O Que Eu Acho: Tradução Idiotas nos Quadrinhos

10
62

O Que Eu Acho

3544_o_que_eu_acho1

Aqui começa a minha Coluna no Ambrosia.

Vou fazer um pequeno comentário sobre uma das coisas que mais me irrita no mercado nacional de quadrinhos: Traduções Idiotas! Desde a finada editora Ebal, os leitores brasileiros sofrem com traduções idiotas como Bolão (Blob), Edu Kent (Clark Kent), Miriam Lane (Lois Lane), Pedro Prado (Peter Parker) e o meu favorito, Riacho Doce (Gotham City). Se não me falhe a memória Miss América era o nome da Mulher Maravilha, mas quem se importa, né?!

Eu me importo!!!

Sério, qual é o problema das pessoas em usarem os nomes originais das coisas? Ou melhor, se a palavra tem tradução, porque inventar um nome completamente diferente como o caso recente da Sinestro Corps War que virou A Guerra dos Anéis. A graça da saga é o Sinestro no título, carambolas!

Eu como colecionador de quadrinhos, quero ter minha revista com uma capa maneira, com um título decente, com a mesma qualidade do material gringo. Não satisfeitos o que fazem, criam um novo título, com o nome Dimensão DC: Lanterna Verde!

Que diabos de nome mongol é esse? Lanterna Verde agora é um ser-dimensional? Colocava logo Lanterna Verde: O herói espacial do barulho! Obrigado Panini, vou comprar o material gringo de ótima qualidade, graças ao seu excelente trabalho.

Um dia gostaria de saber qual é a explicação idiota para os personagens da DC, Speedy e Martian Manhunter, terem sido traduzidos como Ricardito e Ajax. Pelo menos o segundo foi rebatizado de Caçador de Marte, porque Ajax pra mim é detergente. Tenho até medo de saber a explicação idiota que deve ser o nome de ambos – se alguém souber, me diga, hehehe!

Mas nada barra o Jovem Vingador, Speed, que teve seu nome traduzido aqui como Célere! Qual o problema com as palavras velocidade, veloz, ligeiro, cacilda! Qual problema com a palavra speed?! Todo mundo vai entender o nome dele!

Nem vou comentar o primeiro Flash, Jay Garrick, que é conhecido aqui por Joel Ciclone.

Aaaaaaah!!!

Meu ódio é tão grande com essas paradas, que até mínimas mudanças como o caso do Dr. Sivana – vilão do Capitão Marvel da DC – pra Dr. Silvana me incomodam e muito!

No Brasil publicam o título com os heróis vigilantes da Marvel, aí você pensa que a revista deve se chamar Marvel Knights, já que o selo nos EUA tem esse nome. Não, caro  leitor! Ela se chama Marvel Action! Ah, vão pra piiiiiiiiiiiiiiiiii!!! Sabem o Universo Ultimate? Universo Millennium!!! Com dois L e dois N. Que chique, hein?!

*Cabeça explodindo!*

Devo ter esquecido de um monte de traduções brasileiras idiotas, qualquer coisa, lembrem nos comentários.

O que eu acho? Os gringos deveriam traduzir Brasil como Bullshit.

Lam.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

62 thoughts on “O Que Eu Acho: Tradução Idiotas nos Quadrinhos

  1. Hahahahaha ótimo artigo Lam, Riacho Doce sem dúvida alguma é imbatível! No mais, Marvel Millennium não faz nem nunca vai fazer sentido algum.

  2. riacho doce…
    pra mim ta mais pra cenario de novela da globo…..

  3. Po é so comprar hqs pela amazon…. Sai mais barato do que a panini…
    E célere é uma boa tradução, significa exatamente rapidez/velocidade em uma palavra pouco usual.

  4. Tosco mesmo, deixe o nome orginal e pronto, Speed é muito melhor que Célere por exemplo.

  5. E a molecada vai saber o que é Célere não sei aonde.

  6. Célere é um nome nada a ver para um super…
    “É um pássaro? É um avião? Não! É o Célere!”
    Eu passo, fora isso acho que a solução não é comprar na Amazon.

  7. Também acho, no Submarino e Saraiva tb vende HQ Gringa, hahaha!

  8. ricardito é um dos maiores mistérios da humanidade pra mim até hoje. e ainda gerou a ricardita!
    e sim, eu tb odiei dimensão DC, mas fazer o q, vai ser o preço a se pagar pra continuar lendo o lanterna…
    é só pra completar, certas coisas a gente tem q engolir de vez em quando, mesmo sendo a tradução certa. ou só eu me incomodo lendo “O bravo e o audaz”, depois de ter lido a vida inteira q a liga da justiça iniciou-se na revista “the brave and the bold”?
    (ah, e gostei da coluna nova! leio muitos artigos muitas vezes só pra ler o “o que eu acho”!)
    agora acabei…

  9. Por essas e outras que eu só vejo filme em versão original e nunca mais comprei uma só revista nacional desde 1991. Assinei direto da Marvel de 1991 a meados de 1995 e agora leio no site.
    Já repararam que os caras que traduzem filmes tb são uns boçais? Eles devem ser pra lá de mal pagos pois o produto laboral deles é de péssima qualidade.
    Outro problema é quando o tradutor quer “valorizar” (na cabeça dele) o trabalho e resolve fazer “versões” que mudam o sentido, tentando “adaptar” à realidade brasileira. Claro que se vc faz uma tradução literal fica uma bosta, tem que fazer a versão, mas tem q se limitar a manter o que o AUTOR quis dizer.

  10. Cacilda, esqueci do Jay Garrick que aqui traduziram como Joel Ciclone!
    Tópico Atualizado!

  11. Cara o Ajax, eu ja ouvi dizer nao sei de onde nem, de quem , que realmente veio do detergente cara…
    Absurdo ! Tanto quanto riacho Doce .. rsrs
    no mais uma otima coluna nova surgindo !!!

  12. Joel Ciclone vai ser o nome do meu filho.
    Parabéns pela coluna Lam. Muito boa a crítica, apesar de ter pecado ao criticar Joel Ciclone…

  13. Ajax eu acho que veio da Mitologia.

  14. · 7 de agosto de 2008 at 10:52

    Num antigo desenho, bota antigo nisso, o Lanterna Verde era chamado de O HOMEM DE VERDE.

  15. Nos Superamigos era o Relampago Verde e o Arraia Negra era o Gafanhoto.

  16. não podemos esquecer também o filme “O julgamento do incrível hulk” em que o demolidor virou o “audacioso”…

  17. No desenho do Aranha o Demolidor era o Atrevido, o Justiceiro o Carrasco, Fera o Animal e o Wolverine era Lobão.

  18. Ajax era o nome de um dos heróis gregos na guerra de Tróia. Guerreiro, forte, mas indisciplinado, perdeu no jogo de damas para Ulisses e ficou sem os despojos de guerra.
    Leiam a Ilíada, para saber mais.

  19. Algumas traduções realmente são ridículas (Riacho Doce é dose), mas no geral eu sou a favor de traduções. Pra ser sincero, até hoje não aceito muito bem o fato de passaram a usar Superman em vez de Super-Homem aqui no Brasil (eu continuo chamando de Super-Homem quando falo sobre ele, e a maioria das pessoas que eu conheço também).
    Tradução do nome próprio (como Pedro Prado) era coisa comum até a década de 70, pois naquele tempo conhecimento da língua inglesa era uma coisa rara. O mundo não era globalizado, o mercado só exigia pessoas com ensino fundamental e internet não existia. Quem sabia o que significa “I love you” já era chique. Mas o hábito de traduzir nomes próprios já foi abandonado há muito tempo.
    E isso no Brasil, que na verdade é um dos países menos xiitas em relação a esse tipo de coisa. Eu realmente não acho que os EUA deveriam “traduzir Brasil como Bullshit”, porque eles são bem piores que nós em relação a isso. “Joe Bennet” e “Mike Deodato” que o digam.
    Em Portugal então nem se fala. Até termos da internet são traduzidos. Você visita um “sítio”, lê o seu “correio electrónico”, etc. O Brasil faz até relativamente poucas traduções.

  20. Dare Devil traduzido como Atrevido faz mais sentido que Demolidor.
    Se quizer traduzir ao pé da letra e mantendo as iniciais deveria ser algo como Demônio Destemido, mas o nome fica ‘um pouco’ longo..

  21. André, nenhum desenhista é obrigado a mudar de nome pra entrar no Mercado dos EUA, Joe bennet e Mike Deodato mudaram porque quiseram.
    Prefiro muito mais Superman do que Super-Homem.

  22. Diabo Destemido, mais curto, hehehe

  23. Com certeza, demolidor é a trdução mais idiota Demônio Destemido, Demônio audaz, ou Diabo ou só Demônio… qualquer um deles ficaria melhor…

  24. Lam, os desenhistas não são obrigados a mudar de nome, mas mudam por sugestão da editora americana (ninguém mudaria a própria assinatura do nada).
    No caso do Demolidor, a intenção era manter o duplo D. Demônio tem um D só. Demônio Destemido mantém o duplo D e é uma tradução mais fiel, mas tem uma sonoridade péssima.
    E pra mim sempre será Super-Homem.

  25. Demolidor pode ser uma tradução ruim, mas eu acho um nome muito legal.
    Super Homem e Superman pra mim da na mesma.
    Quanto a dimensão Dc ou Marvel Action é questão de escolha da panini. Ela ja lançou uma revista chamada Marvel Knights.

  26. É preciso entender que, na época da Ebal não existia um mundo em rede como hoje, onde o Inglês é imprescindível. Para atingir um grande público, era necessário traduzir as coisas, hábito que herdamos dos portugueses. Na época Abril, muita coisa retrocedeu, mas ainda sim, a idéia era atingir um mercado maior. E realmente é confuso, alguns eles traduziram, outros não… Nightcrawler era Nortuno, Rogue era Vampira, Quicksilver era Mercúrio, Hawkeye era Gavião Arqueiro, Scarlet Witch era Feiticeira Escarlate e Wolverine graças aos deuses não era Carcaju ! rs (que alias eu falava Volverine) Asa Noturna pra mim é muito melhor que Asa da Noite, por exemplo. Alias, Batman é um nome tão bom que nunca foi traduzido, no máximo que faziam na época da Ebal era colocar Batman, o Homem Morcego nos títulos da histórias. Mas também, pensa ai, quem fala “Betmein” em vez de “Batiman” no Brasil? Dúvido que alguem no meio da conversa coloquial em português pronuncie “certo”. E Hulk, alguem fala “Rauqui” em vez de “Rulqui”?
    O que já não acontece com Aquaman , que por algum motivo que me escapa, todo mundo pronuncia “certo”.
    Se eu fosse ler Nightcrawler na época da Saga da Fênix, quando conheci os X-Men na década de 80 (e que fique claro, eu fala Xis-Mein) acho que eu teria abandonado a revista. rs
    Tem o contesto da época, vc realmente queria que eu falasse J´onn
    J’onzz o Marciano Caça-Homem? Vou te dizer que , na época, eu ia preferir Ajax mesmo rs , Meu tímido english “books-is-on-the-table” do IBEU agradeceria.
    Também não dava pra ter Bullseye de vilão do Demolidor, e Mercenário foi uma boa opção na época (e ele agia as vezes como um, sendo contratado pelo Kingspin/ Rei do Giro, digo Rei do Crime rs). Seria o que , Na mosca? Na mira? Em cheio? Na marca? Acertei ? Olho do boi? Acertador? Mirador? rs Justiceiro também serviu pra Punisher, imagina se na época fosse O Punidor (apesar dele nem sempre trazer justiça, ele realmente mais pune do que isso) ! Deathsroke the Terminator, ficou só Exterminador em vez de Golpe Mortal, Porrada de Morte, Pancada Fatal, Atingir Letal, sei lá. Ou mesmo o Deathshot com Pistoeiro é mais aceitável na época que Tiro Mortal (apesar dele não usar uma pistola) . Até hoje pra mim é difícil pensar no Mutano como Changeling, Gladiador Dourado como Booster Gold, Ravena como Raven, mesmo o Demolidor – cresci lendo as histórias dele pelo Frank Miller, ainda me pego estranhando Daredevil. Vampira e Noturno então , nem consigo pensar em inglês nem em termos de português (Rastejante Noturno e Ladina? Rastejador da Noite e Gatuna? )
    Por outro lado tem uns outros nomes que eu também nunca entendi a tradução: Hawkman pra Gavião Negro? No Brasil ele perdeu a hombriedade e virou negro? E a parceira dele, Hawkgirl, era Mulher Gavião, tinha que ser maior de idade por aqui? Não faz nenhum sentido! Pior é o Doctor Fate que é Senhor Destino, ou seja, o MEC não reconheceu o doutorado em magia. E o Atom é Eléktron, ou seja, o poder dele é mais foda, pode ficar menor ainda que lá fora! Pior ainda, o Wonderman virou Magnum, seria referencia ao seriado famoso dos anos 80 de detive no Havaí (Hawai??) do Tom Selleck ? Mas o cara não é detetive, é superforte, super resistente, tem um cinturão de jatos voadores e e seus olhos brilham vermelhos. Nem o bigode do Tom Selleck ele tinha! Seria uma associação de Maravilha com Magno, Magnânimo, Magnum em latim? Bizarro.
    Tem nomes que eu até prefiro em português, podem jogar as pedras.
    Quando li a primeira Crise, adorei a Precursora, acho Harbringer tão xôxo. Estelar é muito melhor que Starfire. E Manto e Adaga, que poderia ter sido Capa e Espada (Cloack&Dagger), como é comum chamar esse gênero literário em português… Eu gosto muito mais de Manto que Cloack (aparece Cloaca…) rs
    Engraçado era o hibridismo. Aquaboy podia , mas Aquagirl tinha que ser Aquamoça (Num desenho antigo era Aquarapaz, que parece aguaraás, juntava ele com o Ajax e vc tinha uma limpeza completa!). E Batgirl era Batgirl numa dublagem do seriado dos nos 60, mas na outra era Batmoça, na revista era o que o tradutor tava afim na hora… mas nem era tão prejudicial assim, se vc pensar, já dava pra reconhecer isso na época.
    Vou confessar também: Eu preferia muito mais Robin , o menino prodígio do que Garoto/ Rapaz Maravilha (The Boy Wonder). Até em português faz muito mais sentido ele ser um prodígio do que ele ser maravilhoso pro que em inglês isso significa. rs
    Superman, acho, é um efeito um tanto recente, veio junto com a dublagem do seriado Lois & Clark (alias, era engraçado isso, na abertura falavam Lois & Clark: As aventuras do Super-Homem e no seriado era “Supermein ” o tempo todo).
    E tem um caso meu muito em particular: Um dos meus heróis favoritos da DC na época que comecei a ler a revista Superamigos era o Firestorm. Pô, era muito diferente: o traje dele, aquela cabeça flamejante… O cara podia reestruturar qualquer molécula de qualquer coisa inorgânica, e de quebra ele era formado por duas pessoas: Ron, um universitário, que detinha o controle da “entidade” orientado pela consciência de um professor de física nuclear, Prof. Stern. Isso era muito doido! Eu achava aluciante!
    Só que na revista ele se chamava Nuclear, que alias, pra mim fazia algum sentido. Afinal, ele havia sido formado exatamente num acidente nuclear. Só que ele começou aparecer na ultima fase dos desenhos dos SuperAmigos como Tempestade. Putz, pra mim , na época, Tempestade era a Ororo! rs
    Ai apareceu nas revistas uma menina com poderes similares, uma óbvia sidekick (parceira? chute lateral? ) “independente”, a Firebird que foi traduzida como Aguia Flamejante (afinal , no brasil os zoólogos são melhores também que os americanos, conseguiram categorizar que Pássaro ela era). Ai meu cérebro entortou, mas depois eu entendi que o Nuclear era Firestorm por uma associação obvia, que depois quando viajei pra fora eu confirmei minha suspeita … Mas eu confesso também que o nome Nuclear me pegou mais na época do que provavelmente que Tempestade Flamejante ou mesmo Firestorm. E acho que pra mim ele ainda é o Nuclear (pelo menos o que eu curtia até o meio dos anos 90, quando ele sumiu, depois de varias reviravoltas radicais : ele combater as armas nucleares, o Professor Stern ter morrido e Ron se juntava com um inimigo deles russo e formavam um novo Nuclear que tinha a personalidade do Prof. Stern sem suas memórias… Sempre foi um personagem muito doido, eu gostava. Dai acho que morreu… Sumiu total do Universo DC, num sei… Hoje em dia o vi fazendo pontas em algumas revistas por ai como ele era antes… Sei lá, perdeu o glamour…)
    Não tenho cafíce pra julgar as traduções atuais, acompanho pouco as traduções da Panini mas concordo que essas ai expostas são frágeis. Imagino que os caras pensem em como se lê a coisa (na pronúncia) pra quem não sabe direito inglês. Ultimate, eles devem achar que pra algumas pessoas deve ser um universo do ultimo mate leão. rs
    E a jogada de marketing associar a guerra do Sinestro com o filme que fez sucesso a pouco tempo é clara. É como antigamente que todo filme de Terror tinha ” A hora do…” e tantas outras coisas….
    Enfim, é uma questão no minimo divertida. Pra mim, se for traduzir, o que importa é mais o sentido, e em segundo lugar a sonoridade. E que não fique esquisito demais também, a não ser que essa seja a idéia. rs

  27. Vamos lá.
    Manhunter é apenas Caçador também, não precisa ser Caça-Homem.
    Hawkman virou Gavião-Negro por causa do Simbolo dele que é um gavião negro.
    Dr. Fate virou Sr. Destino, por causa do Dr. Destino da Marvel, pra não ocorrer confusão.
    Manto e Adaga estão corretos, Capa é Cape e Espada Sword e não Cloack e Dagger.

  28. tem também a última manhunter, que por já ter uma caçadora virou justiceira…

  29. Porque já existe a Huntress como Caçadora.

  30. Não tenho tempo para ler os jornais que os nobres colegas escreveram sobre o assunto, mas acho que o artigo desse tal Lam é coisa de quem não tem o que fazer, fraquíssimo e cheio de reclamaçõezinhas sem importância alguma! Que tem casos esdrúxulos isso tem, mas as piores situações nem foram mencionadas e tem mais, curto de montam o AJAX, independentemente de ser nome de detergente, caiu como uma luva para ele, afinal precisa chamá-lo de caçador de Marte para quê??????????????????? Será que tem algum débil mental lendo quadrinhos que não percebe que ele é marciano só de ver?

  31. · 9 de agosto de 2008 at 10:57

    black kamen rider
    pior foi isto que aqui ganhou a tradução de black man?????????!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  32. Claro, né, Lam, eu tava zoando. rs
    Eu traduziria Martin Manhunter como Marciano Caçador de Humanos, pq caçador pode ser de qualquer coisa, mas como vc já disse, Caçador tá bom. O problema é o J’onn J’onzz na época, ainda prefiro Ajax do que J’oãoo J’onnas, ou seu lá rs
    O desenho da Liga ficou com J’onn , ainda bem!
    Na verdade , Doom estaria mais pra sina, ruína, perdição uma espécie de destino sombrio, do que destino puramente , que é algo ambíguo, mas ficaria péssimo Dr. Sina. rs
    Assim como Dr. Fate ficaria péssimo como Dr. Fado rs
    Mas o Dr. Destiny , vilão da Liga, foi traduzido como Doutor Destino, que aparece nas primeiras aventuras do Sandman. Go figure. rs
    O lance é que perder o título de doutor tira a autoridade que Fate teria.
    Se não fosse isso, o criador dele teria chamado ele só de Fate, e não Doctor Fate. Deve ser esse o motivo dele usar o título de doutorado. rs
    Imagina se o Professor X fica como Senhor X , se já tivesse um Professor X na DC? É o que eu penso.
    O que eu quis dizer, é que o gênero literário que lá fora é conhecido como Cloack & Dagger aqui no Brasil é Capa e Espada (Três Mosqueteiros, Conde De Montecristo, Corsário Negro, Tulipa Negra, Scaramouche etc). Tinha um jogo de Atari também na época, que até virou tema de um filme que passava direto na sessão da tarde.
    E é óbvio, pelo menos pra mim, que os nomes dos dois faz referência a isso, uma referência que se perdeu, difícil alguem ler esse tipo de literatura hoje em dia ou saber desse filme. Ainda sim Cloack é Capa primeiro mas pode ser Manto , Cape tá mais pra capa curta, ou manto.
    Essa eu fui no Webster’s rs.
    Mas eu gosto muito de Manto e Adaga.
    Eu até já acostumei com Gavião Negro, mas o que eu não entendo é qual o problema de Homem Gavião, ainda mais porque colocaram a Hawkgirl como Mulher Gavião. Ela teria que ser Gaviã Negra , o símbolo dela é o mesmo, ué! Pelo menos a Shayera, dessa Kendra eu não sei.
    E o símbolo do Batman também é negro e ele não é o Morcego Negro.
    Pra mim, continua não tendo sentido. rs
    É da mesma época do Joel Ciclone essa tradução, e se manteve.
    Alias, eu errei: é Firehawk e não Firebird, mas continua errado: Não é Aguia Flamejante, o certo seria Gaviã Flamejante. Ui. rs
    Lembrei de outro: Phantom Strange é Vingador Fantasma, ou seja, no Brasil ele deixa de ser um cara bizarro e ganha um objetivo condutor ! rs
    Enfim, gostei muito desse artigo, e me diverti lembrando dessas curiosidades de tradução!

  33. Claro, né, Lam, eu tava zoando. rs
    Achei seu artigo super divertido e informativo, com curiosidades e tal, , só quis também me divertir com , hã, um pouco mais de conhecimento e vivência, afinal leio HQs desde há mais de 25 anos. rs
    Eu traduziria Martin Manhunter como Marciano Caça-humanos, pq caçador pode ser de qualquer coisa, mas como vc já disse, Caçador de Marte tá bom. O problema é o J’onn J’onzz na época, ainda preferiria Ajax do que J’oãoo J’onnas, ou seu lá rs O desenho da Liga ficou com J’onn , ainda bem!
    Na verdade , Doom estaria mais pra sina, ruína, perdição uma espécie de destino sombrio, do que destino puramente , que é algo ambíguo pra nosso entendimento, mas ficaria péssimo Dr. Sina. rs
    Assim como Dr. Fate ficaria péssimo como Dr. Fado rs ,
    Mas o Dr. Destiny , vilão da Liga, foi traduzido como Doutor Destino, que aparece nas primeiras aventuras do Sandman. Go figure. rs
    O lance é que perder o título de doutor tira a autoridade que Fate teria.
    Se não fosse isso, o criador dele teria chamado ele só de Fate, e não Doctor Fate. Deve ser esse o motivo dele usar o título de doutorado. rs
    Imagina se o Professor X fica como Senhor X , se já tivesse um Professor X na DC? É o que eu penso.
    O que eu quis dizer, é que o gênero literário que lá fora é conhecido como Cloack & Dagger aqui no Brasil é o termo Capa e Espada (Três Mosqueteiros, Conde De Montecristo, Corsário Negro, Tulipa Negra, Scaramouche etc). Pode pesquisar. Tinha um jogo de Atari também na época, que até virou tema de um filme que passava direto na sessão da tarde.
    E é óbvio, pelo menos pra mim, que os nomes dos dois fazem referência a esse gênero, uma referência que se perdeu, difícil alguem ler esse tipo de literatura hoje em dia ou saber desse filme. Ainda sim Cloak é Capa primeiro mas pode ser Manto , Cape tá mais pra capa curta, ou manto. Essa eu fui no Webster’s rs. Alias, Cape & Daggar tá lá como Capa e Espada. COmo eu disse, é um termo.
    Mas eu gosto muito de Manto e Adaga.
    Eu até já acostumei com Gavião Negro, mas o que eu não entendo é qual o problema de Homem Gavião, ainda mais porque colocaram a Hawkgirl como Mulher Gavião. Ela teria que ser Gaviã Negra , o símbolo dela é o mesmo, ué! Pelo menos a Shayera, dessa Kendra eu não sei.
    E o símbolo do Batman também é negro e ele não é o Morcego Negro.
    Pra mim, continua não tendo sentido. rs
    É da mesma época do Joel Ciclone essa tradução, e se manteve.
    Alias, eu errei: é Firehawk e não Firebird, mas continua errado: Não é Aguia Flamejante, o certo seria Gaviã Flamejante. Ui. rs
    Lembrei de outro: Phantom Strange é Vingador Fantasma, ou seja, no Brasil ele deixa de ser um cara bizarro e ganha um objetivo condutor ! rs
    E tem aquele clássico Hawk & Dove que ficou Rapina e Columba. Esse eu não saberia julgar , porque um herói chamado Dove já acho péssimo, imagina se fosse Gavião e Pombo! rs

  34. Debil mental é quem gosta desse nome Ajax.
    Valmer, passar bem.

  35. Lam, está apelando á toa, pois eu usei essa figura de linguagem que você citou apenas para reforçar a idéia que, nesse caso, a tradução literal de “Martian Manhunter” era desnecessária e indesejável, afinal a tradução não seria nem explicativa e muito menos estética, Ajax é muito mais simples e sua sonoridade é infinitamente mais agradável. Se uma empresa fabricante de detergentes passou a utilizar esse nome no seu produto é mais uma indicação de que ele funciona muuuito bem comercialmente e não desmerece o personagem de forma alguma!

  36. Ajax possui ressonância culturalo, meus caros. É um nome de um herói grego, da epopéia mais importante da cultura ocidental, e vocês ficam se apegando a “detergentes”? Por favor…o que há com vocês?

  37. Vc não sabe o que é uma piada né?!

  38. [re=2776]Lam[/re]:
    Lam , curti o artigo, achei informativo e divertido, por isso resolvi brincar sobre esse assunto que eu hco muito curioso
    Sobre seus comentários:
    1) Concordo, precisar não precisa, mas pensa bem, se fosse só pra ser caçador, eles não chamariam em inglês de Manhunter. Senão, ele viria de Marte pra fazer Safari na Africa. Caçador de Humanos, por exemplo, é uma opção. Talvez Caça-humanos. Mas concordo, precisar não precisa.
    2) Gavião Negro porque o simbolo dele é negro? Ué, porque não traduziram pra Morcego Negro o Batman? Maravilha Amarela? Super Amarelo-Rubro? rs Desculpa, ainda não faz sentido. Qual o problema em Homem Gavião? Ainda mais se vc pensar que traduziram Hawkgirl de Mulher Gavião, e não Gaviã Negra. Sacou?
    3) Sim, eu sei, também tava brincando. Apesar deu achar ruim: Imagino que quando o criador na época dava um título de doutor pra um personagem era porque queria demonstrar que ele tem algum conhecimento notório em alguma coisa. E o Dr. Destiny, antigo vilão da Liga e personagem de suma importância tanto em Sandman quanto em Asílo Arkham do Morrison ficou Dr. Destino. Pior ainda, ele é vilão, dá pra confundir mais ainda com o Doom da Marvel. Tá bom, ele nem é tão conhecido… Mas pra quem acompanhava as histórias na época, era meio estranho sim (meu caso). O que eu quis dizer só é que destino é um termo um pouco ambíguo para o que Doom e Fate querem dizer. Mas são aceitáveis como tradução sim, concordo. Só não concordo do Nabu perder o doutorado! rs …. O cara era um Lorde da Ordem… Hm. Lord em inglês geralmente é senhor em português.. tá, tá bom… rs
    Senhor Destino. rs
    4) Lam, existe um gênero literário (e cinematográfico também) chamado Cloak & dagger em inglês e que no Brasil é conhecido como Capa e Espada. (Três Mosqueteiros, Tulipa Negra, Cosário Negro, Vinte Anos depois , Conde de Montecristo)… Os nomes de Manto e Adaga foram obviamente inspirados nesse gênero. E bom, Cape tá mais pra capa curta ou manto, Cloak é que é capa ou manto. (essa eu fui no Webster’s pra confirmar). Inclusive, tá lá Cloak-and-dagger: capa e espada. Daniel tb é cultura. rs
    Como eu disse, ri muito com seu artigo, é um assunto que me fascina , pois eu comecei a ler quadrinhos muito novo (algumas decadas atrás) e logo logo comecei a estudar inglês , dai ficava muito curioso com isso. Inclusive na minha cabeça foi um ato meio de detetive descobrir o nome do Nuclear antes de ler uma revista importada. Falando nisso, errei: o nome da “parceira” do Nuclear é Fierhawk, e não Firebird. Continua “errado”, pois aqui ela é Águia e não Gaviã. rs
    Mais nomes pra sua lista:
    a) Hawk & Dove: Rapina e Columba. Essa é difícil, um heroi chamado Dove já é ruim, Columba é péssimo, imagina se chamasse ele de Pombo! E depois ele foi substituido por ela: Pomba! rs
    b) Phantom Strange: Vingador Fantasma: O tradutor devia achar que se vingar é uma coisa estranha prum super-herói… rs
    Se eu lembrar de mais, aviso.
    Abraços!

  39. [re=2776]Lam[/re]:
    Lam , faltou dizer, curti o artigo, achei informativo e divertido, por isso resolvi brincar sobre esse assunto que eu acho muito curioso.
    Dei o enviar na correria, escrevi muito rs
    Sobre seus comentários:
    1) Concordo, precisar não precisa, mas pensa bem, se fosse só pra ser caçador, eles não chamariam em inglês de Manhunter. Senão, ele viria de Marte pra fazer Safari na Africa. Caçador de Humanos, por exemplo, é uma opção. Talvez Caça-humanos. Mas concordo, precisar não precisa.
    2) Gavião Negro porque o simbolo dele é negro? Ué, porque não traduziram pra Morcego Negro o Batman? Maravilha Amarela? Super Amarelo-Rubro? rs Desculpa, ainda não faz sentido. Qual o problema em Homem Gavião? Ainda mais se vc pensar que traduziram Hawkgirl de Mulher Gavião, e não Gaviã Negra. Sacou?
    3) Sim, eu sei, também tava brincando. Apesar deu achar ruim: Imagino que quando o criador na época dava um título de doutor pra um personagem era porque queria demonstrar que ele tem algum conhecimento notório em alguma coisa. E o Dr. Destiny, antigo vilão da Liga e personagem de suma importância tanto em Sandman quanto em Asílo Arkham do Morrison ficou Dr. Destino. Pior ainda, ele é vilão, dá pra confundir mais ainda com o Doom da Marvel. Tá bom, ele nem é tão conhecido… Mas pra quem acompanhava as histórias na época, era meio estranho sim (meu caso). O que eu quis dizer só é que destino é um termo um pouco ambíguo para o que Doom e Fate querem dizer. Mas são aceitáveis como tradução sim, concordo. Só não concordo do Nabu perder o doutorado! rs …. O cara era um Lorde da Ordem… Hm. Lord em inglês geralmente é senhor em português.. tá, tá bom… rs
    Senhor Destino. rs
    4) Lam, existe um gênero literário (e cinematográfico também) chamado Cloak & dagger em inglês e que no Brasil é conhecido como Capa e Espada. (Três Mosqueteiros, Tulipa Negra, Cosário Negro, Vinte Anos depois , Conde de Montecristo)… Os nomes de Manto e Adaga foram obviamente inspirados nesse gênero. E bom, Cape tá mais pra capa curta ou manto, Cloak é que é capa ou manto. (essa eu fui no Webster’s pra confirmar). Inclusive, tá lá Cloak-and-dagger: capa e espada. Daniel tb é cultura. rs
    Como eu disse, ri muito com seu artigo, é um assunto que me fascina , pois eu comecei a ler quadrinhos muito novo (algumas decadas atrás) e logo logo comecei a estudar inglês , dai ficava muito curioso com isso. Inclusive na minha cabeça foi um ato meio de detetive descobrir o nome do Nuclear antes de ler uma revista importada. Falando nisso, errei: o nome da “parceira” do Nuclear é Fierhawk, e não Firebird. Continua “errado”, pois aqui ela é Águia e não Gaviã. rs
    Mais nomes pra sua lista:
    a) Hawk & Dove: Rapina e Columba. Essa é difícil, um heroi chamado Dove já é ruim, Columba é péssimo, imagina se chamasse ele de Pombo! E depois ele foi substituido por ela: Pomba! rs
    b) Phantom Strange: Vingador Fantasma: O tradutor devia achar que se vingar é uma coisa estranha prum super-herói… rs
    Se eu lembrar de mais, aviso.
    Abraços!

  40. [re=2776]Lam[/re]:
    Lam , curti o artigo, achei informativo e divertido, por isso resolvi brincar sobre esse assunto que eu hco muito curioso.
    Discordo só do final: Bullshit? Como afirmei, acho nossa lingua muito mais bonita e complexa, tá , pode não ser a melhor pra “ação” que uma HQ de Supers requer, mas tem coisas que o inglês não alcança como o português.
    Sobre seus comentários:
    1) Concordo, precisar não precisa, mas pensa bem, se fosse só pra ser caçador, eles não chamariam em inglês de Manhunter. Senão, ele viria de Marte pra fazer Safari na Africa. Caçador de Humanos, por exemplo, é uma opção. Talvez Caça-humanos. Mas concordo, precisar não precisa.
    2) Gavião Negro porque o simbolo dele é negro? Ué, porque não traduziram pra Morcego Negro o Batman? Maravilha Amarela? Super Amarelo-Rubro? rs Desculpa, ainda não faz sentido. Qual o problema em Homem Gavião? Ainda mais se vc pensar que traduziram Hawkgirl de Mulher Gavião, e não Gaviã Negra. Sacou?
    3) Sim, eu sei, também tava brincando. Apesar deu achar ruim: Imagino que quando o criador na época dava um título de doutor pra um personagem era porque queria demonstrar que ele tem algum conhecimento notório em alguma coisa. E o Dr. Destiny, antigo vilão da Liga e personagem de suma importância tanto em Sandman quanto em Asílo Arkham do Morrison ficou Dr. Destino. Pior ainda, ele é vilão, dá pra confundir mais ainda com o Doom da Marvel. Tá bom, ele nem é tão conhecido… Mas pra quem acompanhava as histórias na época, era meio estranho sim (meu caso). O que eu quis dizer só é que destino é um termo um pouco ambíguo para o que Doom e Fate querem dizer. Mas são aceitáveis como tradução sim, concordo. Só não concordo do Nabu perder o doutorado! rs …. O cara era um Lorde da Ordem… Hm. Lord em inglês geralmente é senhor em português.. tá, tá bom… rs
    Senhor Destino. rs
    4) Lam, existe um gênero literário (e cinematográfico também) chamado Cloak & dagger em inglês e que no Brasil é conhecido como Capa e Espada. (Três Mosqueteiros, Tulipa Negra, Cosário Negro, Vinte Anos depois , Conde de Montecristo)… Os nomes de Manto e Adaga foram obviamente inspirados nesse gênero. E bom, Cape tá mais pra capa curta ou manto, Cloak é que é capa ou manto. (essa eu fui no Webster’s pra confirmar). Inclusive, tá lá Cloak-and-dagger: capa e espada. Daniel tb é cultura. rs
    Como eu disse, ri muito com seu artigo, é um assunto que me fascina , pois eu comecei a ler quadrinhos muito novo (algumas decadas atrás) e logo logo comecei a estudar inglês , dai ficava muito curioso com isso. Inclusive na minha cabeça foi um ato meio de detetive descobrir o nome do Nuclear antes de ler uma revista importada. Falando nisso, errei: o nome da “parceira” do Nuclear é Fierhawk, e não Firebird. Continua “errado”, pois aqui ela é Águia e não Gaviã. rs
    Mais nomes pra sua lista:
    a) Hawk & Dove: Rapina e Columba. Essa é difícil, um heroi chamado Dove já é ruim, Columba é péssimo, imagina se chamasse ele de Pombo! E depois ele foi substituido por ela: Pomba! rs
    b) Phantom Strange: Vingador Fantasma: O tradutor devia achar que se vingar é uma coisa estranha prum super-herói… rs
    Se eu lembrar de mais, aviso.
    Abraços!

  41. Já falei, o caso do Martian Manhunter se resolveu com Caçador de Marte, não precisa dizer o que ele caça. Ou melhor, com o uso do nome J’onn J’onzz.
    Enfim, uma coisa é adaptar o nome, outra coisa é criar um nome totalmente idiota, que ninguém sabe de onde veio.

  42. E eu concordei, Lam. Lê lá.
    E Ajáx é um nome grego aportuguesado de um grande guerreiro da hélade heróica, bisneto de Zeus, rei da Salamina e quase tão poderoso quanto Aquíles. Ele é descrito como tão resitente quanto uma muralha por Homero. Pra quem não leu Ilíada deve parecer realmente um nome idiota. Mas foi de onde o tradutor tirou o nome. Ler clássicos era algo mais comum, Ítalo Calvino que diria. rs

  43. A questão é infinitamente mais simples do que isso e está bem visível, Daniel… Ninguém, necessariamente, precisa entender de cultura helênica e citações da mitologia grega para perceber que o NOME Ajax é muuuito sonoro e é bastante adequado ao personagem, quem dera a maioria dos personagens que foram rebatizados tivessem recebido uma alcunha tão feliz como foi o caso do J’onn J’onzz, o marciano que era um dos justiceiros da Liga!
    Penso que o nome DEMOLIDOR também é uma denominação excelente, agora creio que é pedante e fútil desencavar traduções que foram usadas a mais de cinco décadas para ilustrar problemas desse tipo, são apenas coisas folclóricas a serem lembradas no “Túnel do tempo” como curiosidades para “encher línguiça” em livros a respeito da história das HQ´s no Brasil, para um artigo para internet julgo isso bem improscendente, em vista do meio de comunicação ora utilizado

  44. Ninguem sabe, pq do Ricardito?!

  45. Podemos expecular: Ricardito é um diminutivo de Ricardo, provavelmente pra indicar que o Roy Harper é um adolescente, na época. Como o Arqueiro Verde é um Robin Hood urbano, o único Ricardo que me vem a cabeça seria o rei exilado da história, Ricardo Coração-de-Leão, Se bem que o Speedy tá mais pra Will Scarlet. rs
    Independente dessa possibilidade, o tradutor foi pela sonoridade de um nome prum sidekick.
    Mas enfim, problemas resolvidos: o Roy já é Arsenal há uns anos e o Grant Morrinson matou o Ajáx/J’onn na Final Crisis. rs

  46. Cara Ajax não têm sentido algum, mesmo sendo sonoro e o escambau, foi um nome bem idiota por não ter sentido algum com o personagem. Demolidor também é um nome bonito etc, mas simplesmente não têm nada a ver com Dare Devil, sinceramente eu preferiria Demônio Atrevido mesmo soando ridiculo.

  47. Ora, se não faz sentido para alguns isso não tem nada a ver com a escolha de nomes para ficção, o nome Ciclops faz todo sentido do mundo e é um péssimo nome, só não falam mais sobre ele pois o personagem é muuuito fraco, mas é horroroso de se pronunciar, se tivessem batizado com outro nome eu não me importaria nenhum pouco!

  48. Como eu disse, essa discussão sem se ligar no contexto da época em que o acesso do público leitor alvo á lingua original das personagens corre o risco de ficar só no “gosto” ou “não gosto”.

  49. Apesar de concordar com os escritos sobre as traduções, achei o artigo bobo. Quando li o título do artigo me interessei mas quando vi que em sua maioria parecia um desabafo sobre bizarrices retiradas de curiosidades de HQ de 3 décadas passadas foi um banho de agua fria.
    O Ambrosia possui material excelente, mas tem suas exceções.
    Algumas observações…
    Gaviã não existe. É um substantivo epiceno…
    Demônio Destemido já foi usado nos quadrinhos, mas acho que foi abandonado por causa do DEMÔNIO. Como um HERÓI num país católico se chamaria demônio?
    Parabéns ao Daniel Braga. Os comentários dele me prenderam até aqui.

  50. · 18 de agosto de 2008 at 17:49

    Adoro os nomes Bolota, Brotoeja, Tininha e Riquinho…melhores que os originais.

  51. Não sei se alguém já disse isso aqui, pois não tive saco de ler todos os comentários… tem uma tradução ruim que ainda traz reflexos pra outras traduções (que acabam ruins tb!)… exemplo Dr Destino.
    Pq chamar Dr Destino? O nome dele continua sendo Viktor Von Doom. Podiam deixar Doom mesmo!! Daí pra não confundir o Dr Doom com o Dr Fate da DC, os caras são obrigados a traduzir o segundo como SR Destino!! Horrível!!!

  52. O nome cogitado para o Demolidor era Desafiador que manteria os 2 “d”s tb E não precisaria da interferência do tradutor brasileiro em outras partes pra explicar que o pai de Matt era um DEMOLIDOR no ringue (e não um maluco que desafiava gente acima dele ehehhe).
    Porém Desafiador já era usado na dc, pelo… Homem-Morto (Deadman). Agora, por que colocaram Desafiador no Deadman?
    O Dr. Octopus, manteve o original… e ninguém chama o Venom de veneno… Mas o carnificina é chamado de Carnage e até de Califissina (hehehe, referencia da comuna do aranha no orkut) O Magma devia ser “Homem Derretido/derretidor”. O Rei do crime já chegou a ser chamado de “O CARECA” (Acho que pela Ebal, no final da Saga do Clone original), Rhino virou Rino, mas ainda assim é de “O Rinoceronte”. O Chefão era Big Man, e o Engrenagem era Big Wheel…
    Tem coisas que ficaram melhores que os originais…

  53. em termos de literatura os portugueses n]ao traduzem os nomes coisa nenhuma. mantemos o original. basta comparar harry potter portugues e brasileiro. desculpem estou com teclado japones.
    por outro lado j[a foram ver as tradu;oes dos americanos das bandas desenhadas japonesas ~ uma vergonha. por vezes alteram at[e por censura
    [e isso e tradu;ao de nomes yamato/matt, usagi (coelho) para bunny ok a tradu;]ao nem foi m[a neste caso… maas tamb[em inventam cada coisa….

  54. ps. octopus de facto quer dizer polvo em ingl}Es e sim deriva do latim… mas faz parte do ingles actual

  55. Alguém se lembra de um Cartoon em que ” O Coisa” era chamado de “Homem de Pedra” que alias é muito melhor do que “O coisa” mas infelizmente não são muitos os casos de o nome em portugues se torna melhor do que o original, os titans são um bom exemplo nos dois extremos Ravena, Mutano e Estelar são bons mas Ricardito é um lixo assim como aquele Tempestade dos super amigos o nome ruim ficou de bom tamanho pra um personagem tão chato, por falar um super-amigos tem uma confusão enorme com nomes lá o “Atomo” virou ” Eletron” e apareceu um tal de “Capitão Átomo” muito fraco esse personagem por sinal o Laterna verde é um negão nada contra personagens negros o Vulcão Negro era um dos meus Superamigos favoritos, alias Vulcão Negro é o Super Shock? O Chefe Apache, Super gemeos, Samurai e o propio Vulcão Negro fazem figuração como uns clones doidos e o El Dourado Morreu, que fim levou?

  56. Cheguei tarde pra alguém ler, mas…

    Suponho que o “Ricardito” tenha sido coisa de algum tradutor que teria um filho ou neto chamado Ricardo e tendo por apelido o supracitado nome. Talvez o aniversário do garoto estivesse se aproximando e o tradutor estivesse sem grana pra um presente. Então, um dia ele recebe um roteiro pra traduzir sobre um novo herói, um cara que atira flechas e tem um parceiro juvenil. Logo, ele tem uma idéia: chama o garoto e diz “Meu rapaz, vou te dar o melhor presente de aniversário do mundo… Vou fazer de você personagem de gibi! Um super-herói! Todo mês você vai aparecer nas revistas: ‘Arqueiro Verde e Ricardito’!” E o moleque ficou feliz da vida… e de graça pro tradutor!

    E assim nasceu uma tradição que ninguém teve coragem de quebrar!

    Só espero que, ao contrário do Ricardito do gibi, o da vida real tenha ficado longe dos “bagúio” pesado! (No máximo um “tapinha” ou uma cervejinha nos fins de semana…)