James Gunn chama filmes de super-heróis de ‘realmente preguiçosos’ e diz ‘não há rima ou razão para o que está acontecendo’

38
0

James Gunn, diretor dos filmes Guardiões da Galáxia e do reboot de Esquadrão Suicida – além de manda-chuva nos filmes DC, compartilhou seus pensamentos sobre histórias em quadrinhos e filmes de super-heróis em uma entrevista ao Irish Times. Ele os chamou de “muito burros” e “muito chatos para mim agora”.

Gunn acredita que histórias em quadrinhos e filmes de super-heróis correm o risco de perder popularidade se não misturarem as coisas e tentarem novas abordagens. Ele também acha que eles precisam mudar porque são repetitivos e carecem de originalidade.

Em sua opinião, os filmes de super-heróis se tornaram estereotipados e previsíveis, com terceiros atos ruins que muitas vezes são apressados e mal executados. Ele acredita que “não há rima ou razão para o que está acontecendo na tela”.

Os comentários de Gunn provocaram um debate entre fãs e críticos. Alguns concordam com ele que os filmes de super-heróis se tornaram obsoletos e precisam mudar, enquanto outros argumentam que ainda são populares porque oferecem algo diferente de outros gêneros.

James Gunn expressou sua insatisfação com o estado atual dos quadrinhos e filmes de super-heróis. Ele acredita que eles precisam mudar para permanecerem relevantes e interessantes para o público. Se seus comentários terão ou não impacto no futuro desses filmes, ainda não se sabe.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *