Cultura colaborativa! Participe, publique e ganhe pelo seu conteúdo!

Informações sobre Fábulas e uma prévia de Peter & Max

petermaxcapaPeter & Max é a nova produção de Bill Willingham para expandir o universo de Fábulas, um dos quadrinhos de maior destaque da atualidade. O livro também sairá sob o selo Vertigo e este aproveitou a estréia de seu novo blog, Graphic Content, para disponibilizar na íntegra  o primeiro capítulo do livro para todos que quiserem lê-lo.

Antes do texto propriamente dito, porém, o arquivo PDF nos trás duas novas informações: a primeira é que a faixa etária do livro é de maiores de 18 anos (assim como toda série de Fábulas), a segunda é o seguinte comentário escrito por Willingham:

Este romance, apesar de ser baseado em uma longa série de quadrinho de minha autoria chamada “Fábulas”, ele é seu próprio conto, autônomo e independente. Ninguém precisa estar familiarizado com o quadrinho para apreciar e entender o livro em sua totalidade. Para aqueles que seguem Fábulas e desejam saber em que parte da cronologia isto se encaixa, é mais ou menos oficial que a parte que se passa nos dias modernos tem início dois anos antes das fábulas iniciarem a guerra para depor o Adversário e termina alguns meses antes desta mesma guerra.

petermax1

Ademais, o CBR realizou uma entrevista com Willingham, na qual podemos ter acesso a algumas informações novas sobre a obra. A primeira delas diz respeito à organização do autor, ele afirma que ambos os personagens já fizeram breves aparições em capítulos anteriores de Fábulas, mostrando que eles já planejavam o lançamento do livro há algum tempo. O próprio Willingham afirma, quando fala de uma aparição do Peter Piper na orquestra do Menino Azul, que “Na verdade eu fui muito cuidadoso. Eu acho que a Jill Thomson estava desenhando este cena, eu a instruí detalhadamente sobre como o personagem deveria ser. Mesmo ele só aparecendo de costas. Porque nós queríamos que as pessoas pudessem voltar e falar “Sim. É ele”.

A trama da história gira em torno da rivalidade entre os irmãos e sobre os caminhos que cada um deles toma à medida que crescem. A passagem de tempo do livro é bastante longa, e a medida que os leitores acompanharem uma história que pelo menos em alguma medida se passa muitos séculos antes de Fábulas (como citado a cima, a história se passará tanto em um passado distante quanto nos dias atuais), eles serão capazes de reconhecer outros personagens da trama central (como é o caso de Bigby) e perceber quais eram suas posturas naquele tempo, além de serem apresentados a diversos novos personagens.

petermax2Willingham também nos fala sobre o outro lado do porquê da presença de um pequenino quadrinho de oito páginas no final do texto: a DC acredita que Peter & Max atrairá muitos leitores exclusivos de prosa que nunca tiveram acesso a um quadrinho do Fábulas, assim a inserção do quadrinho “bônus” serve como uma forma de mostrar como funciona este universo no formato de uma história em quadrinhos. É uma forma de falar para eles “Aqui, isto é uma coisa que talvez te interesse”. Ademais, este adendo serve também para mostrar aos leitores do quadrinho o quão importante a história que eles acabaram de ler é para o restante do universo de Fábulas e aonde ela se encaixa neste, ainda que, como reforça Willingham, eles tenham tentado ao máximo manter esta nova história como algo não essencial para o desenrolar do quadrinho. Porém, ainda que mais adiante na entrevista o autor afirma que “qualquer personagem que sobreviva à prosa está garantido de aparecer posteriormente no quadrinho”.

Apesar das novidades trazidas por este especial, ele não é um caso único para o título Fábulas. A idéia da DC, que teve início com o 1001 Noites, é lançar diversos materiais extras para este universo, criando uma maior intimidade do leitor para com este e trazendo mais dinheiro para a editora. Willingham afirma que o objetivo da equipe não é apenas escrever novos materiais, mas sim lançar algo que os desafiasse, daí a idéia de fazer uma prosa. Aparentemente, Peter & Max não será o último extra de Fábulas, mas possivelmente não haverá mais nenhuma prosa a caminho. Assim, a pergunta que todos querem fazer é: qual será a próxima produção?

Willingham ainda se mantêm fechado para dar mais informações sobre o assunto, mas ele declarou que a próxima obra voltará a se passar na mídia quadrinho, será bastante longa (segundo ele, um épico) e contará uma história focada no Bigby. Infelizmente isso é tudo que o autor deseja contar. A obra será lançada no final de 2010, expectativa é que este novo quadrinho seja lançado em tempo para o Natal (e, pela fala de Willingham, é de se esperar que todo ano algum especial seja lançado antes desta data festiva).

Por fim, Willingham fala sobre o fim de Fábulas. Segundo ele, Fábulas provavelmente terá um desfecho, seja por ventura de sua morte ou da queda das vendas, mas seu atual desejo é continuar a série eternamente e seguir os passos de Hal Foster, que escreveu O Príncipe Valente por mais de 40 anos. O autor fala ainda que esta vontade de escrever Fábulas através diversos arcos épicos que duram anos já existe desde o início da criação desta e que não é coincidência que os personagens principais possuam filhos, pois uma das possibilidades é continuar a escrever através desta nova geração. Aparentemente a semente desta idéia será inserida na San Diego Comic Con, através de um quadrinho de uma página que será distribuído gratuitamente, porém ainda não temos mais informações sobre ele. Agora é só esperar para ver se Willingham conseguirá realizar seu desejo ou se eventualmente dará inicio a outros planos. Eu acho que um talento como ele deveria procurar outros caminhos, ao invés de fixar-se em um só material, mas não acredito que Fábulas perderá sua popularidade tão cedo e espero que o escritor continue vivo.

Compartilhar Publicação
Link para Compartilhar
Publicação Anterior

Poderosa de Adam Hughes pela DC Direct

Próxima publicação

Tim Burton vai para o MoMA

Comentários 2
  1. Como eu já escrevi por aqui antes, isto não é uma boa notícia (sobre o fim de fábulas). Acho péssimo a concepção do willigam de que fábulas só vai acabar quando for cancelado ou quando eu morrer. É extremamente vital para qualquer boa peça de narrativa saber ter um bom final. É uma pena descobrir que não podemos esperar pelo fechamento de algo tão legal quanto fábulas.

  2. Concordo com o Felipe, um fechamento eh algo essencial. E concordo com a Diana que ele poderia usar a criatividade em outras coisas. Por mais interessante q seja fabulas, o interesse dos leitores em saber o q se passa nesse universo eh bastante finito.
    A publicacao de contos e extensoes laterais, por outro lado, sao realmente uma boa noticia (mais que a compulsiva continuacao eterna do universo).
    So nao entendi o q deu a entender a ideia de publicar um conto a cada natal
    ?!?

    D.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia a seguir