Van Damme relembra que chamou Steven Seagal para briga e se diz mais corajoso que Stallone e Schwarzenegger

21
1

Praticamente aposentados, os astros muitas buscam voltar aos holofotes comentando sobre polêmicas passadas, o que acaba por gerar declarações para lá de divertidas.

Os desentendimentos entre Jean-Claude Van Damme e Steven Seagal não são de hoje, os astros de luta trocam farpas desde os anos 90 e pelo visto o intérprete de Frank Dux em ‘O Grande Dragão Branco’ não quer deixar barato, relevando em novas declarações seus sentimentos sobre as confusões com Seagal, sobrando até para Sylvester Stallone e Arnold Schwarzenegger.

Vale lembrar que a treta começou com comentários indelicados de Seagal no programa de televisão The Arsenio Hall Show, em 1991. Na época, ele e Van Damme faziam enorme sucesso mostrando habilidades com as artes marciais no cinema, cada um à sua maneira.

Ao ser perguntado sobre o que achava das habilidades de Van Damme e o seu suposto título de campeão europeu de karatê, o ator disparou: “Prometi aos meus mentores que eu seria um bom garoto. Acho que é uma questão de opinião se ele foi campeão em algum lugar. Não estou sendo malvado, desejo tudo de melhor para ele, mas há muitas pessoas que dizem que aquilo não é verdade”.

Seja como for os comentários causaram mágoa em Van Damme, o que segundo Stallone culminou em 1997, durante uma festa em sua casa, em Van Damme chamar Seagal para uma luta física, mas o astro não aceitou o desafio. “Em uma festa na minha casa em Miami, Van Damme estava tão cansado de ouvir Seagal falando que poderia bater nele que o chamou para o quintal. Seagal deu algumas desculpas e decidiu ir embora. Van Damme, que estava furioso, foi atrás dele em uma boate e o chamou para uma briga novamente”, o intérprete de Rocky Balboa relembrou, acrescentando que a resposta de Steven foi negativa porque Jean-Claude estava muito forte.

Relembrando o assunto em nova entrevista, Van Damme disse ainda não se importar com o que Seagal pensa: “Se Steven não gosta de mim, tudo bem. Se alguém como Beethoven ou Einstein não gostasse de mim, talvez eu me preocuparia. Realmente não me importo com o fato de Seagal não gostar de mim. Eu não acho que exista um problema”.

Falando sobre Stallone e Schwarzenegger, que também protagonizaram uma rivalidade nos anos 1980, Van Damme soltou: “É impossível para um cara como eu não trabalhar. Eu falo francês, um pouco de inglês. Farei dois filmes franceses em sequência”, contou. “Arnie e Sly, eles têm medo de se tornarem internacionais, mas eu sou um viajante do mundo. Estive no Azerbaijão, Cazaquistão… por toda parte. Eles são vistos como países perigosos, eu imagino, mas fui bem recebido por lá”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *