Scarlett Johansson revela que OpenAI tentou adquirir direitos de sua voz para IA antes de “clonar” a atriz

76
0

Scarlett Johansson acusa a OpenAI de usar uma voz muito parecida com a dela no ChatGPT sem sua permissão. A atriz revelou que foi contatada pelo CEO da OpenAI, Sam Altman, para gravar a voz para o aplicativo em 2023. No entanto, após o lançamento do GPT-4o e comparações, Johansson pediu extrajudicialmente que a empresa removesse a voz chamada “Sky” do app, tornando público seu descontentamento com Sam Altman.

“Ele me disse que sentia que, ao dar voz ao sistema, eu poderia preencher a lacuna entre as empresas de tecnologia e os criativos e ajudar os consumidores a se sentirem confortáveis com as mudanças relacionadas aos avanços da IA”, disse a atriz. “Ele disse que sentiu que minha voz seria reconfortante para as pessoas. Depois de muita consideração e por motivos pessoais, recusei a oferta. Nove meses depois, meus amigos, familiares e o público em geral notaram o quanto o mais novo sistema chamado Sky soava como eu”.

“Como resultado de suas ações, eu fui forçada a procurar um advogado, que escreveu duas cartas ao senhor Altman e à OpenAI exigindo que detalhassem o processo para criação da voz de Sky. Consequentemente, eles concordaram em abandonar a voz”, completou Johansson.

Altman insinuou em um tweet que a semelhança foi intencional, mas agora a OpenAI nega que a voz tenha sido criada para imitar Johansson, conforme declarou um porta-voz da empresa:

“Acreditamos que as vozes da IA não devem imitar deliberadamente a voz de uma celebridade – a voz de Sky não é uma imitação de Scarlett Johansson, mas pertence a uma atriz profissional diferente, usando sua própria voz natural”, disse o post. “Para proteger sua privacidade, não podemos compartilhar os nomes de nossos talentos vocais”,

Johansson também defende a proteção de identidade e trabalhos em um momento de luta contra deepfakes e a favor de legislação que garanta os direitos individuais em relação às IAs.

Independente do caso, este é mais uma polêmica criada por Sam Altman e pela empresa conhecida como OpenAI, que foi criada com o próposito de trazer a inteligência artificial como um benefício para todo a humanidade, mas acabou mudando seus ideias quando o dinheiro começou a falar mais alto.

Com informações via Yahoo, Omelete

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *