em ,

Guia Culinário do Falido: uma degustação do que o humor em quadrinhos tem de saboroso

coluna-falando-em-baloes

Olha… Vou ser sincero que este foi um dos textos mais difíceis de escrever que já encarei. Desde que comecei a escrever essa coluna no Ambrosia já me apropriei de novos medos, já que agora além de ser “jornalista de quadrinhos” (ou sei lá como queiram definir o que faço) eu também sou autor de um desde 2013. Quer dizer, agora meu teto é de vidro, né? As coisas não ficam mais simples assim…

E outra complicação é falar sobre trabalho de amigos. Isso é algo completamente delicado e quem diz que é fácil separar as coisas está mentindo. É muito complicado, pois os seus elogios não podem parecer babação de ovo porque é brodinho e suas críticas não podem ser leves demais para não parecer que “você está aliviando amiguinho”.

Bem, dito isto e colocando as cartas na mesa, deixe-me falar sobre Guia Culinário do Falido: é uma HQ que possui um dos meus maiores amigos, além de ter outras pessoas que eu adoro envolvidas. E eu soube quase nada dela pelos bastidores, apenas que estavam fazendo algo de receitas alguns meses antes de sair. E as histórias eu só li quando eu peguei a minha edição em mãos.

E, cara… Que gibi divertidisimo! É uma leitura super-rápida… Em uma fila do pão, você mata! Mas como me faz gargalhar com algumas cenas. É um gibi de 35 páginas com 6 histórias curtas, então não dá (e nem vou) entrar em detalhes com cada uma delas. Mas umas impressões rápidas que eu tive:

guia_2

Leo Finocchi começa a HQ com seu humor de cotidiano com absurdo na mesma pegada do Nem Morto. E sempre tem que ter um personagem jogando videogame…

A Marília Bruno que geralmente mistura fofo cuti-cuti com “opa! Mas isso aí é putaria, né?” traz uma pegada diferente dos seus trabalhos anteriores. Pela primeira vez ela não aborda assuntos femininos e, no lugar disso, nada no nonsense como um pato no lago.

Samanta Flôor, talvez a mais conhecida do time, já fizera quadrinhos com receita antes, então para ela é mexer com time que tá ganhando.

Felipe 5Horas e Fernanda Chiella fecham as 3 últimas histórias da HQ. Cada um apresenta boas piadas solo, mas seu trabalho em conjunto, uma paródia de Mad Max, é hilário do início ao fim.

Guia Culinário do Falido é um gibi que não quer fazer nada além de fazer te dar umas risadas em uma leitura de 5 minutos. O que é ótimo! Por mais leituras descompromissadas nesse mundo de “ain, olha que assunto sério estou abordando”. Se você não quer só ler o Batman ou HQs nacionais arrogantes que arrotam a renovação da nona arte, pode comprá-la no site da editora Balão Editorial.

Avatar

Publicado por Bernardo Cury

Jornalista, publicitário e roteirista. Já participou de blog famoso, de blog desconhecido e de blog que só ficou famoso depois que saiu;
trabalhou com conteúdo em um grande portal; foi social media de marcas que nem lembra; e foi o pior assistente de fotografia que o cinema já viu. Atualmente trabalha com marketing digital, escreve a webcomic Capas & Gravatas e tenta paquerar mulheres recitando músicas do Molejo.