em

Destino trágico para Hal Jordan

[o artigo contém spoilers]

Nessa semana saiu nos EUA a 41ª edição de Green Lantern, cujo a prévia pode ser conferida aqui, com o combate mortal entre a Tropa dos Lanterna Verde e os arautos comandados por Larfleeze, o Agente Laranja.

O líder da Tropa Laranja fica frente a frente com Hal Jordan, cobiçando seu anel azul. Hal promete entregar o anel em troca de saber como o monstro conheceu os Guardiões. Após ouvir o conto, Jordan tenta retirá-lo, mas o objeto se recusa a sair de seu dedo, então a fera decide não esperar e temos a cena abaixo:

agent-blue

Sério, fiquei chocado! Finalmente um vilão poderoso que não fica de enrolação.

Green Lantern #41 tem arte de Philip Tan e roteiros de Geoff Johns.

O que eu acho? Se regenerarem o Hal, vai ser uma atitude muito escrota.

Lam.

20 opinaram!

Deixe sua opinião!
  1. carava.. to doido pra ler… eu comecei a ficar fã do lanterna agora.. to lendo a saga da guerra contra Sinestro Corps.. mto foda. To doido pra ler Blackest Night.

  2. ihhh WTH? caraca finalmente um vilao q naum enrola e vai direto ao ponto!!
    Laafreze rules!!
    e eu pensando q ele ia dar o anel azul pro Kyle. OMG!!

  3. Na verdade se não regenerarem ele é que vai ser muito escroto. Chega de gente aleijada que não é aleijada porra nenhuma. Se for para colocarem uma mão artificial nele prefiro que regenerem mesmo. Já chega a mão de água do Aquaman.

    (Fora a Oráculo, para quem até hoje não tiveram uma desculpa para curar. E ela sabe que tem cura, porque até o Bruce voltou a andar.)

    O foda de cenas assim é que nos causam aquele desejo de ver o vilão sendo esquartejado, torturado e, enfim, morto de uma maneira absolutamente brutal, sacana e satisfatória (e quando possível, definitiva).

    Mas, na melhor das hipóteses, se muito, ele vai ser explodido, desintegrado ou ter alguma outra morte patética, instantânea e pouco dolorosa.

    Uma condenação “Sandmaniana” também seria legal. Ficar em coma e passar a eternidade sendo incapaz de ter qualquer coisa e ao mesmo tempo desejando tudo, principalmente o seu anel, sempre “quase” ao seu alcance.

    Mas considerando a foditude da saga até agora, eu estou absolutamente otimista quanto a um final adequado pro infeliz.

  4. Eu não veja nada de errado com uma prótese de energia verde (ora, o anle não é uma das ferramentas mais versáteis do universo?). Claro que a solução seria temporária até o emprego de alguma tecnologia ultra-mega de regeneração celular…

    • Soranik Natu sabe fazer próteses conectadas ao anel, só aceito esse tipo de solução para o braço arrancado.

  5. Ah gente, se o dedo vai voltar ou não nem é a questão (pra mim). O irado foi saber que ele teve esse momento de dor imensa.. de ver que parte de si foi arrancada.. isso já é phoda. Acho que aquela historia de “vai-se os aneis e ficam os dedos” foi po ralo.. hauua..rs

    • hehehe, só que foi a mão inteira (e parte do antebraço) que foi removida; No mais, boa assertiva.

  6. o Hal é mais burro q uma porta
    com dois aneis ultra poderosos e num mal sabe usar eles?
    o agente laranja devia ter cortado a cabeça dele q serve menos q o braço
    a lanterna burro da porra!!!

  7. Perder a mão no ultimo painel de uma revista , como chamada pra próxima, em um pequeno desculpe, mas a coisa ainda não acabou.
    Agente azul… hm acho que já dá pra saber aonde reside a esperança para o aleijão do Hal.

Deixe sua opinião