Homem-Aranha: Negócios de Família

59
0

Quando a Marvel Comics anunciou em 2014 que lançaria uma nova graphic novel com o Homem-Aranha, e que descobriríamos a irmã de Peter Parker, seria mais provocativa do que marketing de vendas.

Por sorte para os leitores, os roteiristas envolvidos nesse projeto foram: Mark Waid e James Robinson que conseguiriam sair bem dessa tarefa complicada chamada, Homem-Aranha: Negócios de Família (Spider-Man: Family Business). E podemos dizer que, mesmo entrando em um terreno difícil, a dupla conseguiu construir uma história interessante que se encaixa totalmente na continuidade, tornando-se uma peça importante do quebra-cabeça atual que é o cabeça de teia.

A história começa contextualizando o leitor, mostrando novamente Peter Parker perseguido por sua famosa má sorte. Nessas primeiras páginas, fica claro que estamos diante do nosso herói de sempre, sem a influência de Otto Octavius. Na época, a sensação seria de surpresa quem acompanhava a história no nosso país. Mas o que ninguém poderia ignorar é que a Marvel Comics não iria perder a oportunidade do lançamento de O Espetacular Homem-Aranha 2 – A Ameaça de Electro para trazer Peter de volta. Obviamente, o leitor não queria ver cenas repetitivas, como aquele típico assalto que ele impedia ou os seus problemas cotidianos.

Os leitores queriam ver se a tão anunciada aparição da irmã desaparecida de Peter está à altura dos grandes momentos do personagem ou se será um caso semelhante ao retorno dos pais de Peter nos anos 1990, pelas mãos de David Michelinie, ou a parte da continuidade que Mark Millar brincou com o passado dos pais e tios de Peter.

Felizmente, uma história assinada por Waid e Robinson ganha muitos pontos, e a primeira aparição de Teresa, a irmã do protagonista, está à altura das expectativas. Sua chegada para resgatar Peter de uma tentativa de sequestro é, no mínimo, espetacular e não decepcionou aqueles que estavam céticos sobre como seria, já que encontramos nela uma versão feminina de Peter em termos de coragem e bravura.

Mas de onde surgiu a Teresa e como é que não soubemos dela até então? Os roteiristas explicam que Teresa é uma agente da CIA, assim como foram os pais do Peter. É daí que vem o título, Negócios de Família. Ela foi adotada e não conhecia seus pais biológicos até que uma missão a levou a proteger o Peter Parker.

O perigo que Peter enfrenta vem do passado, de uma missão dos seus pais que os levou a esconder uma grande quantidade de ouro no Cairo, protegido por um guardião adormecido. Só alguém com o mesmo DNA dos Parker pode abrir o local onde o ouro está escondido. Isso coloca Peter em perigo quando Wilson Fisk decide se apoderar desse tesouro.

Eles vão embarcar em uma viagem que os levará até o Cairo, onde terão que enfrentar o Rei do Crime e Mentallo. Durante essa jornada, passarão pelo esconderijo usado pelos seus pais, participarão de emocionantes corridas de carro, visitarão cassinos e, no calor da batalha, farão uma descoberta muito interessante. Tudo isso culminará em um final surpreendente que deixará o leitor de queixo caído duas vezes.

Estamos diante de uma obra que não apenas marca o presente do Homem-Aranha, mas também resolve de forma digna uma situação complicada, tornando a história interessante e fazendo com que, desde sua primeira aparição, Teresa pareça fazer parte da família. Além disso, essa história demonstra que, com roteiristas talentosos no comando, explorar o passado de Richard e Mary Parker pode ser algo muito enriquecedor. O potencial para criar histórias com suas aventuras como agentes secretos é enorme, e nessas cem páginas apenas vislumbramos o quanto essa exploração do passado pode ser fascinante.

E o melhor está no trabalho de Gabriel Dell’Otto e do pouco conhecido Werther Dell’Edera é simplesmente incrível. O talento de Gabriel só cresceu ao longo dos anos, e aquele desenhista que às vezes parecia confuso se transformou em um ilustrador fantástico, capaz de transformar cada quadrinho em uma verdadeira obra de arte. Resumindo, temos aqui uma boa história lindamente desenhada que com certeza agradou e ainda agrada os fãs do Homem-Aranha.

NOTA: 8,5

Homem-Aranha: Negócios de Família

Homem-Aranha: Negócios de Família
85 100 0 1
Nota: 8.5/10 Excelente
Nota: 8.5/10 Excelente
85/100
Total Score iExcelente
Cadorno Teles
WRITTEN BY

Cadorno Teles

Cearense de Amontada, um apaixonado pelo conhecimento, licenciado em Ciências Biológicas e em Física, Historiador de formação, idealizador da Biblioteca Canto do Piririguá. Membro do NALAP e do Conselho Editorial da Kawo Kabiyesile, mestre de RPG em vários sistemas, ler e assiste de tudo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *