Janeiro, fundado na França em 2005. Desde 2011 tem se apresentado nos principais festivais e salas de concerto brasileiras, além de uma turnê pelo México com apoio do Ibermúsicas. É integrado por instrumentistas e compositores de renomada carreira e se dedica ao repertório musical dos séculos XX e XXI, principalmente em colaboração com compositores vivos (brasileiros e estrangeiros) e expoentes do século XX. Além de peças musicais instrumentais e vocais, o grupo utiliza regularmente nos seus concertos as últimas tecnologias digitais, como a eletroacústica e a música mista. O ABSTRAI ensemble contribui pela formação de público da música de concerto no Brasil e também se dedica a atividades pedagógicas e de pesquisa como concertos comentados, oficinas, master-classes, encontros de interpretação musical, de composição e grupos de pesquisa.

Compartilhar Publicação
Link para Compartilhar
Publicação Anterior

Sandman ganha trailer anunciando data de lançamento

Próxima publicação

Jurassic World: Domínio – análise com spoilers no Outcast

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia a seguir